quinta-feira, 20 de abril de 2017

Delegado diz que filho matou a mãe após ela negar dinheiro para comprar droga no PI

Para a polícia, inicialmente o suspeito chegou a simular assalto. Ao registrar boletim de ocorrência, ele caiu em contradição e assumiu o crime.


Um homem de 31 anos foi preso na quarta-feira (19) após confessar ter assassinado com sete facadas a própria mãe, no fim de semana na cidade de Altos, Norte do Piauí, após ela negar dinheiro para comprar drogas. Segundo a polícia, o suspeito apresentou a primeira versão de que bandidos invadiram a casa da vítima e a mataram, depois entrou em contradição e assumiu o crime.


"A ocorrência aconteceu na noite de sábado e inicialmente a investigação era sobre a suspeita de latrocínio, porque segundo o próprio filho, assaltantes invadiram a casa, o amarraram e mataram a mãe para roubar um botijão de gás. Desde então polícias civil e militar começaram a diligenciar atrás dos fatos", contou o delegado Jarbas Lima.


Para o delegado, a primeira versão apresentada pelo filho da vítima era muito estranha e a polícia passou a desconfiar do comportamento dele. Na quarta-feira, o suspeito foi registrar o boletim de ocorrência sobre morte da mãe acompanhado da irmã e ao ser questionado sobre o fato, caiu em contradição, ficou nervoso e acabou confessando o crime.


"Ele já tinha sido visto no dia anterior vendendo o botijão de gás, o que gerou mais suspeita. Outro ponto que achei estranho foi por que bandidos matariam a vítima para roubar este objeto, que tem valor irrisório, só amarrariam o filho e deixaram a testemunha viva?", comentou.


Durante depoimento, o homem alegou que a mãe negou dinheiro para ele comprar drogas e que estava fora si quando a esfaqueou. O mesmo contou ainda que depois do crime ainda dormiu e ao acordar com mãe no chão de casa, decidiu ir atrás de familiares e simulou o assalto.


"Ele diz que estava sob efeito de álcool e remédio controlado, por isso cometeu este homicídio bárbaro. Diante dessa confissão, o suspeito foi preso e está na Delegacia de Altos. Já solicitei a prisão preventiva dele. Para a polícia, o crime que gerou bastante revolta cidade está solucionado, inclusive com a confissão dele", ressaltou Jarbas Lima

Polícia investiga suposto envenenamento de menino após comer bombom em Teresina

Delegada diz que o garoto passou mal e ficou desacordado durante 24 horas após comer um bombom perto de escola
Delegada Luana Alves, da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) (Foto: Ellyo Teixeira/G1)



A Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA) abriu inquérito para investigar um suposto envenenamento de um menino de 11 anos em Teresina. Segundo a delegada Luana Alves, o garoto passou mal e ficou desacordado durante 24 horas após comer um bombom.


O Conselho Tutelar da Zona Leste de Teresina também acompanha o caso. De acordo com o conselheiro Djar Moreira, o menino recebeu o bombom de cor vermelha na terça-feira (18) de um homem perto da escola onde estuda e desde então passou mal apresentando sonolência.


“Fizemos exames no Instituto Médico Legal (IML). A criança foi internada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA), mas desde terça-feira continua com os mesmo sintomas. Ele precisa fazer exame para saber que substância foi essa”, contou o conselheiro.


A delegada afirmou que por enquanto está descartada qualquer relação com jogo baleia azul e acrescentou que imagens de câmeras de segurança estão sendo analisadas com objetivo de identificar este homem.


“O menino disse para a polícia que o único alimento estranho que ingeriu naquele dia foi este bombom dado por um desconhecido. Vamos esperar o resultado dos exames para saber o que de fato aconteceu”, declarou.


A mãe do garoto informou para a polícia e conselheiros tutelares que não é a primeira vez que oferecem bombom para seu filho. Conforme a delegada, o garoto comeu um bombom há dois meses, passou mal e foi tratado em casa. Luana Alves ressaltou que é primeira vez que caso parecido com jogo baleia azul chega à delegacia em Teresina.


De acordo com Wilka Mendes, diretora da UPA do Bairro Renascença, o estado de saúde da criança é estável. "Ele apresenta variações de comportamento como nervosisvo, algumas vezes agressivo e outras aparentemente consciente e orientado. Ainda estamos fazendo um acompanhamento minucioso e ele está sendo medidaco", disse.

Sete Estados têm casos sob suspeita de ligação com Baleia Azul

Pesquisa on-line mostra aumento no interesse por conteúdo ligado ao desafio que propõe mutilação e suicídio

N
o Brasil, 1 em cada 10 adolescentes de 11 a 17 anos acessa conteúdo na internet sobre formas de se ferir - e 1 em cada 20, de se suicidar, segundo o Centro de Estudos Sobre Tecnologias da Informação e Comunicação (Cetic). Depois de postar em sua página no Facebook a frase "a culpa é da baleia", um adolescente de 17 anos tentou se jogar ontem do viaduto sobre a Rodovia Marechal Rondon, em Bauru, interior paulista. Trata-se de mais um caso que envolveria o jogo viral de internet Baleia-Azul, que incita a suicídio e mutilações e já causou alertas policiais e de saúde em oito Estados (SP, PR, MG, MT, PE, PB, RJ e SC).

