segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Maior cerimônia coletiva de casamento civil homoafetivo é celebrada no Rio

Cerimônia é a quinta do Rio; mais de 500 casais já foram beneficiados com a iniciativa

Foi celebrada às 15h deste domingo (23) a 5ª cerimônia coletiva de casamento civil homoafetivo no Rio de Janeiro. O evento reuniu 160 casais no Armazém Utopia, no Centro do Rio, oriundos de diversas cidades do estado, e acompanhados por familiares e amigos convidados. Foi a maior cerimônia de casamento homoafetivo do mundo, de acordo com o superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento. Na abertura da cerimônia, a performance Jane Di Castro, que também casou na cerimônia, interpretou “Emoções”, de Roberto Carlos.

Entre os casais, estavam diversas pessoas que há anos já buscavam o reconhecimento dos seus direitos civis e que só agora conseguiram oficializar a união. Para muitos deles, a garantia do casamento civil é, inclusive, uma forma de garantir a segurança de suas famílias. Apesar da grandiosidade específica desta cerimônia, não é a primeira vez que um evento assim acontece no Rio de Janeiro: quatro cerimônias coletivas de união estável homoafetiva, das quais participaram cerca de 350 casais, já foram realizadas no estado.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Assistência Social, a atriz e cantora Jane Di Castro, foi uma das presentes que teve a oportunidade de oficializar a união. O relacionamento com Otávio Souza Bomfim já data 47 anos. “O Otávio foi o primeiro e único amor da minha vida, nos conhecemos jovens e é muito difícil hoje um relacionamento durar tanto tempo, quase que inédito”, diz Jane.

O professor de português Carlos Freire e o cozinheiro Antônio Otávio de Lima estão juntos há sete anos e já pensavam em casar antes da decisão do Supremo Tribunal Federal que reconheceu os direitos dos casais homoafetivos, em maio de 2011. Eles ficaram sabendo da cerimônia pela internet. “Fomos os primeiros a nos inscrever. Já estávamos pensando em dar entrada e se fosse negado iríamos até as últimas instâncias, pois eu e meu companheiro podemos usufruir dos mesmos direitos que qualquer outra família”, contou Antônio. A lua de mel já está marcada: será em janeiro, no Recife.

O superintendente de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos e coordenador do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, Cláudio Nascimento, e seu companheiro, João Silva, foram os primeiros a ter a união convertida em casamento no estado do Rio de Janeiro. “É uma ação afirmativa para chamar a atenção de todos para as conquistas e os desafios na área dos direitos civis e humanos da comunidade LGBT. O casamento garante a possibilidade de vários projetos de futuro juntos, como a casa própria, ampliar a família e um nível de segurança jurídica formidável”, destacou.

Cláudio Nascimento explicou que, pelo grande número de casais desta edição, o espaço foi ampliado para garantir a presença dos mais de 1,5 mil convidados. “Na primeira cerimônia tivemos 43 casais, na última foram 132,e a tendência é crescer mais, pois os casais vão se encorajando, percebendo que o evento é digno e organizado, que eles serão tratados com respeito”, apontou. A próxima cerimônia será no Maracanãzinho.

Stefani do Couto, 33 anos, foi convencida pela companheira, Gisele Domiciano, 32 anos, a consumar a união estável. “Para mim sempre foi um sonho e quando fizemos dois anos de namoro disse que queria casar com ela. Nunca me vi casando, mas me deixei levar”, comentou Gisele.

A assistente de estúdio de TV Suzana Amâncio, 27 anos, e a fotógrafa e designer Gláucia Rafael Pereira, 25 anos, se conheceram há quase seis anos por intermédio de uma amiga e estão juntas até hoje. A decisão de se casar surgiu há algum tempo. “Acho que só quando colocar a aliança é que [a ficha] vai cair, porque mesmo morando juntas, este momento é único, pois é a oficialização da nossa união perante a sociedade”, comentou Suzana. “E queremos construir uma família, ter filho e isso faz toda a diferença para nós: ser reconhecido como um casal de verdade”, completou a noiva. A lua de mel ainda está sendo negociada entre Peru e Disney.

Os casamentos foram celebrados pela juíza Rachel de Oliveira e um dos padrinhos simbólicos dos casais foi o defensor público geral do estado do Rio de Janeiro, Nilson Bruno. Na mesa solene da cerimônia estavam presentes a desembargadora Cristina Gaulia, a presidente da Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro (Arpen), Priscilla M. Soares Milhomem, o presidente da Associação dos Magistrados do Estado do Rio (Amaerj), Rossidélio Lopes da Fonte e o desembargador Claudio Luis Braga dell'Orto.

A 5ª cerimônia coletiva de casamento civil homoafetivo é uma iniciativa do Programa Estadual Rio Sem Homofobia, através da Superintendência de Direitos Individuais, Coletivos e Difusos, da Secretaria de Estado de Assistência Social e Direitos Humanos (Superdir/Seasdh), e o Tribunal de Justiça do estado do Rio de Janeiro, através do Departamento de Promoção de Sustentabilidade, a Defensoria Pública Geral do Estado do Rio de Janeiro, através do Núcleo de Defesa da Diversidade Sexual e Direitos Homoafetivos (Nudiversis/Dpgerj) e a Associação dos Registradores de Pessoas Naturais do Estado do Rio de Janeiro (Arpen).







