.

.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Operação Ministério Público identifica locais com péssimas condições de trabalho em dez municípios do Piauí

A operação aconteceu no período entre 20 e 24 de julho de 2015.
Na manhã desta terça-feira (28), O Ministério Público do Trabalho e o Ministério do Trabalho e Emprego divulgaram informações sobre a operação realizada em dez municípios da região norte do Estado, onde foram encontrados dezenas de pessoas em condições degradantes em seus ambientes de trabalho. A operação aconteceu no período entre 20 e 24 de julho de 2015.
  M 
Péssimas condições de trabalhoAs diligências foram realizadas pelo procurador do Trabalho, José Wellington Soares e o auditor fiscal, Paulo César Lima, e se concentraram nos municípios de Caxingó, Caraúbas do Piauí, Murici dos Portelas, Cocal da Estação, Bom Princípio do Piauí, Buriti dos Lopes, Luís Correia, Cajueiro da Praia, Parnaíba e Ilha Grande.

De acordo com o procurador José Wellington Soares, Na maioria destas localidades, foram encontrados trabalhadores sem alojamento adequado, sem carteira assinada, sem equipamentos de proteção individual e sem condições mínimas de higiene, saúde e segurança. Os trabalhadores não possuíam banheiros e dormiam em alojamentos ao relento ou instalados próximo a porcos.
Imagem: Divulgação/ MPT 
Os dormitórios com porcos e sem estrutura“O cenário que vimos foi de uma indignidade absurda. É inadmissível que uma atividade secular, que emprega cerca de 12 mil trabalhadores no Piauí, ainda trate o ser humano de forma tão degradante, sem lhes garantir direitos, nem mínimas condições de trabalho”, afirmou o procurador.

Uma das situações que chamou a atenção da força-tarefa foi à reutilização de recipientes de agrotóxicos para armazenamento da água que os trabalhadores bebiam. Foi visto ainda alimentos acondicionados sem refrigeração e manipulados ao ar livre. Em alguns casos, as refeições eram servidas em latas e os trabalhadores comiam sentados no chão próximo a fezes de animais.
Imagem: Divulgação/ MPT 
água armazenada em recipiente de agrotóxicos
Imagem: Divulgação/ MPT 
Carne em péssimas condições de armazenamento
Trabalho Infantil

A Força-tarefa ainda localizou próximo à Praia do Arrombado, quatro adolescentes trabalhando, sem equipamentos de proteção, em situação identificada como trabalho infantil.

Procedimentos

Durante as diligências, o MPT recomendou aos arrendatários que paralisassem as atividades imediatamente e procurassem o Ministério do Trabalho e Emprego para regularizar a situação dos trabalhadores.

Serão instaurados ainda inquéritos civis em face de todos os exploradores e os proprietários das terras onde ocorre a exploração da atividade sem respeito à legislação trabalhista.

Segundo o procurador, a atividade envolve uma grande cadeia produtiva, que começa com o trabalhador submetido a condições degradantes e mediante pagamento de diárias em valores que variam de R$ 30 e R$ 60. “No entendimento do MPT, até mesmo os atravessadores e as indústrias de beneficiamento também podem ser responsabilizadas judicialmente, por obterem lucro numa atividade que viola direitos fundamentais dos trabalhadores”, finalizou José Wellington.

Imagem: Divulgação/ MPT 
Os copos eram feitos de latas
Imagem: Divulgação/ MPT 
Não há local apropriado para os trabalhadores se alimentarem
Imagem: Divulgação/ MPT 
Comendo no chão próximo à fezes de animais
Imagem: Divulgação/ MPT 
Os trabalhadores dormiam no chão
Imagem: Divulgação/ MPT 
No local não há banheiros
Imagem: Divulgação/ MPT 
Péssimas condições de trabalho
Imagem: Divulgação/ MPT 
Péssimas condições de trabalho

MP vai apurar desvio de verba na educação

 

A prefeita de Santa Cruz, Jandira Martins, terá que explicar onde foram aplicados os recursos da Educação