Pesquisa do Cetic que analisou 19 milhões de internautas brasileiros mostra o avanço das buscas desse público por mutilações (11%) e mortes (6%) no universo online. Os casos mais recentes envolvem o Baleia-Azul. O maior número de registros até agora é na Paraíba, onde a Polícia Militar diz ter identificado 20 adolescentes envolvidos no jogo. O coronel Arnaldo Sobrinho, coordenador do Escritório Brasileiro da Associação Internacional de Prevenção ao Crime Cibernético, relatou tentativas de suicídio e mutilação de adolescentes em João Pessoa e nas cidades de Campina Grande e Guarabira.
A origem e até a existência do suposto jogo, com 50 níveis de dificuldade, tendo o suicídio como resultado final, é polêmica. Seu nome deriva da espécie presente nos Oceanos Atlântico, Pacífico, Antártico e Índico que chega a procurar as praias, por vontade própria, para morrer.
As primeiras informações, de 2015, relatavam um jogo de incentivo ao suicídio propagado pelo Vkontakte (VK), o Facebook russo. Posteriormente, entidades denunciaram o caso como "fake news" (notícia falsa), mas o viral não para de avançar. Participantes surgem em grupos fechados, selecionados de madrugada. Na sequência, o administrador, ou "curador", lança desafios, que já provocaram problemas em diversos países, incluindo Espanha e França.
Polícia. O problema tem ganhado contornos reais e policiais. Em São Paulo, o caso de Bauru não é isolado. Na semana passada, um adolescente de 13 anos tentou se matar, em Jaú, cortando braços com lâmina de barbear. Uma irmã contou que o garoto andava depressivo e excluiu a família das redes sociais. A mãe conseguiu entrar no notebook do jovem apenas no dia seguinte e notou a associação com o baleia-azul.
E os casos se espalham pelo País. No Paraná, Priscila (nome fictício), de 25 anos, decidiu entrar no jogo para investigá-lo porque estava preocupada com a irmã, de 11 anos - e se assustou. "Não consegui chegar até o fim, são mensagens pesadas, que nos incitam a fazer mal para pessoas que amamos. É agressivo, intenso, mas precisei entrar para saber o perigo."
O Paraná registrou a entrada de oito adolescentes entre 13 e 17 anos (quatro meninos e quatro meninas), na madrugada de ontem, nas unidades de saúde de Curitiba - cinco por tentativa de suicídio por medicamentos e três por automutilação. O secretário estadual de Segurança, Wagner Mesquita, afirmou que um dos jovens relatou a participação no jogo.
"Nossa investigação vai em busca dos responsáveis para enquadrá-los por incitação ao suicídio", disse ele. O crime, previsto no artigo 122 do Código Penal, tem pena de 2 a 6 anos de reclusão. "Vamos trocar informações com outros Estados."
Em Pernambuco, a Polícia Federal lançou um vídeo na internet e montou equipes anteontem para ir a escolas fazer alertas. Em menos de uma semana, a polícia catarinense atendeu nove casos de mutilações, instigados pelo Baleia-Azul e lançará uma campanha de conscientização. Já a região nordeste de Mato Grosso está em alerta. Além de investigar a morte de Maria Oliveira de 16 anos, há 15 dias, a PM identificou uma suposta comunidade ligada ao jogo com cerca de 350 participantes.
Em Minas, a Polícia Civil investiga dois suicídios, o de um jovem de 19 anos, de Pará de Minas (região centro-oeste), e de um rapaz de 16 anos, de Belo Horizonte. No Rio, há dois casos de aliciamento do jogo sendo apurados pela Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática.


Fonte: JL/Notícias ao Minuto

Caixa pagou mais de R$ 15 bilhões das contas inativas do FGTS

Mais de 9,5 milhões de trabalhadores já sacaram os valores a que tem direito nas contas inativas do FGTS, o que representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período

A
té esta quarta-feira (19) a Caixa Econômica Federal já pagou mais de R$ 15,1 bilhões para trabalhadores nascidos entre janeiro e maio beneficiados pela Medida Provisória (MP) 763/2016, que permitiu o saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O valor pago equivale a 83,2% do total inicialmente previsto (R$ 18,1 bilhões) para o período.

Mais de 9,5 milhões de trabalhadores já sacaram os valores a que tem direito nas contas inativas do FGTS, o que representa 76% das 12,5 milhões de pessoas nascidas no período. A previsão é que 30,2 milhões de trabalhadores sejam beneficiados com a medida e possam sacar um total de R$ 43,6 bilhões.