Fonte: JL/JB

CAOS ADMINISTRATIVO: Educação, Saúde e Segurança paralisam atividades no Piauí

A Presidente do Sindicato dos Servidores da saúde pública do Estado do Piauí, Edna Maria Alves Martins, afirma que a categoria soma 7 mil pessoas e parte desse contingente está parado porque o Governo do Estado não está cumprindo sua meta de aumento salarial para novembro

 
O presidente do Sindicato dos Delegados Civis do Piauí (Sindepol), delegada Andreia Magalhães, informou que a partir a Central de Flagrantes de Teresina vai paralisar por completo a partir das 19h desta segunda-feira (24). “A situação hoje é caotica na segurança pública, não temos como prestar um serviço de qualidade desta forma. Nos falta o básico como combústivel para as viaturas e o governo não faz uma contraproposta. Iremos paralisar a Central de Flagrantes, onde iremos mostrar o caos que é público e notório”, declarou.

Policiais civis param e fazem manifestação na frente do Palácio de Karnak

Os agentes da Polícia Civil paralisaram suas atividades nas primeiras horas desta segunda-feira (24) e fizeram manifestação em frente ao Palácio de Karnak, no centro de Teresina, revindicando reajuste no plano de cargo e salários da categoria.

O presidente do Sindicato dos Policiais Civis do Piauí (Sinpolpi), Constantino Júnior, afirmou que os policiais exigem o cumprimento da Lei com reajuste de 13% sobre o salário atual.

“Não vamos aceitar esse piso, nós queremos o que está garantido na lei. Nós vamos paralisar por três dias. A categoria decidiu paralisação e o principal objetivo é o não reajuste do plano de cargo e salários para os delegados. O aumento seria de R$ 600 para os agentes com reajuste de 13%. A parada começou desde a meia noite. Estamos parados até quarta-feira e só atuaremos nos crimes de grande impacto”, disse.

A presidente do Sindicato dos Delegados Civis do Piauí (Sindepol), delegada Andreia Magalhães, disse que se o governo não resolver o problema dentro do prazo, ela vai pedir intervenção federal.
“Faltou honra no que foi ajustado, estamos aqui pra cobrar o que está garantido por lei, não é favor é direito. Vamos recorrer a Justiça e ao Ministério Público, vamos cobrar o dinheiro que já estava garantido para nós trabalhadores. Gostaríamos de saber do excelentíssimo governador onde está o dinheiro que já estava acordado para nós servidores? Estamos aqui em favor a serviço público. Se o governo não conseguir resolver o problema vamos pedir intervenção federal”, declarou a delegada.
Servidores da saúde também entram em greve

A Presidente do Sindicato dos Servidores da saúde pública do Estado do Piauí, Edna Maria Alves Martins, afirma que a categoria soma 7 mil pessoas e parte desse contingente está parado porque o Governo do Estado não está cumprindo sua meta de aumento salarial para novembro.

“O motivo principal é o não cumprimento das parcelas do plano de carreira que é a última do mês passado era dia 30, mas nós aceitamos dividir em seis vezes e aí quando chega na sexta o Governador diz que não tem condição de pagar. Outro motivo é em relação ao 13° e ao mês de dezembro que ele não quer pagar e nós não vamos aceitar, estamos parados em Picos, Corrente São Raimundo Nonato, São João onde tem pessoal da saúde nós estamos fazendo o ato. A saúde é prioridade nós não abandonamos o paciente mas reduzimos o número de servidores que trabalhamos. No hospital infantil não tem nem sabão para lavar roupa, está tudo quebrado”, relatou ela.

Professores vão parar por 24 horas
O presidente da Associação dos Docentes da Universidade Estadual do Piauí, professor Daniel Solon falou em entrevista que cerca de mil professores vão parar por 24 horas.

“Nós estamos cobrando o cumprimento da lei do nosso reajuste salarial que está aprovado desde 2013. Os servidores da Uespi estão com reajuste previsto há tempos. Fora essa questão do reajuste que é nosso direito estamos reivindicando mais verbas para a nossa universidade. Tem estudante com 3 meses de atrasos na bolsa, tem professor que está fazendo mestrado e doutorado com bolsas atrasadas. É uma situação de muita dificuldade financeira. Também queremos um posicionamento do governador eleito Wellington Dias”, declarou.



Fonte: JL/MN

MPF expede recomendações visando melhorar atendimento de urgência em Teresina

Medidas devem ser adotados para sanar irregularidades apontadas em auditoria realizada pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) relativas aos serviços de urgência e emergência do Hospital de Urgência de Teresina (HUT)
O Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI), por meio do procurador regional dos direitos do cidadão no Piauí, Alexandre Assunção e Silva, expediu recomendações ao diretor do Hospital de Urgência de Teresina (HUT), ao governador do Estado do Piauí e aos Hospitais Públicos e Privados de Teresina sobre medidas que devem ser adotados para sanar irregularidades apontadas em auditoria realizada pelo Departamento Nacional de Auditoria do SUS (Denasus) relativas aos serviços de urgência e emergência do HUT.

A Auditoria nº 14336, finalizada em agosto deste ano, constatou a superlotação de pacientes em todos os setores do hospital, principalmente nas áreas de urgência e emergência; elevada taxa de mortalidade na instituição, com destaque das ocorridas na Sala Amarela da unidade de urgência/emergência e de pacientes críticos internados na Sala de Recuperação Pós-Anestésica e falta de recursos humanos em número suficiente e tecnicamente capacitados para atender, de forma segura e dentro dos padrões éticos e legais à alta demanda de pacientes.