O Ministério Público Estadual, por meio da promotora de Justiça, Romana Leite Vieira, solicitou a abertura de inquérito civil para instruir uma ação civil pública no intuito de processar a prefeita de São Cruz do Piauí, Jandira Martins (PSB), por supostos desvios de recursos do Fundeb (Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação) no município.
Segundo uma inspeção extraordinária da Diretoria de Fiscalização da Administração Municipal (Dfam) do Tribunal de Contas do Estado (TCE-PI), foram identificadas irregularidades na aplicação de recurso do fundo de educação. O resultado do processo foi encaminhado ao Ministério Público para as devidas providências.
"É função institucional e dever do Ministério Público instaurar procedimento administrativo e inquérito civil, na forma da lei, para a proteção, prevenção e reparação dos danos causados ao meio ambiente, ao consumidor, aos bens e direitos de valor artístico, estético, histórico e paisagístico e outros interesses difusos, coletivos e individuais indisponíveis e homogêneos; e promover à anulação ou declaração de nulidade de atos lesivos ao patrimônio público ou à moralidade administrativa do Estado ou do Município", diz o documento onde o MPE pede a investigação para o devido processo.
O procedimento preparatório de inquérito civil  será acompanhado pelo Centro de Apoio Operacional de Combate à Corrupção e Defesa do Patrimônio (CACOP), que já tinha lavrado um auto de infração contra a prefeita. De acordo com a documentação do TCE e do MPE, os recursos para Educação não foram aplicadas devidamente na manutenção e desenvolvimento da educação e na valorização dos professores do município de Santa Cruz do Piauí.
Santa Cruz do Piauí fica a 300 Km ao Sul de Teresina, tem uma população de pouco mais de seis mil habitantes, tendo nove escolas de ensino fundamental e duas de nível médio. O repasse do Fundeb em 2013, ano seguinte ao convênio questionado pelos órgãos de controle, foi de R$ 1.98 milhão.

Após gari estourar na web, outras profissionais usam as redes sociais para espantar preconceito.

A loura Camylla Motta mostra que, além do uniforme, ela tem orgulho da beleza das amigas.

A loura Camylla Motta mostra que, além do uniforme, ela tem orgulho da beleza das amigas. Foto: Reprodução Facebook


Extra


Depois que a gari Rita Mattos, de 23 anos, chamou a atenção por sua beleza nas redes sociais, colegas de profissão reivindicam o mesmo tratamento de musa da Comlurb. “Eu também sou gari guerreira. Xô preconceito: tem um monte de gari bonita espalhada por aí”, disse Márcia Pires.
A gari Márcia Pires mostra que também está pronta para a fama.
A gari Márcia Pires mostra que também está pronta para a fama. Foto: Reprodução Facebook
Rita concorda com as colegas. Segundo ela, achar que somente pessoas feias tenham uma profissão relacionada à coleta de lixo é puro preconceito.
— Tem realmente garotas bonitas, como em todos os lugares. A diferença é que algumas pessoas se cuidam mais e outras não, tanto homens quanto mulheres. Eu sempre fui bem vaidosa, malho desde nova porque sempre gostei de corpo definido — diz.
As imagens confirmam os argumentos das garis. Vaidosas, elas mostram que tanto faz a profissão em que atuam. A loira Camylla Motta disse, via Facebook, “também sou gari e me acho linda”. Já Geyse Miller posou ao lado de uma colega e defendeu o orgulho de ser gari.

A dupla mostra o uniforme com orgulho.
A dupla mostra o uniforme com orgulho. Foto: Reprodução Facebook
A dupla postou várias fotos
A dupla postou várias fotos Foto: Reprodução / Facebook
E Ana Cristina Amorim afirma que, para ser gari, a única exigência é ser guerreira.
Ana Cristina também é gari.
Ana Cristina também é gari.
Sobre Rita Mattos
Tratamento de estrela. Depois de sucesso, gari contrata assessor de imprensa
Tratamento de estrela. Depois de sucesso, gari contrata assessor de imprensa Foto: Reprodução Facebook
A gari carioca Rita Mattos, de 24 anos, já tem tratamento de estrela. Além de ter contratado um assessor de imprensa, Rita tornou seu perfil no Instagram público, deixando qualquer pessoa seguir seus passos na web. Ela comentou que de um dia para o outro ganhou mais de mil solicitações na rede, tornando inviável a moderação. No Facebook, também já não é mais possível ser amigo da musa.
- Muitos amigos vieram me parabenizar pelo sucesso e dizendo que eu mereço. Alguns estão falando: ‘agora tá famosa mesmo. Até saiu na capa do jornal’ - disse Rita.
A loura agora pensa em estampar outras publicações. Rita disse que aceitaria fazer trabalhos como modelo ou até mesmo posar nua, mas que dependeria da proposta:
- Estou aí para as oportunidades que vierem surgindo. Vai depender da proposta - afirma.
'Tenho orgulho do que faço'
Rita conquistou as redes sociais.
Rita conquistou as redes sociais.
As fotos da gari Rita foram compartilhadas por milhares de pessoas em grupos do Whatsapp e nas redes sociais nas duas últimas semanas. Neste período, a moça acabou ganhando mais de 12 mil seguidores no Facebook, além de quase cinco mil no Instagram. Apesar do sucesso, ela chegou a questionar o motivo da repercussão. Para ela, existe preconceito e as pessoas acham que para ser gari tem que ser feio.