Fonte: JL/Notícias ao Minuto

Prefeito Ronaldo Gomes deve mandar cancelar licitação do transporte escolar em Luzilândia

Segundo a documentação da licitação, as fontes de recursos para pagar a firma vencedora da respectiva licitação serão do FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS (FPM), RECEITA PRÓPRIA, FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO (FNDE) e outras receittas tributárias



De acordo com o "Termo de Adjudicação" e o "Extrato de Contrato" (documentos acima) da Prefeitura Municipal de Luzilândia, A. VIANA DOS SANTOS-ME, com CNPJ n. 07.608.931/0001-16 e sede à Avenida Governadora Roseana Sarney, n. 15, no centro de Santana, Maranhão, foi a empresa vencedora da licitação para a "Prestação de Serviços de Transporte Escolar do Município de Luzilândia", pelo valor mensal de R$ 135.000,00 (cento e trinta e cinco mil reais), com prazo de validade para 12 (doze) meses, totalizando R$ 1.620.000,00.
Segundo a documentação da licitação, as fontes de recursos para pagar a firma vencedora da respectiva licitação serão do FUNDO DE PARTICIPAÇÃO DOS MUNICÍPIOS (FPM), RECEITA PRÓPRIA, FUNDO NACIONAL DE DESENVOLVIMENTO DA EDUCAÇÃO (FNDE) e outras receitas tributárias.

Nas fontes para pagamento dos serviços, há recursos federais oriundos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação, instituído pela Lei Federal n. 10.520, de 17 de julho de 2002, no âmbito da União, dos Estados, do Distrito Federal e dos Municípios, nos termos do art. 37, inciso XXI, da Constituição Federal, a modalidade de licitação denominada pregão, para aquisição de bens e serviços comuns para a Educação, entre os quais o transporte escolar.

O Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), autarquia federal criada pela Lei nº 5.537, de 21 de novembro de 1968, e alterada pelo Decreto–Lei nº 872, de 15 de setembro de 1969, é responsável pela execução de políticas educacionais do Ministério da Educação (MEC).

A grande missão do FNDE é transferir recursos financeiros e prestar assistência técnica aos estados, municípios e ao Distrito Federal, para garantir uma educação de qualidade a todos. Os repasses de dinheiro são divididos em constitucionais, automáticos e voluntários (convênios).
Além de inovar o modelo de compras governamentais, os diversos projetos e programas em execução, com atuação forte e abrangente, fazem do FNDE uma instituição de referência e o principal órgão de execução de políticas educacionais.

A fiscalização dos recursos disponibilizados pelo FNDE é de competência da Justiça Federal, cabendo ao Procurador Federal determinar as investigações e os inquéritos civis para apuração de responsabilidades. No Piauí, o procurador designado é o doutor Kelston Lages..

A empresa A. VIANA DOS SANTOS-ME, constituída com o nome de fantasia JEFTER TRANSPORTES, foi aberta no vizinho Estado do Maranhão, mais precisamente na cidade de Santana, em data de 2/8/2005, com Natureza JurídicaEmpresário Individual - Código 2135, cuja atividade econômica é Transporte Escolar, sob o registro no Classificação Nacional de Atividades Econômicas – CNAE - 4924800.

A empresa vencedora em Luzilândia já prestou serviços para a Prefeitura Municipal de Buriti, no Estado do Maranhão. Veja:
SEGUNDO TERMO ADITIVO DO CONTRATO Nº 011/2015. DATA DE ASSINATURA: 4/1/2015. PARTES : Secretaria Municipal de Saúde/Prefeitura Municipal de Buriti/MA. CNPJ nº 11.463.931/ 0001-00 - CONTRATANTE . A Viana dos Santos - ME. CNPJ nº 07.608.931/0001-16 - CONTRATADA. OBJETO: o presente Termo Aditivo, objetiva a alteração contratual (aumento), no quantitativo em 25% (vinte cinco por cento) em todos os itens do Contrato supracitado tendo um aumento no valor real de R$ 81.000,00 (oitenta e um mil reais), nos termos do art. 65, inciso I, alínea b parágrafo 1º, da Lei Federal nº 8.666/93, passando o Contrato a ter o valor total de R$ 405.000,00 (quatrocentos e cinco mil reais). ORIUNDO DO : PP 005/ 2015. OBJETO DA LICITAÇÃO : Contratação dos Serviços de Aluguel de Veículos para a Manutenção e Funcionamento do PSF (programa saúde da família) do Município de Buriti/MA. BASE LEGAL : Lei Federal nº 10.520/02 e suas alterações posteriores, Lei Federal nº 8.666/ 93 suas alterações posteriores. Buriti/MA 12 de janeiro de 2016. RAFAEL MESQUITA BRASIL - Prefeito Municipal (Diário Oficial do Estado do Maranhão - extraído pelo Jusbrasil)