Detectou também a internação e manutenção de pacientes em quadro crítico, que demandam cuidados intensivos e assistência ventilatória mecânica contínua, na área amarela da Emergência, sem o devido monitoramento e acompanhamento por equipe multidisciplinar prevista nas normas do Ministério da Saúde; atuação da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar em desacordo com a normatização vigente no Ministério da Saúde e falta de manutenção, de conservação e de suprimento de materiais médico-hospitalares imprescindíveis às exigências técnicas do atendimento proposto, dentre outras irregularidades.

O MPF recomendou ao Governo do Estado do Piauí que determine à Vigilância Sanitária Estadual, em conjunto com os técnicos da vigilância municipal, que efetue o monitoramento e acompanhamento da atuação da Comissão de Controle de Infecção Hospitalar do HUT, com vistas ao efetivo controle de infecções ocorridas na unidade; implante e faça funcionar a Central de Regulação de Leitos, visando controlar e desafogar a admissão de pacientes no HUT, de acordo com a capacidade instalada da entidade; adote providências imediatas para a criação de leitos de retaguarda em outros hospitais, para suprir demanda de usuários atendidos na emergência do HUT, a fim de reverter a situação de superlotação de pacientes em que se encontra a entidade e viabilize, de imediato, o funcionamento da Rede de Urgências e Emergências do Estado do Piauí, visando ordenar a demanda de pacientes e desafogar o setor de urgência e emergência do HUT.

Ao diretor do HUT que adéque, de imediato, as condições de funcionamento da Sala de Recuperação Pós-Anestésica relativas às instalações, recursos materiais, equipamentos e recursos humanos médicos e de enfermagem, como forma de garantir a devida condição de segurança ao paciente, previstas na Política Nacional de Humanização do SUS e nos Códigos profissionais de medicina e enfermagem; crie protocolo de admissão de pacientes na entidade, baseado na Portaria MS/GM n. 1.559/2008, visando reverter o quadro de superlotação existente no HUT; crie grupo técnico para monitorar, supervisionar e acompanhar, em nível interno, a ocupação da urgência/emergência da entidade, em acordo com as características do HUT; adote providências para contratação e capacitação de profissionais de saúde para atuação na equipe de Unidade de Atenção Domiciliar do HUT; adéque o quantitativo de profissionais de enfermagem para atuação no setor de urgência e emergência da entidade e adote providências urgentes com vistas a, no mais exíguo lapso de tempo, as UTIs do HUT serem providas com materiais e equipamentos exigidos pela Anvisa.

Aos Hospitais Públicos e Privados de Teresina que não recusem internação e/ou transferência de pacientes, por não terem passado por atendimento prévio no setor de Urgência/Emergência do Hospital de Urgência de Teresina, quando seu quadro clínico, do ponto de vista técnico, já não se caracterize como urgência.

O Denasus informou ao MPF que esses hospitais mandam qualquer paciente para o HUT, mesmo quando eventual situação de urgência não mais existe e que o Estado do Piauí é omisso a respeito. De acordo com o procurador Alexandre Assunção, por conta dessa situação, é importante alertar os hospitais para que parem tal prática, o que pode diminuir a superlotação no HUT.



Fonte: JL/Assessoria

Último foragido, irmão de ex-ministro se entrega à PF

Apontado como emissário do doleiro Alberto Youssef para pagamento de propina, Adarico Negromonte era procurado pela Polícia Federal há dez dias
A darico Negromonte, irmão do ex-ministro Mário Negromonte (PP), se entregou à Polícia Federal, em Curitiba, nesta segunda-feira. Ele era o último suspeito foragido da sétima fase daOperação Lava Jato, que investiga a atuação de nove empreiteiras suspeitas de fraudar licitações e pagar propinas em um esquema bilionário de corrupção na Petrobras. Ele era procurado pela polícia desde 14 de novembro.

A advogada Joyce Roysen, que defende Adarico, tenta obter uma decisão judicial que permita a ele responder à investigação em liberdade. Mas o Ministério Público Federal já solicitou à Justiça que o mandado de prisão dele seja convertido de temporário para preventivo. A 13ª Vara Federal do Paraná vai analisar o pedido depois que Adarico for efetivamente detido.

De acordo com as investigações, Adarico atuava como emissário do doleiro Alberto Youssef, pivô do esquema. Ele era um dos responsáveis por entregar pagamentos em espécie a políticos e executivos da Petrobras
Em um dos casos, José Ricardo Nogueira, diretor da OAS, solicitou uma entrega para o dia 4 de dezembro de 2013 em Canoas (RS). O pedido foi flagrado no monitoramento das mensagens eletrônicas do doleiro. Youssef, no diálogo, avisou que Adarico seria o responsável pela entrega na cidade.




Fonte: JL/Veja

Janainna Marques é nome cotado para assumir secretaria no novo governo Wellington Dias

Um nome que está sendo cogitado para assumir uma Secretaria de Estado é da deputada eleita Janainna24/11/14, 13:46

O nome da deputada eleita Janaína Marques é o que mais vem sendo citado para ser convidado a assumir uma secretaria no governo Wellington Dias.

A pasta ainda não foi definida, porque ainda vai depender do governador eleito.

As pastas para onde a deputada poderia ser convocada são as de Infra-Estrutura - caso não seja alcançada pela reforma administrativa -, das Cidades ou do Meio Ambiente.

No entanto, essa possibilidade ainda é cogitada no campo das especulações.




