sexta-feira, 14 de maio de 2021

Robert Rios chama Sílvio Mendes de “pústula” e ex-prefeito rebate: “não lhe temo nem fisicamente”

Um embate entre o ex-prefeito Sílvio Mendes e o vice-prefeito de Teresina, Robert Rios, que começou nesta quinta-feira (13) após matéria publicada no GP1, foi parar nas redes sociais.

Tudo começou quando Sílvio Mendes criticou o rompimento de contrato da Prefeitura de Teresina com a Orquestra Sinfônica e chamou Robert de mentiroso. Em resposta, o secretário de Finanças da capital gravou um vídeo, que foi compartilhado no grupo “Xico Prime”, chamando o médico de “pústula”.

Robert chama Sílvio Mendes de “pústula” e ex-prefeito rebate: “não lhe temo nem fisicamente”

Robert Rios, que está na praia, disse que na segunda-feira (17) vai retornar a Teresina para dizer quem realmente é Sílvio Mendes. “Estou voltando para Teresina segunda-feira, e segunda-feira vou mostrar a Teresina quem é Sílvio Mendes. Sílvio Mendes é um pústula, que Teresina precisa conhecer”, afirmou o vice-prefeito da capital.

Logo após o vídeo circular nas redes sociais, o ex-prefeito de Teresina não deixou por menos e contra-atacou Robert Rios, em mensagem publicada na página O Piauiense, no Instagram.

Sílvio Mendes afirmou não ter medo de Robert Rios e disse que eles podem inclusive marcar um encontro pessoalmente.

“Senhor Dr. Robert Rios Magalhães, vice-prefeito de Teresina, secretário de Finanças e também de Comunicação, gozando um fim de semana a partir da quinta-feira na praia, como demonstração de que não tem o que fazer na gestão da cidade, vossa excelência sabe que não lhe temo, nem fisicamente. Já tivemos desencontro semelhante, tratado no Bar do Mijo, lembra? Fico lhe aguardando. Pode até marcar encontro pessoalmente. Ao seu dispor”, declarou Sílvio Mendes em resposta.

Resposta de Sílvio Mendes
Resposta de Sílvio Mendes

Piauí Empresas de fachada desviaram R$ 10 milhões no Piauí, diz GAECO

 Dentre os alvos da operação estão o ex-prefeito de Elesbão Veloso, Ronaldo Barbosa, e um ex-


O Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO), do Ministério Público do Estado do Piauí, deflagrou nesta sexta-feira (14) operação contra a atuação de uma organização criminosa investigada por desvio de recursos públicos em Elesbão Veloso e outros municípios piauienses.

Dentre os alvos da operação estão o ex-prefeito de Elesbão Veloso, Ronaldo Barbosa, e o ex-pregoeiro do município, William Oliveira. Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão.

Foto: Divulgação/AscomOperação do Gaeco
Operação do Gaeco

De acordo com o GAECO, a investigação constatou a criação de pessoas jurídicas de fachada, que receberam recursos públicos tanto de Elesbão Veloso quanto de outros municípios piauienses, em contratos que ainda estão em vigor. O valor estimado passa de R$ 10 milhões.

Foi apurado ainda pagamento de propina a servidores públicos ligados à gestão municipal de Elesbão Veloso e pagamentos suspeitos realizados a parentes do ex-prefeito municipal investigado, Ronaldo Barbosa, além de lavagem de dinheiro com uso de laranjas.

Foto: Divulgação/AscomCumprimento do mandado em Teresina
Cumprimento do mandado em Teresina

A operação objetiva produzir provas e fazer cessar a atuação de uma organização criminosa investigada por desvio de recursos públicos em Elesbão Veloso e outros municípios piauienses, envolvendo serviços de coleta de lixo, locações de veículos e obras.

Participaram da operação membros da Polícia Civil do Piauí, Polícia Militar do Piauí, do Tribunal de Contas do Estado do Piauí, além da Polícia Rodoviária Federal.

Mais conteúdo sobre:

segunda-feira, 10 de maio de 2021

Piauí Ciro Nogueira confirma que Bolsonaro virá ao Piauí no próximo dia 20

 


Por meio de uma publicação nas redes sociais nesta manhã, o senador confirmou a vinda de Jair Bolsonaro para a inauguração da ponte que liga a cidade de Santa Filomena.

 

Nesta segunda-feira (10), o senador e presidente nacional do Progressistas, Ciro Nogueira, confirmou que o presidente Jair Bolsonaro virá ao Piauí no próximo dia 20 de maio para inaugurar uma ponte na cidade de Santa Filomena, região Sul do estado.

Por meio de uma publicação nas redes sociais nesta manhã, o senador confirmou a vinda de Jair Bolsonaro para a inauguração da ponte que liga a cidade de Santa Filomena ao município de Alto Parnaíba, no estado do Maranhão. Segundo Ciro, a obra de construção da nova ponte é um sonho de mais de 50 anos e vai ser de grande importância para o desenvolvimento do Sul do Piauí.