Fotos da sede da Jefter Transportes em Santana-Ma
Em Buriti, segundo as denúncias publicadas por Gilberto Léda, a referida empresa foi acusada de usar "notas frias" em todas as secretarias investigadas. Segundo ainda Léda, a empresa tem como "homem forte" um conhecido por "vereador VIANA", de Santana do Maranhão.
As denúncias também apontam para um "ricaço" chamado Adarias, que dava cobertura aos desvios, inclusive com a cobrança de "deságios" em órgãos públicos de municípios maranhenses, extorquindo comerciantes e fornecedores.
O denunciante relaciona os valores da época:
JEFTER TRANSPORTE – A VIANA DOS SANTOS - R$ 252.500,00 - 2014 FPM
JEFTER TRANSPORTE – A.VIANA DOS SANTOS - R$ 81.000,00 - 2014 FUS
JEFTER TRANSPORTE – A.VIANA DOS SANTOS - R$ 28.000 ,00 - 2014 ECD
JEFTER TRANSPORTE – A.VIANA DOS SANTOS - R$ 872.100,00 - 2014 FUNDEB

Eleito empunhando a "bandeira da moralidade", o prefeito de Luzilândia, Ronaldo Gomes, talvez não saiba dos fatos que possam envolver a empresa. Que até prova em contrário deve, sim, merecer idoneidade e credibilidade. No entanto, existem as denúncias e devem ser investigadas, para que não perdurem dúvidas sobre a prestação dos serviços.

Ronaldo é filho de uma família decente e deve, com urgência, determinar uma "varredura" para se inteirar sobre os possíveis efeitos dessa contratação na Justiça Federal. E, se possível, cancelar o ato até a conclusão de uma investigação. Afinal, trata-se do envolvimento de recursos federais na licitação. Antes que o caso chegue ao conhecimento das autoridades federais.

O Jornal Luzilândia tentou manter contato com a Prefeitura Municipal de Luzilândia e com o prefeito através do telefone 086-21-3393-1173 e não conseguiu.


Fonte: JL/Sinopse

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Beneficiários do Bolsa Família de Cocal recebem orientações da Prefeitura

Ainda foi promovida uma manhã de acompanhamento aos beneficiários do Plano Bolsa Família. O encontro aconteceu na sede do programa em Cocal. Na ocasião, a psicóloga Francisca Veras conversou com as pessoas sobre a política de atendimento Secretaria Municipal de Assistência Social, seus locais de atendimento, focando para os serviços ofertados pelo Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS).


Durante o encontro foram discutidos temas como violência contra a mulher, criança e adolescente; como o adulto pode reconhecer os sinais de abuso e a quem recorrer, com total sigilo e as atitudes que devem ser tomadas nestes casos. Os participantes, em sua maioria, mulheres, tiveram oportunidade de opinar e esclarecer suas dúvidas sobre o assunto.


A psicóloga Francisca Veras explica que orientar a população sobre como agir em casos de violência doméstica e abuso sexual é muito importante. "A maioria das pessoas não sabe como agir em situações dessa natureza, têm medo e vergonha. Por isso nós precisamos abordar o tema junto a comunidade e orientar a população sobre quem procurar e explicar que eles receberam todo o suporte e apoio necessário", finaliza.

Cocal planeja ampliar atendimento do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos

A Prefeitura de Cocal, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, está realizando diagnóstico de público com famílias do bairro Santa Teresinha, com o objetivo de ampliar a abrangência do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV). Após a conclusão do diagnóstico, a Prefeitura vai estudar estratégias de ação para iniciar a ampliação do serviço.


Nesta terça-feira (18), a psicóloga do Cras, Hosana Brito, realizou uma palestra para os moradores do bairro Santa Teresinha sobre o papel da Secretaria Municipal de Assistência Social, do Centro de Referência da Assistência Social (Cras), do  Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) e do Plano Bolsa Família.

"Foi enfatizado especificamente sobre o que é o Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) e o seu papel amplo de fortalecer os vínculos com a família,  na escola e na sociedade em geral. Na ocasião, devido à demanda do Bairro Santa Teresinha, foi realizada uma pré-inscrição para as crianças e adolescentes da referida área", explica a psicóloga Hosana Brito.

As famílias residentes no bairro Santa Teresinha que tem crianças e adolescente e são beneficiárias do Bolsa Família podem se dirigir à sede do CRAS, localizado na Rua Carmélia Dutra, 343, no centro de Cocal, para realizar o pré-cadastro. É necessária a apresentação do cartão do Bolsa Família e documentos pessoais.

Cronograma de desligamento da TV analógica deve ser adiado

Grupo coordenado pela Anatel votou pelo adiamento do desligamento de Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e interior de São Paulo. Kassab precisa oficializar decisão.
O Grupo de Implantação do Processo de Distribuição e Digitalização de Canais de TV (Gired), coordenado pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), propôs o adiamento do desligamento da TV analógica em Fortaleza, Salvador, Belo Horizonte e no interior de São Paulo. A proposta do Gired ainda precisa ser oficializada pelo ministro de Ciência, Tecnologia, Inovação e Comunicações, Gilberto Kassab.