Fonte: JL/Chichico/AmaranteNoticias

domingo, 23 de novembro de 2014

Por que será que FHC foi contra a CPI da Petrobras?

Em março deste ano, o ex-presidente Fernando Cardoso Henrique Cardoso divergiu do então candidato Aécio Neves e disse ser contra a instalação de uma CPI da Petrobras
 
E
m março deste ano, quando a corrida presidencial ainda esquentava, o ex-presidente Fernando Cardoso foi questionado sobre a necessidade de uma CPI para investigar negócios da Petrobras.
Naquele momento, ele teve uma rara divergência com o senador Aécio Neves (PSDB-MG), que foi o candidato tucano à presidência da República. "Acho que o momento eleitoral não é o mais propício. Não sou favorável a partidarizar", disse FHC.
No entanto, ele fez questão de defender o modelo de gestão implantado na empresa – foi no primeiro governo FHC que a Petrobras foi dispensada de seguir a Lei de Licitações, a 8.666. "Nós transformamos a Petrobrás em uma corporation, uma empresa, não uma repartição pública. Para isso, tem que tirar a influência dos partidos. No governo anterior ao atual, deu marcha à ré e o resultado está aí, com escândalo nos jornais" (leia mais aqui).
Aécio, no entanto, não seguiu a sugestão de FHC e entrou com tudo na CPI da Petrobras, que teve como foco principal a discussão sobre a compra da refinaria de Pasadena, no Texas. Parlamentares governistas levantaram histórias do governo FHC, como uma polêmica troca de de ativos com a Repsol (leia aqui), mas o caso permaneceu abafado pelo silêncio dos meios de comunicação conservadores.
Agora, no momento em que avançam as investigações da Operação Lava Jato, dois personagens centrais, o lobista Fernando Soares, conhecido como Fernando Baiano, e o gerente-executivo Pedro Barusco, disseram que começaram a realizar negócios na Petrobras no governo FHC.
Baiano disse ter entrado na companhia em 2000, ou seja, no segundo mandato do ex-presidente. Barusco, o servidor que recebeu quase US$ 100 milhões em propinas, disse que começou a delinquir em 1996, bem no começo do primeiro mandato de FHC.
Foi neste primeiro governo que o ex-presidente aprovou a lei do petróleo, permitindo que a empresa contratasse sem licitações. Em breve, o Tribunal de Contas da União levará uma discussão ao Supremo Tribunal Federal para que a Petrobras volte a se submeter à 8.666.
Logo depois da sétima fase da Operação Lava Jato, quando diversos empreiteiros foram presos, FHC se disse "envergonhado com o que fizeram na Petrobras". Barusco e Baiano vêm da era FHC.
Fonte: JL/247

"Seu Lunga" será sepultado à tarde em Juazeiro do Norte, no Ceará

"Seu Lunga" morreu na manhã deste sábado (22).
Velório ocorre em uma funerária de Juazeiro do Norte.
 
Velório de Seu Lunga ocorre desde a tarde deste sábado (Foto: TV Verdes Mares)

O sepultamento de Joaquim dos Santos Rodrigues, o "Seu Lunga", ocorrerá às 16 horas, no cemitério do Socorro, o mais antigo da cidade de Juazeiro do Norte. O corpo do comerciante que se tornou um personagem folclórico da cultura popular nordestina é velado na funerária Anjo da Guarda desde a tarde deste sábado (22) e haverá uma missa de corpo presente antes da saída para o cemitério. Ele morreu aos 87 anos neste sábado no Hospital São Vicente de Paulo, em Barbalha, onde estava internato há três dias por causa de um câncer de esôfago.

A viúva Carmelita Rodrigues Camilo, filhos e demais parentes estavam bastante emocionados no velório. “Ele foi uma boa pessoa, honesto, trabalhador, dono de sua casa e muito querido pelo pelo povo de Juazeiro do Norte e do Nordeste'', disse o irmão de Seu Lunga, Geraldo Rodrigues

Netos
“Seu Lunga” tinha uma loja de sucatas e ficou conhecido por causa da impaciência, principalmente, com perguntas que ele considerava bobas. Netos presentes no velório lembraram as histórias que deram fama ao avô. “Para ele falar com você o dia todo era só falar em poesia que ele ficava. Agora, se começasse a perguntar besteira. Aí ele sabia responder'', disse um dos netos do comerciante, Ricardo Rodrigues. “Uma vez eu fui pedir a benção com meu primo e disse 'vai na frente'. Meu primo foi e pediu a bênção. Aí, ele disse 'te conheço'? Aí eu pensei ' Vou nada. Vou é embora'. Saí e meu primo tomou a bronca'', contou o neto de Seu Lunga, Jeferson Camilo Gonçalves

Biografia
Poeta, repentista e comerciante, “Seu Lunga" nasceu em 18 de agosto de 1927, no Sítio Gravatá, na zona rural do município de Caririaçu, na Região do Cariri. Viveu a infância com os pais e sete irmãos no município de Assaré, e com 16 anos foi morar em Juazeiro do Norte. Recebeu de uma vizinha o apelido de ''Calunga'' que, com o tempo foi reduzido para "Lunga". Era pai de 13 filhos, dos quais, dois morreram.