COMEMORAÇÕES Orquestra Sanfônica abre programação do aniversário de Teresina

Orquestra foi criada em 2013 e é composta por 20 músicos
A
capital piauiense completa 163 anos no próximo dia 16 de agosto, mas as atividades comemorativas começam já nesta sexta-feira (31), com a apresentação da Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos, às 19h, no adro da igreja São Benedito.

Criada em 2013, a orquestra hoje é composta por 20 músicos, dentre estes 17 sanfoneiros com diferentes idades e de diversas cidades do Piauí, pessoas que antes da criação do grupo não tinham carreiras musicais consolidadas. Um exemplo dessa pluralidade é a jovem Vanessa Lobão. Ela tem 23 anos e é a única mulher a integrar a Orquestra Sanfônica Seu Domingunhos.

Vanessa ingressou na Orquestra através de um convite feito pelo maestro Ivan Silva, seu então professor de sanfona. De um atento claro, em pouco tempo ela conquistou seu espaço e hoje é uma das solistas da orquestra. “No começou foi um pouco complicado, mas tive apoio de todos e hoje me vejo como incentivadora para aquelas mulheres que têm o mesmo sonho de aprender a tocar sanfona, mas se sentem intimidadas”, declara a jovem sobre sua representação feminina no grupo.

A diversidade de talentos e histórias não acaba em Vanessa Lobão, cada integrante tem sua ligação singular com o instrumento principal do grupo e uma história de vida que se modificou com a criação da Orquestra, como o jovem Isaac, de 11 anos, que começou a tocar sanfona aos 6 e aos 9 entrou para a Orquestra, ou ainda o senhor Sebastião Alves, de 67 anos. Ele começou a tocar sanfona aos 12 anos, mas nunca havia estudado o instrumento. Quando soube da criação de uma orquestra de sanfoneiros deixou a cidade de União, a 65 km de Teresina, e veio à capital pelo interesse em participar do grupo. Modesto, Sebastião afirma que ainda tem muito o que aprender. “Eu sou o mais velho, mas não o mais experiente. Ainda tenho que aprender mais”, disse.

Todas essas histórias servem para enriquecer o universo da Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos e validar o trabalho de qualidade realizado por ela. Semanalmente acontecem os ensaios do grupo, que têm como casa o Palácio da Música de Teresina. Aos comandos do maestro Ivan Silva, a Orquestra preparou para a apresentação em homenagem ao aniversário de Teresina um repertório com canções de autores como Noca do Acordeom, Pedro Raimundo, Luiz Gonzaga e Dominguinhos, além de execuções da música clássica de Brahms, Strauss e o uruguaio Gerardo Matos Rodríguez.

A Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos é mantida pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Foi criada pelo então presidente da Fundação, Lázaro do Piauí, com o intuito de homenagear o sanfoneiro Dominguinhos, grande nome da música brasileira, que morreu no ano de criação da Orquestra.
Fonte: JL/Assessoria

POLÍTICA Reunião de governadores reflete divisão dentro do PSDB

Chamada de "desnecessária" pelo presidente do PSDB, Aécio Neves, reunião convocada pela presidente Dilma com os 27 governadores tem a presença de todos confirmada, segundo o Planalto, inclusive os dez de oposição, como os tucanos Geraldo Alckmin e Marconi Perillo, o que "reflete a divisão interna do PSDB", afirma Tereza Cruvine
O
senador Aécio Neves não reclama à toa da reunião entre a presidente Dilma e os 27 governadores na quinta-feira, que ele chamou de “desnecessária". Chamada por Dilma, a reunião pode resultar numa aliança que funcionará como eficiente rede de proteção à presidente contra os adversários que tentarão derrubá-la. A informação do Planalto é de que todos já confirmaram presença. Inclusive os dez governadores de oposição, que incluem os tucanos Geraldo Alckmin e Marconi Perillo.

A presença dos tucanos reflete também a divisão interna do PSDB. Enquanto a direção partidária, sob o comando de Aécio, prepara inserções no rádio e na televisão convocando para as manifestações contra Dilma e o governo no dia 16 de agosto, Alckmin e Perillo vão discutir a conjuntura política e econômica, a governabilidade e a reforma do ICMS com a presidente, que deve estar acompanhada por ministros políticos e econômicos.

Nem o impeachment, que deixaria o governo para o peemedebista Michel Temer, nem a impugnação da chapa Dilma-Temer pelo TSE, que levaria à convocação de nova eleição, interessam a Alckmin e Perillo. Ambos estão tratando de se credenciar como candidatos presidenciais do PSDB para a disputa de 2018, certos de que o ciclo de governos petistas deve se encerrar pelas urnas, não por atalhos. E para se credenciarem, têm interesse numa agenda federativa que lhes permita chegar a 2018 bem avaliados e com bons resultados em seus estados.