Com a confirmação do adiamento, o desligamento de Fortaleza e Salvador passaria de julho para setembro. Já o de Belo Horizonte passaria de julho para a segunda semana de novembro. No interior de São Paulo passaria de setembro para a quarta semana de novembro.


O grupo manteve o desligamento de Goiânia e mais 28 municípios de Goiás para o dia 31 de maio. O desligamento da TV analógica em Recife foi mantido para julho e o do Rio de Janeiro e Vitória continua agendado para o mês de outubro.


Segundo a Anatel, a principal razão apontada por algumas emissoras para pedir o adiamento foi que há problemas técnicos para a instalação de estações de televisão em Belo Horizonte e no interior de São Paulo.




Fim do sinal

O sinal analógico de TV já foi desligado em Brasília, em nove municípios do entorno da capital, em Rio Verde (GO), São Paulo e outros 38 municípios vizinhos à capital paulista.

Após acusações de assédio, Fox News diz que Bill O'Reilly não voltará à emissora


Bill O'Reilly recebeu cinco acusações de assédio. Jornalista e Fox News pagaram US$ 13 milhões em troca de silêncio das mulheres, segundo o "New York Times".
Apresentador da Fox News Bill O'Reilly foi acusado de assédio sexual por várias mulheres (Foto: Richard Drew/AP)



O apresentador da Fox News Bill O'Reilly, está fora do canal Fox News após ser acusado de assédio sexual por cinco mulheres, informa a empresa 21st Century Fox nesta quarta-feira (19).


"Depois de uma completa e cuidados análise das alegações, a Companhia e Bill O'Reilly concordaram que Bill O'Reilly não vai retornar ao canal Fox News", diz o comunicado da empresa.


Ele deveria voltar de férias na próxima segunda-feira, segundo a Associated Press. O'Reilly está na Itália, onde se encontrou com o Papa Francisco nesta quarta.
Bill O'Reilly cumprimenta o Papa Francisco durante missa desta quarta-feira (19) na Praça de São Pedro, no Vaticano (Foto: Romano/Handout via REUTERS )


No início deste mês, o jornal "New York Times" revelou ter conhecimento de três novos casos de suposto assédio sexual que envolvem o apresentador, somando-se a dois casos já conhecidos.


No total, Bill O'Reilly e a Fox News desembolsaram US$ 13 milhões para estas cinco mulheres em troca de seu silêncio e de não apresentar processos contra a estrela da emissora, segundo a reportagem.


Em um comunicado publicado após a informação do "New York Times", O'Reilly não negou diretamente as acusações, mas disse que "como todas as personalidades visíveis e controvertidas, sou vulnerável a denúncias de indivíduos que querem que pague para defender minha reputação".


O'Reilly comandava o "The O'Reilly Factor", que era de longe o programa mais visto nas emissoras de informação nos Estados Unidos, com uma média de 3,98 milhões de espectadores no primeiro trimestre de 2017, segundo o site especializado Adweek.



Há duas semanas, o presidente americano Donald Trump defendeu O'Reilly em uma entrevista ao "New York Times", avaliando que o jornalista é "uma boa pessoa".


"Não acredito que Bill tenha feito qualquer coisa incorreta. É uma pessoa que conheço bem, uma boa pessoa", disse.


Durante a campanha eleitoral, Trump defendeu o então chefe da Fox News, Roger Ailes, também acusado de assédio sexual e que acabou sendo destituído, em julho.

Tiririca escreveu carta de repúdio a políticos na lista da Odebrecht pedindo limpeza geral em 2018? Não é verdade!

Carta tem viralizado nas redes sociais. Assessoria do deputado nega que ele seja o autor da publicação.



Uma carta atribuída ao deputado federal Tiririca (PR-SP) com crítica aos políticos envolvidos nas delações da Lava Jato e pedindo uma limpeza geral em 2018 viralizou no Whatsapp e no Facebook. Mas ela é falsa.


O texto diz que o deputado surpreendeu o meio político com as declarações. No início, ele diz: "Quem escreve aqui não é o palhaço nem o deputado. Quem escreve aqui é o cidadão que está frustrado com tudo isso que virou o país".
De acordo com a assessoria de imprensa do deputado, a carta não é verdadeira. "Ele não fez nenhuma declaração [sobre a divulgação da lista de Fachin]. Uma outra vez já fizeram uma carta e também atribuíram a ele. E ela também era falsa", diz a assessora de Tiririca.


No início de abril, uma notícia falsa atribuiu a Tiririca uma mensagem em que ele fazia um desabafo sobre os gastos com os gabinetes parlamentares, apresentando números exagerados. O parlamentar desmentiu a notícia.