Fonte: G1 CE

Mulher mata homem a marteladas por ciúme da namorada e fica nua na frente da PM

Crime aconteceu na cidade de Mantena, no Vale do Rio Doce
Maria Helena Lapa [à esquerda] é ex-presidiária e já cumpriu pena por tráfico de drogas Divulgação/PM

Duas mulheres mataram um homem de 55 anos com facadas e marteladas na noite do último sábado (22), em Mantena, no Vale do Rio Doce. Uma das suspeitas, Maria Helena da Lapa, de 49 anos, contou à polícia que cometeu o crime porque Carlos Fernandes Moreira queria marcar um programa com a namorada dela, Keila da Rocha, de 41 anos. Ela ainda ofereceu resistência para ser detida e apareceu sem roupa na frente dos policiais.

Conforme a Polícia Militar, o crime aconteceu na rua Olegário Maciel, no centro da cidade. A vítima foi encontrada dentro da casa das autoras, com vários ferimentos no rosto e uma grande poça de sangue ao redor do corpo. Maria Helena, que aparentava estar sob efeito de entorpecentes, se recusava a abrir a porta. Suja de sangue, ela gritava que iria matar quem tentasse entrar.

Diante de testemunhas, os policiais arrombaram a porta e entraram no imóvel. Carlos estava no chão da sala, com uma toalha sobre o rosto. Maria Helena se escondeu em um dos quartos enquanto Keila apareceu e relatou à guarnição que o homem foi executado por querer marcar um programa com as duas. Revoltada, Maria Helena saiu do cômodo nua e disse que ninguém colocaria as mãos nela, mas foi contida pelos PMs. As duas foram detidas em flagrante e Keila vestiu a namorada.

Ainda de acordo com a guarnição, das duas foram levadas para Governador Valadares. Maria Helena é ex-presidiária e já cumpriu pena por tráfico de drogas.

Idoso usa humor para tratar câncer após retirar próstata e pênis em MG

Aos 78 anos, Pedro Sconetto anima pacientes em Uberaba com relatos.
Idoso tem problema urinário desde 1958 e passou por cirurgias em 2004.

Alex Rocha Do G1 Triângulo Mineiro 
Câncer de próstava foi descoberto após problemas
de uretra (Foto: Pedro Sconetto/ Arquivo Pessoal)

Em tratamento contra um câncer de próstata desde 2003, o aposentado Pedro Sconetto Filho transforma o que seria angústia em animação para outros pacientes do Hospital Doutor Hélio Angotti, em Uberaba . As consultas com urologista ocorrem desde 1958, quando o idoso começou a se tratar de problemas na uretra, que se agravaram e acometeram a próstata. As complicações ocasionaram a retirada do órgão e a redução do pênis.

Foi justamente das idas mensais ao hospital, após as cirurgias, que o ex-caminhoneiro desenvolveu outra concepção sobre a vida, mesmo diante dos impactos da doença. “Tem gente que se apavora muito com a doença e eu fico com dó. Falo que eles têm que agradecer por serem atendidos, e que ninguém chega para ficar no mundo, só pra viver a vida e um dia acaba. Quando a pessoa está doente e de cama, morrer é um presente para acabar o sofrimento”, afirmou.

É com o sorriso singelo e o inseparável chapéu e bengala que ele preenche o cotidiano cuidando da casa junto com a esposa, frequentando os bares situados cada qual em uma esquina do quarteirão e participando de atividades gratuitas voltadas à saúde e lazer na terceira idade. Sentado à mesa, ao lado dos sete medicamentos que toma diariamente, Pedro conta que a médica constatou que ultimamente o câncer tem sido um vilão difícil de combater.

Nunca me perturbei em fazer exame de próstata, minha saúde é mais importante"
Pedro Sconetto Filho

“Estou tomando o remédio para diminuir o nível do PSA [Antígeno Prostático Específico, traduzido do inglês Prostate Specific Antigen], que está aumentando. O remédio tem muito corticoide e passei de 93 kg para 103 kg em 25 dias. A doutora já me falou que o câncer está fugindo do controle e que eu vou morrer canceroso, mas isso eu já sei e não estou abalado. Já fiz radioterapia e continuo uma vez por mês, tomo hormônio para segurar o PSA baixo e tomo cálcio para não deixar o câncer se expandir pelos ossos. Para o futuro, eu só quero comer, dormir e contar piada”, disse.

Do passado, o aposentado recorda do pai que morreu com a doença e de duas irmãs, vítimas de câncer de mama. O tratamento das complicações no sistema urinário, iniciado no final da década de 1950, amenizava, mas não solucionava a dificuldade em urinar. Pedro conta que, a cada dois anos, passava pelo procedimento de dilatação da uretra. O diagnóstico era de cistite. Em 1978 foi percebida a necessidade de cirurgia, mas Pedro afirma que teve melhora e a ideia de ser operado só voltou quase 30 anos depois.

O primeiro exame de próstata ocorreu em 2002, no Hospital Doutor Hélio Angotti. O diagnóstico mostrou que o antigo problema na uretra era sinal de complicação ainda maior. “Nunca me perturbei em fazer exame de próstata, minha saúde é mais importante. Levei o exame para o médico e ele disse que eu teria que operar em cerca de um ano no máximo, foi quando constatou o câncer. Quando detectou já estava bem avançado, pois quando entope a uretra é porque está bem errado”, afirmou.

Tratamento e cirurgias
Iniciado o tratamento da próstata, Pedro passou por mais uma complicação da uretra. O fato culminou posteriormente com duas cirurgias. “Em 2004, fui a uma festa às 21h e comecei a beber cerveja. Quando era 3h, eu já tinha comido galinhada e fui ao banheiro, mas não conseguia colocar a cerveja para fora. Sentia muita cólica e fui para a Unidade de Pronto Atendimento e o médico precisou passar sonda pra eu conseguir urinar. Depois de uma semana, eu fui parar novamente no Hospital Hélio Angotti”, contou.