Não é diferente o cálculo dos governadores de outros partidos, que com frequência têm condenado a tese do impeachment alegando, como fez há três dias Renan Filho (AL), que isso fará a situação do país piorar, ao invés de melhorar.

Eles vão ao encontro de Dilma sabendo o que fazem e sabendo o que busca a presidente nesta hora de apuros: ampliar seus pontos de apoio e reduzir o isolamento. Mas levarão, é claro, suas demandas. O pacto que pode sair da reunião, possivelmente tácito e não falado, é elementar: eles se comprometem com a defesa da governabilidade e do respeito ao mandato de Dilma mas querem em troca a solução de alguns problemas federativos. Com a queda da arrecadação federal, as transferências do FPE também vão minguar. Como o governo federal pode ajudá-los na “travessia”, para usar a palavra empregada pela presidente? Eu não sei mas o governo sabe que alguma coisa terá de oferecer.

O ministro Joaquim Levy quer avançar num acordo sobre a unificação das alíquotas de ICMS. Os governadores estão mais dispostos, desde que o governo acelere a criação de dois fundos. O de desenvolvimento regional, para compensar o fim da guerra fiscal (oferta de impostos menores ou isenções para atrair investimentos) e o de compensação para as perdas dos estados que tiverem de reduzir alíquotas.

Como os governadores podem ajudar Dilma? Já não estamos na era da política dos governadores, em que eles mandavam e as bancadas obedeciam. Mas ainda é grande a dependência dos deputados em relação aos governos estaduais. E nas batalhas de agosto/setembro, que incluirão a votação de suas contas, Dilma vai precisar mesmo é de voto no Congresso.

A rua conta, e muito. E esta batalha ela e o PT vão enfrentar com a ofensiva de comunicação que inclui o programa do partido e as inserções de agosto e uma intensa agenda de exposição da presidente em viagens, entrevistas e encontros com a sociedade.

Hoje mesmo a Secretaria Geral da Presidência lançará o site "Dialoga Brasil", uma plataforma que, mais adiante, terá até um aplicativo para celulares, para incrementar a interação entre governo sociedade, avaliar o humor da população e preparar respostas adequadas.
Fonte: JL/por Tereza Cruvinel

FISCALIZAÇÃO Trabalhadores são achados comendo e dormindo junto a porcos no PI

Situação degradante análoga à escravidão ocorria no Norte do estado. Trabalhadores faziam o corte da palha da carnaúba em propriedades privadas

Trabalhadores foram flagrados dormindo juntos com porcos durante uma fiscalização do Ministério Público do Trabalho no Piauí. A situação degradante análoga à escravidão acontecia em alojamentos de várias cidades na região Norte do estado. Os trabalhadores faziam o corte da palha da carnaúba em propriedades privadas.

Os fiscais encontraram trabalhadores dormindo em alojamentos que também servia para os animais. "Dormir ao lado de porcos é uma situação que desfigura totalmente a dignidade da pessoa humana e transforma ele num animal”, declarou o procurador do trabalho José Wellington.

Foram visitados o trabalho de 160 pessoas e somente em uma localidade, onde 30 pessoas trabalhavam, a situação era regular.

“Nas demais, a situação era de total precariedade. Até mesmo três adolescentes de 14, 15 e 16 anos foram encontrados nesta situação na proximidade da Praia do Arrombado, no Litoral do Piauí. Eles eram sobrinhos do contratante e não tinham nenhum tipo de proteção porque calçavam chinelos e sequer usavam luvas. O corte da palha de carnaúba é uma atividade proibida para menores de 18 anos por ser perigosa", contou.

Ainda de acordo com o procurador, também foram encontrados pessoas trabalhando sem equipamentos de segurança, carteira assinada e sem equipamento de proteção individual. As refeições eram servidas em latas ao relento e os trabalhadores comiam no chão próximo à fezes de vaca. Outra irregularidade era o armazenamento de água em toneis onde era guardado agrotóxico.
 
Os flagrantes aconteceram durante a execução do Projeto Palha Acolhedora, que aconteceu do dia 20 ao 24 de julho.

Para o auditor fiscal da Superintendência do Trabalho e Emprego, a situação encontrada pelos órgãos de fiscalização é muito distante do que determina a legislação trabalhista, por isso eles vão responsabilizar todos os envolvidos na cadeia produtiva da cera de carnaúba.

“A cera de carnaúba está sendo vendida para o exterior porque parte dela é usada na indústria da computação, por este e outros motivos não vamos deixar que esta produção aconteça como era nas décadas passadas. Existe uma cadeia produtiva que deve e vai ser responsabilizada”, declarou o auditor.

No entendimento do Ministério do Trabalho até mesmo os atravessadores e as indústrias de beneficiamento podem ser responsabilizados judicialmente, por obterem lucro numa atividade que, segundo o procurador, viola os direitos fundamentais dos trabalhadores.