“Acabamos de receber a confirmação do nosso presidente Bolsonaro que está no estado do Piauí no dia 20 para a inauguração da nossa sonhada ponte na cidade de Santa Filomena. Um alegria muito grande poder receber o nosso presidente para agradecer a um sonho de mais de 50 anos do nosso estado que vai levar muito desenvolvimento para uma região tão produtora e tão carente de desenvolvimento como o extremo Sul do estado”, disse Ciro na publicação.

Em entrevista ao Viagora, o senador Elmano Férrer (Progressistas) já havia confirmado o desejo do presidente de vir ao Piauí para a inauguração, mas que devido a pandemia a agenda de Bolsonaro havia sido suspensa e a inauguração, que estava prevista para o mês de março, havia sido adiada.

Confira a publicação do senador Ciro Nogueira:

Mais conteúdo sobre:

 

Teresa Brito busca assinaturas para CPI do Covidão no Piauí

 Política ASSEMBLEIA

Deputada estadual diz contar com cinco assinaturas e querer apoio de deputados da base governista

Teresa Brito em discurso na tribuna da Assembleia
Teresa Brito em discurso na tribuna da Assembleia

A deputada Teresa Brito (PV) quer investigar a possibilidade de que recursos destinados a combater o Covid-19 no Piauí tenham sido desviados a partir do conluio de agentes públicos do estado e de municípios.

Segundo a parlamentar, existem várias denúncias. “Essas denúncias precisam ser apuradas”, enfatiza.

Hoje, ela dará continuidade à busca por novas assinaturas para instalar a Comissão de Inquérito na Assembléia Legislativa do Piauí, junto aos deputados da base do governo. Teresa Brito garante contar com cinco assinaturas para formar a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) do Covid no Piauí. Assista ao vídeo abaixo:

Continua depois da publicidade

“Vamos falar também com deputados da base do governo. Esperamos que haja sensibilidade para a importância dessa investigação. E, claro, se o governo não teme, pode tranquilamente ser investigado. Não vejo problema para a participação de parlamentares governistas.”

_DEPUTADOS JÁ ASSINARAM

Os parlamentares que já assinaram em favor da CPI foram os seguintes: Teresa Brito, PV (autora do pedido), Marden Menezes, PSDB (co-autor),Júlio Arcoverde (PP),B. Sá (PP) e Lucy Soares (PP).

_DEPUTADOS QUE PODEM ASSINAR

Teresa Brito disse que espera convencer o deputado Gustavo Neiva (PSB) a assinar a CPI. Até pouco tempo ele era considerado membro da oposição. Só que na semana passada formalizou-se entendimento político entre seu partido, o PSB, e o governo, através do presidente Wilson Martins (leia matéria aqui).

Continua depois da publicidade

Se Neiva assinar a CPI pode ser expulso do partido. Uma saída seria ele buscar outro abrigo partidário. Ou então simplesmente assinar na condição de dissidente, informando que não teria sido consultado para viabilização do acordo político.

_POLÍCIA FEDERAL

A Polícia Federal está realizando investigação sobre desvios de aproximadamente R$ 55 milhões em recursos do Covid-19 destinados pelo Ministério da Saúde ao governo do Piauí (leia aqui).

Segundo Teresa Brito, há denúncias de desvios dos recursos. Há denúncias também de desaparecimento de doses da vacina contra o vírus, ou então de que muitas autoridades estaduais e municipais teriam se vacinado ilegalmente, ou seja, furando a fila, conforme noticiamos (leia matéria aqui). (Toni Rodrigues)

Regina Sousa ataca Bolsonaro e omite crimes de Lula em avião presidencial

 

Política PALCO

Vice-governadora usou Twitter para sugerir participação do presidente atual em tráfico internacional de drogas

Twitter de Regina usado para disseminar ataques a adversários políticos
Twitter de Regina usado para disseminar ataques a adversários políticos

Regina Sousa, vice-governadora do Piauí, publicou nota em seu Twitter na qual sugere que o presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), seja adepto do tráfico internacional de drogas:

“Guerra ao tráfico só nas favelas? O tráfico esteve dentro do avião presidencial, com 39 k de cocaina, e ninguém quer explicar isso. Alguém acha que os verdadeiros barões do tráfico moram na favela?”