O idoso precisou passar por cirurgia na uretra, em que foi retirada parte do pênis, além de remover a próstata no dia 4 de novembro de 2004. O resultado das cirurgias enalteceu uma característica que Pedro aposta ser o melhor remédio para a vida: o humor.

“Meu pênis não tem mais que 1 cm, teve que tirar a uretra e puxaram o músculo para trás. Foi a melhor coisa que eu fiz, pois parava água entre a pele e o que ficou de músculo estava falecendo o órgão. Depois da cirurgia ainda fiz 38 dilatações, foram uns quatro anos, porque ainda dava estenose na uretra. Não tenho pênis, mas tenho que sorrir pela vida”, afirmou, rindo.
Há 11 anos em tratamento, Pedro é querido entre
funcionários (Foto: Pedro Sconetto/ Arquivo Pessoal)

Pedro Sconetto Sobrinho segue a vida com consultas mensais acompanhadas de exames para mensurar o nível de PSA, que indica o impacto do câncer no organismo e também para confirmar que a doença não tenha se espalhado por outros órgãos. Sem medo na luta contra a doença, ele recorre ao humor para lidar com pensamentos negativos. “Eu trabalhei 42 anos com caminhão e até brinco com as pessoas de que nunca achei que morreria em um lugar tão confortável como hospital, pensava que seria em estrada”, afirmou.

Recomendação médica O uro-oncologista Sérgio Anacleto afirma que a predisposição ao câncer de próstata é mais recorrente em negros e homens com mais de 50 anos. Ele recomenda que a visita ao médico seja habitual, pois o diagnóstico precoce aumenta as chances de cura.

“Entre os fatores de risco tem o histórico de câncer na família, e o risco de câncer de próstata é maior também para homens negros. Nesses dois casos, os pacientes devem procurar o urologista mais cedo, aos 45 anos de idade, para exames anuais de toque renal e PSA. Os demais devem procurar o urologista a partir dos 50 anos de idade, conforme preconiza a Sociedade Brasileira de Urologia (SBU). O câncer de próstata é uma doença traiçoeira, silenciosa, assintomática. Uma vez detectado precocemente o câncer de próstata, o paciente tem até 90% de chance de cura, dependendo do caso”, ressaltou.
Idoso toma medicamentos e realiza testes com frequência para combater doença (Foto: Alex Rocha/ G1)

Suspeito duarte esqejar em SP tira foto com vítima momentos antes do crime

Vítima estava desaparecida desde a madrugada de sexta-feira (21).
Suspeito estava há três meses em Cananéia e conhecia a vítima.

Do G1 Santos
Suspeito (dir.) tiou foto com vítima (esq.) antes do
crime (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

O homem suspeito de ter matado e esquartejado um rapaz em Cananéia, no Vale do Ribeira, interior de São Paulo, tirou uma foto junto com a vítima momentos antes de se afastar com ela do grupo de amigos com quem conversavam. A imagem foi registrada na madrugada de quinta (20) para sexta-feira (21), última vez que Thomas Sanches, de 30 anos, foi visto com vida. Seu corpo foi encontrado esquartejado neste sábado (22), em frente a um hotel da cidade. O suspeito pelo crime, Gleydson Morgray, está preso. A polícia suspeita que eles tiveram um relacionamento homoafetivo.

Segundo pessoas próximas à vítima, Thomas conversava com Gleydson e um grupo de amigos em uma praça no centro de Cananéia. Em um dado momento, os dois saíram juntos e Thomas se despediu, dizendo que não o esperassem.

Os colegas estranharam o sumiço e a família já vinha tentando encontrá-lo desde então, mas sem sucesso. No entanto, na manhã de sábado, um amigo de Thomas acionou a Polícia Militar e foi com as autoridades até a casa de Gleydson. No local, foi encontrado um lençol coberto de sangue. O suspeito ainda tentou fugir, mas foi detido e acabou confessando o crime. O corpo foi localizado pela polícia em frente a um hotel na Avenida Independência.

Gleydson não era muito conhecido em Cananéia, pois tinha se mudado apenas há três meses para o município, vindo de Guarulhos, na Grande São Paulo. A polícia destaca que ele não possuía antecedentes criminais. O caso segue sendo investigado pela equipe da Delegacia Sede de Cananéia.
Suspeito confessa ter esquartejado homem com quem saiu em Cananeia, SP (Foto: Reprodução/Facebook)

Cadeirante é morto com sete tiros na zona Norte de Teresina

Homem identificado como Fábio foi executado com 7 tiros e polícia não identificou o autor dos disparos

O
cadeirante Fábio Alves de Araújo, de 23 anos, foi morto com sete tiros por volta das 23h30 de ontem (22). A vítima estava participando de um aniversário na Rua Técnico Joaquim, bairro Mafrense, quando foi surpreendido por um homem que já chegou efetuando os disparos.
Segundo o Tenente Pedro Moreira, do 9º Batalhão da Polícia Militar, o cadeirante já tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas. “O Fábio já era conhecido pela polícia e a gente acredita que tenha sido uma briga entre gangues. O crime ainda é caracterizado como execução porque nada foi levado. O suspeito atirou sete vezes e todos os tiros atingiram a vítima, que morreu no local”, diz.
O autor dos disparos não foi identificado pela polícia. “Apesar de ter muita gente no local, pois estavam em uma comemoração de aniversário, todos disseram que não viram o suspeito. Apenas contam que tinha um carro a espera do autor dos disparos”, finaliza o Tenente Pedro.
O corpo de Fábio foi levado para o IML e o suspeito segue sem ser identificado.