O MPT recomendou aos arrendatários que paralisassem as atividades imediatamente e procurassem o órgão para regularizar a situação dos trabalhadores. Serão instaurados inquéritos civis contra todos os exploradores e proprietários das terras onde ocorre a exploração.
Fonte: JL/G1PI

Governador tucano critica chamado de Aécio a ato contra o governo

Para o governador, o envolvimento do partido na convocação é "desnecessário" e pode ser explorado pelo governo federal como uma iniciativa de caráter revanchista
A
lvo de protestos no primeiro semestre deste ano, o governador do Paraná, Beto Rocha (PSDB), criticou nesta terça-feira (28) a decisão do presidente nacional do seu partido, Aécio Neves, de participar da convocação para a manifestação contra o governo federal marcada para 16 de agosto.
A principal legenda de oposição à gestão de Dilma Rousseff (PT) pretende veicular inserções em cadeia nacional para atrair manifestantes para os protestos organizados por grupos que defendem o impeachment da presidente.
Para o governador, o envolvimento do partido na convocação é "desnecessário" e pode ser explorado pelo governo federal como uma iniciativa de caráter revanchista.
Richa esteve em São Paulo para encontro com o governador paulista, Geraldo Alckmin -que disputa a cabeça de chapa de seu partido para 2018 com Aécio-, e outros governadores.
"Nem sempre há unanimidade [no partido]. Eu acho desnecessário [fazer a convocação]. Nós tivemos grandes manifestações no país inteiro, sempre com chamamentos espontâneos", avaliou.
"Acho desnecessário até para não ser explorado de forma indevida, que seria uma convocação de partidos adversários. Poderia parecer um revanchismo [se] explorado maldosamente", acrescentou.
O tucano lembrou ainda que os movimentos contrários à presidente costumam não aceitar as presenças nas manifestações populares de partidos, políticos ou "pessoas oportunistas que se infiltram com outros objetivos".
Em março, o governador já havia dito que não participaria dos protestos contra a presidente por considerar um impeachment uma " medida extrema".
Na época, o tucano enfrentava protestos no Paraná, principalmente por parte do funcionalismo público.
Professores da rede estadual, que chegaram a paralisar as suas atividades por mais de três semanas em protesto contra o atraso no pagamento de benefícios, chegaram a
pedir até mesmo o afastamento do governador do cargo.
Fonte: JL/Otempo

Prefeitura de Cocal oferece próteses dentárias gratuitas à comunidade


Para universalizar o acesso da população ao tratamento odontológico e com o objetivo de recuperar a estética e a funcionalidade do sorriso dos cocalenses e melhorar ainda mais o serviço ofertado à comunidade, a prefeitura de Cocal através da Secretaria Municipal de Saúde, ampliou o investimento em saúde bucal e fornece gratuitamente de 30 a 50 próteses dentárias ao mês. Na tarde desta segunda-feira (27/07), na UBS (Unidade Básica de Saúde) do Bairro São Francisco foi realizada a entrega de dezenas de peças.

A fabricação das peças é feita por uma empresa especializada, contratada pela prefeitura através de certame de licitação. O molde é produzido por um dentista que atua na saúde do município e que também fará a colocação da prótese no paciente.
Para solicitar a prótese, o paciente deverá entrar em contato com seu Agente Comunitário de Saúde (ACS) ou procurar a UBS mais próxima de sua residência e receber o encaminhamento para uma das unidades onde é feita a modelagem. Após análise, será feita uma avaliação odontológica para verificar viabilidade de instalação da prótese seguindo os critérios bucais. Do molde à entrega são três semanas de espera.


Fonte:ASCOM/PMC

Obama: Se pudesse concorrer à Presidência de novo, poderia ganhar

Para Obama, quando um líder pensa que é a única pessoa que pode manter unida sua nação, "isso significa que falhou" em sua tarefa
Em discurso no fim de sua visita à Etiópia nesta terça-feira (28), o presidente dos EUA, Barack Obama, criticou os líderes africanos que mudam as leis de seus países para se manter no poder.

"Estou em meu segundo mandato e realmente acho que sou um presidente muito bom. Acho que se eu concorresse, eu poderia ganhar. Mas eu não posso! E está tudo certo com o presidente."

Para Obama, quando um líder pensa que é a única pessoa que pode manter unida sua nação, "isso significa que falhou" em sua tarefa. E voltou a se colocar como exemplo:

"Ainda há muito que quero fazer para manter a América avançando. Mas a lei é a lei, e ninguém está acima dela."

A citação foi feita quando ele comentava o caso do presidente do Burundi, Pierre Nkurunziza, que foi reeleito para um terceiro mandato, descumprindo o limite constitucional de dois períodos.