Nascido em Itapipoca, no Ceará, o humorista Francisco Everardo Oliveira, o Tiririca, de 52 anos, foi eleito deputado federal por São Paulo em 2011. Ele foi reeleito em 2015 para um novo mandato até 2019 e integra a bancada do Partido da República.
Notícia falsa sobre Tiririca na internet (Foto: Reprodução)



Veja a mensagem que vem viralizando nas redes sociais:


"O deputado federal Francisco Everardo, mais conhecido como Tiririca, surpreendeu o meio político com uma carta emocionante e emocionada em que revela sua frustração com o meio político. A carta 'Amigos e Amigas deste Brasil de meu Deus'. "Quem escreve aqui não é o palhaço nem o deputado. Quem escreve aqui é o cidadão que está frustrado com tudo isso que virou o país. Como todos sabem eu fiz a minha vida no circo. No circo vivi muitos dias de fome. Dias em que a bilheteria não rendia nem o dinheiro do pão. Dias em que subi ao picadeiro com fome e doente. Houve um dia em que a bilheteria rendeu apenas R$ 32. Éramos um grupo de 41 profissionais. A partilha daria menos de R$ 1 por pessoa. Só que em nosso grupo tínhamos uma companheira doente. Pedi ao grupo que doasse todo o cachê para esta trapezista que precisava de comprar um remédio controlado, que na época custava quase R$ 50. O dono da farmácia compreendeu e deixou que pagássemos o resto quando tivéssemos dinheiro. E assim foi. Honramos nossa dívida e pagamos com o suor de nosso trabalho. Isso é o circo. Lugar que a gente aprende a dividir e se doar. Na política a cada dia vejo que não é assim. Cada um quer tirar pra si. Quanto mais melhor. Não importa quantas pessoas morram de fome ou nos corredores de hospitais. O importante é se eleger na próxima eleição e garantir a boa vida de sua família. O problema não é da Esquerda nem da Direita. A lista da Odebrecht mostrou que tem ladrão dos dois lados. O que está faltando nos políticos não é ideologia, é decência. Está faltando pra esta cambada é entender que eles estão lá pra servir ao povo, e não pra se servir do dinheiro do povo. Infelizmente até muita gente que se elege em nome de Deus chega lá dentro e faz pacto com a ladroagem e a bandidagem. Peço ao Brasil que ore para o Senhor ter compaixão do juiz Sergio Moro e o proteja de todo o mal. Este homem tem que prender todos os bandidos que roubaram a Petrobrás, o BNDES, a Previdência e a esperança dos brasileiros. Um dia minha mãezinha me disse: 'Filho, os injustos não herdarão o reino de Deus. Eu preciso ter você comigo na eternidade. Faça o que quiser de sua vida mas lembre-se que eu preciso de você comigo no Céu'. Por Deus, por minha mãezinha e pelo povo brasileiro eu sou o mais honesto possível. Só não estou conseguindo 'amar o próximo', a minha vontade é esganar estes canalhas. Mas 2018 está bem perto. O povo precisa fazer uma limpeza geral da classe política. Não adianta a Justiça condenar se o povo absolve. Fiquem com Deus!!!"
Trecho de mensagem com carta atribuída a Tiririca (Foto: Reproudção/ Whatsapp)


É ou não é?’, seção de fact-checking (checagem de fatos) do G1, tem como objetivo conferir os discursos de políticos e outras personalidades públicas e atestar a veracidade de notícias e informações espalhadas pelas redes sociais e pela web. Sugestões podem ser enviadas pelo VC no G1, pelo Fale Conosco ou pelo Whatsapp/Viber, no telefone (11) 94200-4444, com a hashtag #eounaoe (caso prefira, a hashtag pode ser enviada logo após a mensagem também!)

Câmara de SP aprova lei que multa em R$ 500 quem for flagrado fazendo xixi nas ruas

Para entrar em vigor, projeto de lei deve ser sancionado pelo prefeito João Doria (PSDB). A lei também prevê advertência para casos excepcionais.

Por Tatiana Santiago, G1 São Paulo
Folião é flagrado fazendo xixi na rua durante Carnaval (Foto: GloboNews/Reprodução)



A Câmara Municipal de São Paulo aprovou na tarde desta quarta-feira (19) o projeto de lei que pune quem for flagrado fazendo xixi nas ruas da cidade. O infrator terá que pagar uma multa no valor de R$ 500.


O projeto, de autoria do vereador Caio Miranda (PSB), foi aprovado em segunda votação por 48 votos a favor e 2 votos contrários. Para entrar em vigor é necessário a sanção do prefeito João Doria (PSDB).


“O objetivo é conscientizar a população para adquirir hábitos de não urinar nas ruas e em grandes eventos como no carnaval de rua, Virada Cultural, Parada LGBT e no entorno dos estádios de futebol em dias de jogos. O brasileiro só responde quando a sanção pesa no bolso”, afirmou o vereador Caio Miranda (PSB). Ele cita como exemplo a lateral do estádio do Pacaembu, que é tombado pelo Patrimônio Histórico, vira um banheiro improvisado nos dias de jogo.