Fonte: JL/ODIA 

Presa dupla acusada de mais de 40 furtos e arrombamentos no litoral do Piauí

Presa dupla acusada de mais de 40 furtos e arrombamentos no litoral do Piauí

Policiais militares do Piauí prenderam neste sábado (22) dois homens suspeitos de cometer mais de 40 furtos e arrombamentos no litoral do Piauí. Segundo o major Pacífico, da PM, os suspeitos foram encontrados em uma casa abandonada no povoado Macapá, município de Luis Correia, a 340 km de Teresina.


“A população da localidade não aguentava mais essas duas figuras que estavam aterrorizando o litoral. Como grande parte das casas de Macapá e praia do Coqueiro são de veraneio, eles entravam no imóveis e roubavam o que tivesse. Já os prendemos outras vezes, mas eles sempre são soltos”, afirmou o major.

No local onde foram presos, a polícia apreendeu diversos objetos. “Acreditamos que essas coisas são produto dos furtos realizados. Eles foram encaminhados para a Central de Flagrantes de Parnaíba, onde foram autuados por furto qualificado”, concluiu o militar.






Fonte: JL/G1PI

Presidente da APPM do Piauí visita Cocal



Fonte Tropical Noticias
Raimundo Martins

    O Presidente da Associação dos Municípios do Piauí (APPM), (Associação Piauiense dos Prefeitos Municipais), Arinaldo Leal, prefeito de Vila Nova do Piauí, fez visita o vice-presidente da (APPM) o prefeito de Cocal Rubens de Sousa Vieira, que teve a honra de receber em sua residência neste sábado dia 22/11, os prefeitos; Prefeita de Altos- Patrícia Leal e do prefeito de Murici dos Portelas- Dr. Ricardo Sales e sua comitiva.

  O prefeito Rubens Vieira recepcionou com um jantar em sua residência, que compareceram vereadores, secretários e amigos.

O objetivo da vinda do Presidente da APPM a Cocal era tratar de assuntos de sua candidatura à reeleição que irá definir o novo presidente, no dia 02 de dezembro próximo, entre eles tiveram uma boa negociação politica.

Nota de Falecimento de Benedito Cândido



Fonte Tropical Noticias
Raimundo Martins

   Faleceu na madrugada deste domingo 23/11/2014, no Hospital Getúlio Varga em Teresina o senhor Benedito Fontenele da Silva, conhecido como Benedito Cândido, aos 80 anos de idade; a dois meses que estava hospitalizado.

  A família aguarda a chegada do corpo por volta das 14:00hs, o corpo será velado em sua residência a Rua Maria Vitória número 295 Bairro Santa Luzia – Cocal- Piauí. 

Sepultamento será realizado ainda neste domingo a partir das 19:00hs; no cemitério Municipal de nossa cidade, ele deixa esposa e 3 filhos.

De já agradece a todos que comparecerem este ato de fé e piedade cristã, a família enlutada.

É com imensa tristeza que derramamos nossos sentimentos e carinhos aos familiares

.


sábado, 22 de novembro de 2014

Cafezinho: “Não há mais clima para golpe. Dilma vence 3º turno”

Blogueiro Miguel do Rosário acredita que "atmosfera de terceiro turno arrefeceu" e "fantasma do golpe foi esmagado pelo próprio desespero da mídia"; ao dizer que o escândalo da Petrobras "atinge toda a classe política", e não apenas o PT, ele afirma que presidente Dilma sai fortalecida do episódio, ao defender as investigações da Lava Jato


 