A insistência do mandatário em mudar a lei para garantir mais tempo no poder suscitou uma onda de violência que deixou dezenas de mortos e forçou a fuga de mais de 160 mil pessoas.

Obama ironizou também os dirigentes, dizendo que não consegue entender por que os líderes querem ficar tanto tempo no cargo. Ele afirma que espera com impaciência o momento de sair da Casa Branca.

"Não terei todas essas obrigações de segurança, o que significa que poderei passear, passar o tempo com a minha família, encontrar novas formas de servir ao país e retornar à África", declarou.

PERPETUAÇÃO
Além do Burundi, vários líderes africanos procuram modificar disposições constitucionais que limitam o número de mandatos presidenciais, para permanecer no poder.

Os mais longevos são Teodoro Obiang Nguema, da Guiné Equatorial, e José Eduardo dos Santos, de Angola, que governam seus países desde 1979. Um ano depois, foi a vez de Robert Mugabe assumir o poder no Zimbábue.

Após seu discurso na União Africana, Obama deixou a Etiópia de volta a Washington, dando fim a sua visita à África. Antes de chegar ao país, ele foi ao Quênia, país onde nasceu seu pai.


Fonte: JL/Folhapress

Silvio Santos faz selfie com Edir Macedo no Templo de Salomão

Dono do SBT se reencontra com fundador da Igreja Universal e proprietário da Rede Record após 17 anos

O apresentador Silvio Santos visitou ao Templo de Salomão, sede da Igreja Universal do Reino de Deus em São Paulo, nesta segunda-feira (27) e surpreendeu ao aparecer em uma selfie ao lado da família do bispo Edir Macedo, fundador da igreja e proprietário da Rede Record.

Segundo a coluna "Outro Canal", o dono do SBT - que é judeu - estava acompanhado da mulher, Íris Abravanel, da filha Renata, vice-presidente do Grupo Silvio Santos, e de seu famoso cabeleireiro Jassa.

Recentemente, o SBT exibiu uma reportagem sobre a trajetória de Edir Macedo e a gravação de uma entrevista de Silvio Santos para o próximo "Domingo Espetacular" estava marcado desde então. "#Selfie de hoje. #Pensamentododia: Como é bom conhecer pessoas com os mesmos valores! Foi um prazer conhecer a família Silvio Santos", trazia a legenda da foto do encontro dos donos das emissoras paulistas publicada pela filha do bispo, Cristiane Cardoso, no Instagram.



Fonte: JL/OTempo

Polícia prende quadrilha suspeita de falsificar cervejas

Suspeitos usavam rótulos e tarjas de produtos mais caros em bebidas de outra marca. Segundo a polícia, as tampinhas eram compradas de catadores de lixões
A Polícia Civil prendeu em um salão comercial de Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo, uma quadrilha suspeita de falsificar cerveja. Ao todo, catorze homens flagrados na linha de produção acabaram detidos e 4.680 garrafas, que estavam prontas para serem comercializadas, foram apreendidas na segunda-feira.



Os suspeitos conseguiam rótulos e tarjas de bebidas mais caras e os aplicavam em produtos de outra marca. As tampinhas usadas nas garrafas eram compradas de catadores que trabalham em lixões, de acordo com informações do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), responsável pela ação.

O local em que eram produzidas as cervejas falsificadas, na Rua Tagarela, região do Parque São Pedro, foi descoberto durante outra investigação. Policiais que buscavam envolvidos em um crime contra banco acabaram desconfiando da movimentação no salão comercial e flagrando os suspeitos trabalhando na linha de produção.

Lá, os policiais também encontraram rótulos e tampinhas sujas. "Ele retiravam as tampinhas originais e colocavam as outras sem nenhum cuidado com a higiene. O único procedimento era limpar a tampinha suja na camiseta", afirmou o delegado Fábio Pinheiro Lopes, titular da 5ª Patrimônio (Delegacia de Investigações sobre Roubo a Banco). Os detidos vão responder por crime contra a saúde pública.



Fonte: JL/Veja

Reajuste de 9% na conta de água já pesa no bolso do consumidor no PI

As contas mais caras começam a chegar na residência dos piauienses.
População diz que o reajuste já pesa no bolso e reclama do serviço ofertado .

Do G1 PI 

O reajuste de 9% anunciado pela Águas e Esgotos do Piauí S/A (Agespisa) passou a valer desde do dia 1º de julho. As contas mais caras começam a chegar na casa dos piauienses e já pesa no bolso do consumidor.

Para os moradores, além de gastar mais, eles ainda convivem com a interrupção frequente no abastecimento. De acordo com a empresa, os cálculos da nova tarifa levaram em conta o impacto financeiro em razão dos aumentos com energia elétrica.