A fiscalização será feita pelos fiscais das subprefeituras e deve ter apoio da Guarda Civil Metropolitana (GCM). O infrator receberá multa através do número do seu CPF. Em caso de não pagamento da multa, o infrator notificado poderá ter seu nome inserido no cadastro de inadimplentes do Serasa.


Também estão previstas advertências em casos excepcionais, em que o infrator não consegue conter a urina como nos casos de idosos, crianças, moradores de rua e pessoas com incontingência urinária. “É uma questão de bom senso porque o objetivo não é pegar uma condição isolada. Se a pessoa for multada injustamente ela poderá recorrer”, declarou o vereador.


De acordo com o projeto, o valor da multa será reajustado anualmente pelo IPCA (Índice de Preços Amplo ao Consumidor). O valor arrecadado será destinado ao Fundo Municipal de Limpeza Urbana.


Se for sancionada, a lei terá um prazo de 90 dias de regulamentação.
Homem é flagrado urinando perto de barraca de pipoqueiro na rua Consolação, no Centro de SP, durante o carnaval deste ano (Foto: Glauco Araújo/G1)

Vereador de Itajaí é condenado por imagem de relação sexual com adolescente em 2011

Político, filiado ao PSDB, afirma que namorava ex-aluna de 17 anos em 2011 com o consentimento dos pais dela.

Por G1 SC

Vereador de Itajaí foi condenado em primeira instância a sete anos



O vereador José Acácio da Rocha (PSDB), o Professor Acácio, de Itajaí, foi condenado em primeira instância a sete anos de prisão em regime semiaberto. Conforme a RBS TV, ele teria divulgado imagem de relação sexual com uma adolescente, que já havia sido aluna dele. A denúncia foi feita pelo Ministério Público em 2011. Na época, segundo a defesa do vereador, hoje com 45 anos, a adolescente tinha 17 anos.


O advogado do vereador, Claudinei Fernandes, afirmou que a defesa não reconhece os delitos apontados e que vai recorrer. A divulgação de um vídeo é contestada pelo advogado. Em nota, o vereador afirma que "era alguém solteiro e namorava uma adolescente com o consentimento dos pais em uma relação pública".


De acordo com o Ministério Público, a condenação ocorreu no dia 27 de março e ainda não foi publicada. O caso corre em segredo de Justiça. Na época, Acácio dava aulas de educação física.




Partido pediu para ele se licenciar




Conforme a RBS TV, pela lei orgânica de Itajaí não há impedimento para que ele continue cumprindo o mandato de vereador, mas a pedido do partido em Itajaí, José Acácio deverá pedir licença das atividades partidárias e mandato pra apresentar os recursos.


"Por unanimidade dos presentes, a Comissão provisória deliberou pela recomendação de licença temporária das atividades partidárias e do mandato de vereador, de modo que as informações oficiais possam ser obtidas de forma mais clara e justa", diz nota assinada pelo presidente do PSDB de Itajaí, Cícero Zucco. O advogado dele não confirmou a informação.




Leia íntegra da nota divulgada pelo vereador




"Sempre me pautei na vida pessoal e profissional pela personalidade forte e principalmente por assumir minhas responsabilidades, razão que me levou a chegar aonde cheguei.


Assim, desde que fui confrontado com o que ocorreu, mantive a verdade tanto na via judicial como extra judicial, ou seja, era alguém solteiro e namorava uma adolescente com o consentimento dos pais em uma relação pública.

Doria encontra Papa no Vaticano e pede para rever decisão de não vir ao Brasil

Em carta a Temer, Papa Francisco disse que não iria ao país e se mostrou preocupado com os pobres 'que pagam preço mais amargo'. 'Muito atencioso', disse prefeito sobre pontífice.

João Doria se encontrou com o Papa Francisco, no Vaticano, nesta quarta (19)


O prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), encontrou o Papa Francisco no Vaticano, na manhã desta quarta-feira (19), e pediu ao pontífice que revisse a decisão de não vir ao Brasil em outubro. O tucano foi à Basílica de São Pedro acompanhado da mulher, Bia Doria, e da filha, Carolina.


O Papa Francisco era esperado no país em razão da celebração dos 300 anos da aparição de Nossa Senhora Aparecida, mas acabou cancelando a visita. A decisão, na opinião de Doria, não foi a mais acertada. “Talvez não tenha havido aí uma orientação adequada ao Santo Padre, porque não estar presente em uma data tão importante como essa, na maior nação católica do mundo, não me parece a melhor medida. Mas quem sou eu para julgar o Papa?”, explicou.

O tucano aproveitou o encontro com Sua Santidade para lhe entregar um presente e pedir que reavaliasse o cancelamento. “Ofereci a camisa da seleção brasileira assinada por todos os jogadores. Por fim, ao entregar a bandeira brasileira a ele, eu disse ‘Santo padre, eu gostaria de pedir, em nome do povo brasileiro, que o senhor pudesse revisar sua decisão de não ir ao Brasil no próximo mês de outubro”, contou.