Não há mais clima para golpe", afirma o blogueiro Miguel do Rosário, do Cafezinho, acrescentando que a presidente Dilma Rousseff não apenas venceu o terceiro turno, mas saiu "fortalecida" do escândalo da Petrobras, uma vez que foi confirmado que o caso não atinge apenas o PT, mas "todos os partidos e todas as grandes empreiteiras", e que Dilma tem incentivado as investigações da Lava Jato, da Polícia Federal. "O fantasma do golpe foi esmagado pelo próprio desespero da mídia", diz ele.
Leia a íntegra de seu texto:
Não há mais clima para golpe. Dilma vence 3º turno
Hoje eu vinha com a faca nos dentes, mas mudei de ideia.
Cansei de falar em golpe, e tenho a impressão que a atmosfera de terceiro turno arrefeceu.
O fantasma do golpe foi esmagado pelo próprio desespero da mídia.
A tese que ventilei por aqui, de que Dilma sairia fortalecida desse escândalo, como a presidenta republicana que permitiu a investigação a fundo de problemas históricos de corrupção em nossa maior estatal, está se confirmando.
A mídia bem que tentou, mas não conseguiu colar no escândalo o carimbo “Exclusivo PT”.
Ele atinge todos os partidos e todas as grandes empreiteiras.
Empreiteiras estas que fazem obras em todas as prefeituras e em todos os estados brasileiros, governados por todos os partidos.
Empreiteiras que também financiam a grande mídia.
A imprensa alternativa, os blogs, nunca levaram um centavo das empreiteiras.
A grande imprensa levou bilhões.
O escândalo da Petrobrás atinge toda a classe política, e em especial os principais partidos, a começar pelo PSDB.
Por exemplo, o maior corrupto do “petrolão”, até o momento, é um senhor chamado Pedro Barusco, que prometeu devolver US$ 100 milhões aos cofres públicos.
Ele era subordinado a Henrique Duque, que a imprensa quer vender apenas como “ligado ao PT”.
Ora, Duque está na Petrobrás desde 1978. Desde 2000, era Gerente de Contratos da área de Exploração e Produção.
Sobre Barusco, não encontrei sua biografia, mas é sintomático que ele, logo após se aposentar, tenha ido dirigir a área de operações da Sete Brasil, a poderosa companhia responsável por fornecer sondas de exploração para a Petrobrás.
Quem é o principal acionista da Sete Brasil? O banco BTG Pactual, cujo dono é o tucano André Esteves, o qual, segundo reportagem do Globo, pagou a viagem de lua de mel de Aécio Neves e esposa.
Descobriu-se também que Gilmar Mendes, quando advogado geral da União, nomeado por FHC, defendeu exatamente o que se tornou a fonte maior de corrupção na Petrobrás: a realização de contratos sem licitação. Mendes também não ofereceu nenhuma proposta para aumento da transparência.
Hoje Mendes posa de paladino da ética na grande imprensa, bravateando frases de efeito.
Não é possível partidarizar o escândalo.
A ladainha da mídia, de que tudo é culpa de PT, não cola mais.
Não se combaterá a impunidade no país prendendo-se exclusivamente petistas.
Que se condene e prenda os petistas corruptos!
Mas será que nunca veremos um tucano preso?
Até quando o PSDB seguirá sendo blindado pela mídia, pelo Judiciário e pelo Ministério Público?
Sonegação, helicóptero com meia tonelada de pó, assassinato de modelo, afundamento de plataforma, compra de reeleição, privataria, construção de aeroporto em terras da família, ossada humana em fazenda.
Não faltam escândalos tucanos!
Mesmo o que a mídia chama de “petrolão”, tentando quase infantilmente repetir o case de sucesso do “mensalão”, começou em 1999, ou seja, logo após a reeleição comprada de FHC!
Por isso, é tão bem vindo o artigo do empresário tucano Ricardo Semler, publicado na Folha de hoje.
Semler reitera que o mérito pelas investigações atingirem a profundidade que se vê, pegando peixes graúdos da estatal e do setor privado, é da presidenta Dilma.
“É ingênuo quem acha que poderia ter acontecido com qualquer presidente. Com bandalheiras vastamente maiores, nunca a Polícia Federal teria tido autonomia para prender corruptos cujos tentáculos levam ao próprio governo.”
(…)Dilma agora lidera a todos nós, e preside o país num momento de muito orgulho e esperança. Deixemos de ser hipócritas e reconheçamos que estamos a andar à frente, e velozmente, neste quesito.”
O tucano, num corajoso ataque à hipocrisia da nossa mídia, afirma ainda que a corrupção não se limita a empresas públicas.
“O que muitos não sabem é que é igualmente difícil vender para muitas montadoras e incontáveis multinacionais sem antes dar propina para o diretor de compras.”
O que se espera das pessoas cujo bom senso ainda não foi devastado pelo ódio partidário, é um pacto pela democracia, dando tempo e espaço para a presidenta Dilma concluir o processo de depuração da Petrobrás.
Ela prometeu em sua campanha que não “sobraria pedra sobre pedra”.
É o que está acontecendo.
Passada a tempestade, o Brasil sairá mais forte e mais limpo.
A Petrobrás adotará protocolos mais transparentes e seguros para impedir a corrupção, deixando para trás o afrouxamento das regras imposto por FHC e defendido por Gilmar Mendes.
Não há mais clima para golpe.
Até mesmo as paranoias sobre um suposto golpe no tribunal eleitoral, a ser dado por Gilmar Mendes, me parecem agora infundadas.
Agora só falta o governo fazer as mudanças que todos esperam, a começar pela comunicação.
Ontem o presidente Obama anunciou medidas que protegerão mais de 5 milhões de imigrantes ilegais nos EUA.
Assistindo a alguns canais de TV fechada, zapeei pela Fox, onde âncoras republicanos atacavam a iniciativa, e pela MSNBC, onde analistas democratas a defendiam.
Em todos os canais, porém, o presidente Obama tinha espaço. Ele aparece falando, longamente, explicando sua política.
Na MSNBC, a âncora entrevista um dos secretários de imprensa da Casa Branca, um gordinho simpático e bem humorado.
Aí eu fiquei pensando novamente que o governo brasileiro deve ser o único do mundo que não tem um porta-voz, não tem um secretário de imprensa, não tem ministros políticos, não tem um relações públicas.
E a imprensa brasileira é a única do mundo que censura o próprio governo do país.
A quem interessa esse tenebroso apagão político do governo?
Esperemos que o escândalo da Petrobrás, onde a mídia, em especial a Globo, ainda tenta construir uma narrativa diabólica, sirva ao menos para que o Executivo acorde para a necessidade de construir canais mais democráticos de comunicação com a sociedade.
Informação de qualidade e acesso ao governo eleito são direitos humanos e políticos de todo o brasileiro.
Não adianta o Mercadante dar entrevista à Miriam Leitão, na Globonews, uma tv fechada à qual poucos brasileiros tem acesso.
É preciso ocupar, democraticamente, as tvs abertas, as rádios, e as redes sociais, e combater o mal do novo século: a desinformação.

Fonte: JL/247
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...