O aumento de quase R$ 2 no valor da conta de água já vem na conta e preocupa a população. Na casa da Maria de Jesus, no bairro Água Mineral, Zona Norte de Teresina, o orçamento já pesou e a falta de água é constante.

"O dinheiro não aumenta, só as contas. Principalmente a água, que não podemos viver sem ela. Pagamos caro e o serviço não é bom, porque é imprevisível saber quando o líquido sai da torneira", comentou.

A aposentada Maria Otacília tem dificuldade de locomoção e conta como é a rotina para armanezar água. "Às vezes passa de cinco dias sem ter água e eu preciso pagar alguém ou pedir para os vizinhos para carregar os baldes. Cadê o dinhero? Tenho que pagar água, luz e alimentação", disse.

O tratador de piscina Fábio Sousa mora na região da Vila Irmã Dulce, Zona Sul de Teresina, e também precisa armanezar água. Depois do reajuste, a conta dele passou de R$ 26 para R$ 33. "É muita diferença. Não tive mudança no consumo e a previsão é aumentar o valor", disse.

Aumenta os valores e a insatisfação do consumidor. "Este reajuste é um absurdo, porque para ter água precisamos pegar no poço", declarou a dona de casa Maria Olinda.

Nota A assessoria de comunicação informou que o problema na região só deve ser resolvido quando a estação de tratamento da Zona Norte estiver funcionando.Já foram feitos testes operacionais e, de acordo com o governo do estado, a inauguração está prevista para o mês de agosto.

Vacina de dengue em teste é mais eficaz a partir de 9 anos de idade

Conclusão é de análise combinada de testes feitos pela Sanofi Pasteur.
Empresa já submeteu pedido de aprovação da vacina para Anvisa.

Mariana Lenharo Do G1, em São Paulo 
 
Criança recebe vacina contra dengue da Sanofi em estudo clínico de fase 2 nas Filipinas, em junho de 2014 (Foto: Sanofi Pasteur/Gabriel Pagcaliwagan/Divulgação) 

A vacina contra dengue desenvolvida pelo laboratório Sanofi Pasteur – cujos documentos para registro no Brasil já foram submetidos à Anvisa em março – é mais eficaz a partir dos 9 anos de idade. A conclusão é de uma análise combinada de dois grandes testes clínicos feitos pela empresa na Ásia e na América Latina.

A partir dessa faixa etária, a vacina é capaz de proteger 66% dos indivíduos contra a dengue. Os resultados anteriores, que incluíam crianças mais novas, tinham demonstrado 56% de proteção (no estudo da Ásia) e 60,8% de proteção (no estudo da América Latina).

Nesse grupo etário, a imunização também é bem mais eficaz para quem já foi infectado por um dos quatro sorotipos do vírus. Quem já pegou dengue tem uma proteção de 82%. Enquanto isso, quem nunca pegou a doença tem apenas 52% de proteção garantida. As novas conclusões foram publicadas nesta segunda-feira (27) na revista “The New England Journal of Medicine”.


O estudo também traz como novidade o acompanhamento dos participantes do estudo por um período maior de tempo. Um achado possivelmente negativo da análise foi que, entre as crianças menores de 9 anos, as que pegaram dengue no terceiro ano depois da vacinação tiveram maior risco de desenvolver casos graves da doença em comparação às que não tinham sido vacinadas.

Segundo a médica Sheila Homsani, gerente do departamento médico da Sanofi Pasteur, esses resultados ainda são preliminares e corroboram a indicação de que a vacina seja recomendada somente a maiores de 9 anos.

Um editorial sobre o estudo publicado na revista científica destacou que a vacina foi eficaz em reduzir as hospitalizações por dengue em até 80%. Porém, um ponto fraco seria o fato de ela não trazer uma boa proteção contra o sorotipo 2 da dengue (essa proteção variou de 35 a 50%). Além disso, o fato de que quem não tem histórico de infecções por dengue fica menos protegido.

Até o momento, não existe nenhuma vacina contra dengue aprovada no mundo. A vacina da Sanofi Pasteur é a que está em fase mais adiantada. Segundo Sheila, depois de os documentos para registro terem sido submetidos à Anvisa em março, a expectativa é que a agência conclua a análise até o fim do ano.

Mas existem outras iniciativas de desenvolvimento da imunização contra a dengue, inclusive por instituições brasileiras. O Instituto Butantan, em parceria com os Institutos Nacionais de Saúde dos Estados Unidos (NIH), desenvolvem um desses projetos. Já a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) está envolvida em dois projetos. A farmacêutica japonesa Takeda também está na corrida pelo desenvolvimento de uma vacina contra dengue.