Regina, é claro, ignorou o fato, e silenciou sobre ele, de que o então presidente Luís Inácio Lula da Silva, criminoso condenado na operação Lava Jato, assistiu a filme pirata dentro do avião presidencial. Segundo a Folha de São Paulo, de 10 de novembro de 2005:

“A assessoria do Palácio do Planalto admitiu ontem que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assistiu a "2 Filhos de Francisco" em DVD pirata. A sessão ocorreu em 18 de outubro, no AeroLula, o avião presidencial, em viagem oficial a Moscou. O DVD original só será lançado em 7 de dezembro. (...) O filme sobre Zezé Di Camargo e Luciano, que fizeram shows na campanha de Lula, foi o escolhido do país para concorrer a uma vaga no Oscar.”

Continua depois da publicidade

Na época, já havia estourado o escândalo do mensalão e Lula já podia se considerar impune. Regina também fez boca de siri sobre esse caso.

No avião presidencial, na época de Lula, era passageira constante a amante do então presidente, Rosemary Noronha. Leia aqui matéria completa da revista Istoé, que noticiou, em 11 de janeiro de 2019:

“Na entrevista, Sônia disse que a irmã passou a dar de ombros à família a partir de 2014, mas que no ápice do romance extraconjugal entre Rosemary e o ex-presidente petista todos eram muito unidos. “Rose e Lula se amavam muito. Nesse tempo a Rose contava as coisas para mim. Ela me chamava para os jantares românticos com Lula. E eu ia. Lá eu até consegui convites para shows do Roberto Carlos e do Roupa Nova”. Foi a primeira vez, desde que o relacionamento amoroso entre Lula e Rose veio à tona, que um familiar, congênere, alguém que privou da intimidade do casal decidiu contar – sem mesuras de palavras – detalhes sobre o caso.”

Continua depois da publicidade

_RELATÓRIO DA POLÍCIA FEDERAL

No dia 17 de março de 2016, a revista Veja noticiou que “Relatório da PF mostra que Rose Noronha, amiga íntima de Lula, viajou 13 vezes para o exterior na companhia dele.” Leia matéria completa aqui. Trecho abaixo:

“A ex-primeira-dama Marisa Letícia acompanhou o marido em 19 viagens. E Rosemary Noronha, amiga íntima de Lula e ex-chefe de gabinete do escritório da Presidência da República em São Paulo, integrou a comitiva de Lula 13 (será coincidência) vezes no mesmo período.

Rose Noronha, como é conhecida a amiga de Lula, ganhou fama em outra investigação da Polícia Federal, aOperação Porto Seguro, de

sábado, 8 de maio de 2021

Empresário ostentação prepara campanha para Câmara Federal

 Araujinho se apresenta como coordenador do ProPiauí e reúne apoio para disputar eleições 2022

Araujinho agora pensa em novo projeto político-eleitoral (Foto TV Picos)
Araujinho agora pensa em novo projeto político-eleitoral (Foto TV Picos)

O autointitulado empresário Francisco Araújo, o Araujinho, derrotado em novembro passado na eleição para prefeitura de Picos, planeja agora um novo voo na política. Está colocando em prática seu projeto de ser candidato a deputado federal nas próximas eleições.

Como se sabe, esse pessoal pensa em eleição o tempo inteiro, para tanto o processo de candidatura é projetado com muito tempo de antecedência. Diante disso Araujinho vem se reunindo com lideranças políticas da chamada Grande Picos.

O disfarce é intermediar obras para determinados municípios do estado. Sim, isso mesmo, intermediar. Ele aparece ao lado de prefeitos, vereadores e lideranças políticas apresentando-se como um dos coordenadores do projeto ProPiauí que tem a finalidade de alavancar a candidatura de seu genro ao governo do estado.

 Araujinho é sogro do secretário de Fazenda Rafael Fonteles, o coordenador geral do ProPiauí, que pode muito bem ser entendido como um projeto fantasma, afinal, não possui personalidade jurídica, conforme denúncias que circulam nos meios políticos do estado.

Aglomerações no Dia das Mães podem se tornar 'receita de bomba'

 Variantes, gravidade da covid-19 entre jovens e transmissão mesmo após vacina estão entre os fatores, dizem especialistas


Uso de máscara deve ser mantido permanentemente caso ocorra encontros durante a data

Uso de máscara deve ser mantido permanentemente caso ocorra encontros durante a data

Existem pelo menos quatro motivos pelos quais especialistas não recomendam reuniões no Dia das Mães, comemorado neste domingo (9): mesmo vacinadas, as pessoas ainda podem transmitir o vírus; não há cobertura vacinal suficiente para garantir uma imunidade coletiva no país; a transmissão do vírus está em descontrole; e a covid-19 tem se mostrado mais agressiva em jovens.

Imagens de mães, pais e avós sendo vacinados tomaram as redes desde que as vacinas contra a covid-19 começaram a ser aplicadas no Brasil. Apesar de ser um passo importante no combate à pandemia, apenas 8% da população recebeu a vacinação com as duas doses e está completamente imunizada, como mostra o Vacinômetro do R7.

