quarta-feira, 26 de abril de 2023

Funcionários retiram calçamento de rua após não receber pagamento

               

Um vídeo feito por moradores de Miguel Alves (PI) mostra uma retroescavadeira retirando o calçamento de uma das três ruas pavimentadas recentemente. O motivo, segundo a empresa fornecedora das pedras, seria a falta de pagamento do material pela construtora responsável pela obra.

O empresário Abmael Medeiros, proprietário da fornecedora do material da obra, a Construtora Ideal Eireli não efetuou o pagamento das pedras utilizadas na pavimentação, já a construtora negou que fosse responsável por essa obra.

"Eu forneci o calçamento de paralelepípedo. Depois de três dias da compra o pagamento ainda não tinha sido efetuado, quando cobrei recebi um comprovante de pagamento falso. Mesmo depois de questionar, a construtora ainda mandou outro comprovante falso, por isso fui lá e retirei meu material", afirmou o empresário Abmael. O empresário também contou que os funcionários que fizeram a pavimentação da rua também eram terceirizados e não tinham recebido o pagamento.

A obra no município foi licitada para a Construtora JDN EIRELI que, em entrevista ao g1, informou que terceirizou os serviços da Construtora Ideal para a pavimentação da rua. Contudo, esta não cumpriu sua parte no acordo.

"Estamos resolvendo a situação pavimentando novamente a via. O problema se deu entre o fornecedor do material e a construtora contratada por nós para administrar essa parte da obra. Mas devido o transtorno, reincidimos o contrato e demos início novamente à obra", explicou o representante da Construtora JDN que não quis se identificar.

G1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Janja se une à Flavio Dino em um contra-ataque à Arthur Lira

  Janja, primeira-dama Rosangela da Silva, uniu forças com o Ministro da Justiça, Flavio Dino, em um contra-ataque contra Arthur Li...