O prefeito diz que não recebeu uma resposta definitiva. Segundo Doria, o pontífice admitiu, no entanto, que seria “difícil” uma mudança nos planos. O tucano afirma que ainda tentou argumentar: “Tomei a liberdade de dizer ‘Santo Padre, difícil não é impossível. Se o senhor puder reconsiderar, milhões de brasileiros vão saudá-lo por essa decisão’. Ele disse ‘Vamos ver, mas o Brasil terá sempre as minhas bênçãos’”.


Em carta enviada ao presidente Michel Temer, o Papa Francisco avisou que, por causa da agenda intensa, não poderia visitar o país. Sua Santidade também falou sobre a crise que o Brasil enfrenta: "Sei bem que a crise que o país enfrenta não é de simples solução, uma vez que tem raízes sócio-político-econômicas, e não corresponde à Igreja nem ao Papa dar uma receita concreta para resolver algo tão complexo".


O Papa ainda fez uma reflexão sobre a situação social do Brasil na carta: "Não posso deixar de pensar em tantas pessoas, sobretudo nos mais pobres, que muitas vezes se veem completamente abandonados e costumam ser aqueles que pagam o preço mais amargo e dilacerante de algumas soluções fáceis e superficiais para crises que vão muito além da esfera meramente financeira".


Em vídeo divulgado no Facebook, Doria se disse emocionado com o encontro com Sua Santidade. “Privilégio de estar com o Papa Francisco. Ele foi muito atencioso. Foi tranquilo. Não mostrou pressa, nem ansiedade. Me ouviu com calma. Eu primeiro me apresentei. Quem eu era, de onde eu era e porquê eu estava aqui", contou aos seguidores.

Piauí tem 164 cidades sem notificação de casos de dengue, diz Sesapi

Casos de dengue reduziram 76,2% no Piauí entre janeiro e 18 de abril, em comparação com o mesmo período do ano passado.

Por G1 PI
Melhor forma de combater  mosquito Aedes aegypti é se prevenindo (Foto: Divulgação)



Segundo dados da secretaria de estado de Saúde (Sesapi), 164 municípios (73,2%) não notificaram casos suspeitos de dengue neste ano. Os dados mostram ainda a inexistência de casos de dengue grave ou com sinais de alarme e nenhum óbito notificado.


De acordo com o boletim epidemiológico, em 2017, foram notificados 574 casos prováveis de dengue em 60 municípios, uma redução de 76,2%, quando comparado ao mesmo período de 2016, que teve 2.413 casos, em 122 municípios.


“A população deve manter as medidas de prevenção, como verificar se a caixa d’água está bem fechada, não descartar lixo em terrenos baldios e manter a lata de lixo sempre bem fechada, não acumular água em vasilhames, colocar areia nos pratos dos vasos de planta, entre outras iniciativas que auxiliam no controle da doença”, disse o coordenador da dengue, Antônio Manuel Araújo.


Dentre os municípios com maior incidência da doença estão Cocal de Telha (64,9%), Capitão de Campos (62,3%), Pedro II (49,9%), Barra D’Alcântara (25,7%) e Arraial (21,4%). Já as cidades que registraram maior número de casos prováveis foram Teresina (32), Pedro II (19), Parnaíba (11), Capitão de Campos (07) e Picos (06).


Em relação à chikungunya, foram 133 casos, em 14 municípios, redução de 66% em relação ao mesmo período de 2016. Os dados da zika e microcefalia apontam que não houve casos notificados neste período, nem registro de óbitos.

Senado aprova PL que torna inelegível condenados por exploração sexual infantil

A matéria estava em regime de urgência e foi votada por 68 votos favoráveis e um contrário

O
plenário do Senado aprovou hoje (19) o projeto de lei que torna inelegível pessoas condenadas por envolvimento direto ou indireto com exploração sexual de crianças e adolescentes. A matéria estava em regime de urgência e foi votada por 68 votos favoráveis e um contrário.
 
O projeto é de autoria de Cristovam Buarque (PPS-DF) e teve como relator o senador Magno Malta (PR-ES). Em seu relatório, Malta argumentou que um cidadão processado por envolvimento com prostituição infantil não tem conduta compatível com a moralidade exigida para um cargo público eletivo.
O texto aprovado inicialmente na Comissão de Constituição e Justiça previa que a inelegibilidade somente teria início se o Ministério Público oferecesse a denúncia e o Poder Judiciário a recebesse. Isso ocorre se a autoridade judicial constatar a presença dos elementos mínimos necessários para instaurar a instrução criminal e a inexistência de fatores que ensejam a rejeição da denúncia.
No entanto, por acordo, o relator acatou emenda apresentada no plenário para que a inelegibilidade ocorra somente após condenação por órgão colegiado, nos mesmos termos que a  Lei da Ficha Limpa estabelece para outros casos de inelegibilidade.
O texto seguirá agora para a Câmara dos Deputados.


Fonte: JL/Agência Brasil
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...