A combinação desses fatores pode contribuir para um novo surto da doença no Brasil, conforme explicam a imunologista Lorena de Castro Diniz, da Asbai (Associação Brasileira de Alergia e Imunologia), e o cientista de dados Isaac Schrarstzhaupt, coordenador da Rede Análise COVID-19.

“Ainda há uma grande circulação do vírus na comunidade e ainda não há estudos que indiquem que as vacinas sejam esterilizantes, ou seja, que evitam a transmissão do vírus. O vacinado pode transmitir para uma pessoa que esteja em um momento imunológico mais deprimido, pois nosso sistema imunológico tem oscilações diárias, e aí a pessoa fica mais suscetível à infecção”, explica a imunologista.

Schrarstzhaupt ressalta, ainda, que promover reuniões neste cenário contribui diretamente para o aumento de casos de covid-19. “Se eu aumento a mobilidade, estou promovendo o encontro das pessoas que estão com o vírus com as que estão suscetíveis, quando mistura isso é a receita de uma bomba”, afirma. 

Além disso, a imunologista destaca que as vacinas não protegem completamente contra o coronavírus, então, mesmo vacinadas, mães e avós ainda podem desenvolver a covid-19, ainda que de forma leve.

Outro ponto destacado por Lorena é que casos graves da doença tem crescido entre jovens. Um boletim divulgado recentemente pela Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) mostrou um aumento de mais de 1.000% de óbitos entre pessoas de 20 a 29 anos.

“Vemos que as novas cepas estão mais virulentas, capazes de levar ao adoecimento de pessoas mais jovens sem comorbidades, até porque essa é uma faixa etária na qual há mais exposição ao vírus, porque é a faixa trabalhadora, que está nas ruas. É um conjunto de fatores, as pessoas vão naturalmente relaxando as medidas protetivas e, com o afrouxamento dos decretos, há maiores aglomerações”, avalia.

Transmissão descontrolada

De acordo com o cientista de dados Isaac Schrarstzhaupt, que analisa a incidência de casos e mortes por covid-19 no país, isso ocorreria porque não se sabe exatamente quantas pessoas estão infectadas pelo novo coronavírus no país, pois não há uma testagem em massa da população - o que também distancia a média móvel de novos casos, que atualmente indica cerca de 60 mil por dia, da realidade.

“Esse número, na verdade, é uma fração de quantas pessoas estão efetivamente contaminadas porque, o que acontece, é que os doentes buscam a testagem conforme vão tendo sintomas. Mas há muitas pessoas que têm sintomas, acham que não é covid e aí não faz o teste, ou é assintomática, mas tem o vírus e pode transmiti-lo. Não se sabe quem são essas pessoas”, explica.

Além da vacinação, Schrarstzhaupt ressalta que, para reuniões serem consideradas seguras neste momento pandêmico, é necessário que o número de pessoas testando positivo para o vírus esteja abaixo de 5% no país, conforme as orientações do CDC (Centro de Controle e Prevenção de Doenças), dos Estados Unidos. A precisão destes positivos, no entanto, também depende da testagem em massa.

“Daí para cima já é muito perigoso. No Brasil [onde não há esse controle de testes], tem locais com 50% de positividade diária, nesse último surto chegamos a 45%. Isso significa que estamos descontrolados”, avalia.

Esse tipo de monitoramento é chamado de vigilância epidemiológica e, para dar certo, o cientista ressalta que precisa ser feito por município.

“Araraquara, por exemplo, que fez lockdown e reduziu bastante o número de casos, agora tem uma capacidade diária de 500 testes, eles vão em indústrias, comércios, em bairros, para tentar descobrir onde tem epicentro do vírus para fechar. Lá a positividade está em 9%”, explica.

Distanciamento por amor

Caso seja inevitável algum tipo de encontro no Dia das Mães, a imunologista Lorena de Castro Diniz orienta que o uso da máscara seja constante e, se possível, que o encontro seja feito ao ar livre ou ambientes arejados, com a janela sempre aberta para permitir a circulação de ar, e mantendo o distanciamento social.

“Está todo mundo precisando desse abraço, mas eu falo que é um distanciamento por amor, para que nenhuma das partes se contamine nesse momento. Porque na hora que a gente tira a máscara para fazer a refeição junto, ou o abraço ali desprotegido ou com a máscara contaminada no rosto, é que pode ocorrer a contaminação. O contato mais próximo nesse momento é ainda perigoso”, afirma.

A especialista também ressalta que é preciso se atentar ao calendário de vacinação de cada município, para que as mães e avós não percam a chance de serem vacinadas contra a covid-19.


Robert Rios chama Sílvio Mendes de “pústula” e ex-prefeito rebate: “não lhe temo nem fisicamente”

Um embate entre o ex-prefeito  Sílvio Mendes  e o vice-prefeito de Teresina,  Robert Rios , que começou nesta quinta-feira ...