Trabalhadores são achados comendo e dormindo junto a porcos no PI

Situação degradante análoga à escravidão ocorria no Norte do estado. Trabalhadores faziam o corte da palha da carnaúba em propriedades privadas
Trabalhadores foram flagrados dormindo juntos com porcos durante uma fiscalização do Ministério Público do Trabalho no Piauí. A situação degradante análoga à escravidão acontecia em alojamentos de várias cidades na região Norte do estado. Os trabalhadores faziam o corte da palha da carnaúba em propriedades privadas.

Os fiscais encontraram trabalhadores dormindo em alojamentos que também servia para os animais. "Dormir ao lado de porcos é uma situação que desfigura totalmente a dignidade da pessoa humana e transforma ele num animal”, declarou o procurador do trabalho José Wellington.

Foram visitados o trabalho de 160 pessoas e somente em uma localidade, onde 30 pessoas trabalhavam, a situação era regular.

“Nas demais, a situação era de total precariedade. Até mesmo três adolescentes de 14, 15 e 16 anos foram encontrados nesta situação na proximidade da Praia do Arrombado, no Litoral do Piauí. Eles eram sobrinhos do contratante e não tinham nenhum tipo de proteção porque calçavam chinelos e sequer usavam luvas. O corte da palha de carnaúba é uma atividade proibida para menores de 18 anos por ser perigosa", contou.

Ainda de acordo com o procurador, também foram encontrados pessoas trabalhando sem equipamentos de segurança, carteira assinada e sem equipamento de proteção individual. As refeições eram servidas em latas ao relento e os trabalhadores comiam no chão próximo à fezes de vaca. Outra irregularidade era o armazenamento de água em toneis onde era guardado agrotóxico.

Os flagrantes aconteceram durante a execução do Projeto Palha Acolhedora, que aconteceu do dia 20 ao 24 de julho.

Para o auditor fiscal da Superintendência do Trabalho e Emprego, a situação encontrada pelos órgãos de fiscalização é muito distante do que determina a legislação trabalhista, por isso eles vão responsabilizar todos os envolvidos na cadeia produtiva da cera de carnaúba.

“A cera de carnaúba está sendo vendida para o exterior porque parte dela é usada na indústria da computação, por este e outros motivos não vamos deixar que esta produção aconteça como era nas décadas passadas. Existe uma cadeia produtiva que deve e vai ser responsabilizada”, declarou o auditor.

No entendimento do Ministério do Trabalho até mesmo os atravessadores e as indústrias de beneficiamento podem ser responsabilizados judicialmente, por obterem lucro numa atividade que, segundo o procurador, viola os direitos fundamentais dos trabalhadores.

O MPT recomendou aos arrendatários que paralisassem as atividades imediatamente e procurassem o órgão para regularizar a situação dos trabalhadores. Serão instaurados inquéritos civis contra todos os exploradores e proprietários das terras onde ocorre a exploração.


Fonte: JL/G1PI

Orquestra Sanfônica abre programação do aniversário de Teresina

Orquestra foi criada em 2013 e é composta por 20 músicos
A capital piauiense completa 163 anos no próximo dia 16 de agosto, mas as atividades comemorativas começam já nesta sexta-feira (31), com a apresentação da Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos, às 19h, no adro da igreja São Benedito.

Criada em 2013, a orquestra hoje é composta por 20 músicos, dentre estes 17 sanfoneiros com diferentes idades e de diversas cidades do Piauí, pessoas que antes da criação do grupo não tinham carreiras musicais consolidadas. Um exemplo dessa pluralidade é a jovem Vanessa Lobão. Ela tem 23 anos e é a única mulher a integrar a Orquestra Sanfônica Seu Domingunhos.

Vanessa ingressou na Orquestra através de um convite feito pelo maestro Ivan Silva, seu então professor de sanfona. De um atento claro, em pouco tempo ela conquistou seu espaço e hoje é uma das solistas da orquestra. “No começou foi um pouco complicado, mas tive apoio de todos e hoje me vejo como incentivadora para aquelas mulheres que têm o mesmo sonho de aprender a tocar sanfona, mas se sentem intimidadas”, declara a jovem sobre sua representação feminina no grupo.

A diversidade de talentos e histórias não acaba em Vanessa Lobão, cada integrante tem sua ligação singular com o instrumento principal do grupo e uma história de vida que se modificou com a criação da Orquestra, como o jovem Isaac, de 11 anos, que começou a tocar sanfona aos 6 e aos 9 entrou para a Orquestra, ou ainda o senhor Sebastião Alves, de 67 anos. Ele começou a tocar sanfona aos 12 anos, mas nunca havia estudado o instrumento. Quando soube da criação de uma orquestra de sanfoneiros deixou a cidade de União, a 65 km de Teresina, e veio à capital pelo interesse em participar do grupo. Modesto, Sebastião afirma que ainda tem muito o que aprender. “Eu sou o mais velho, mas não o mais experiente. Ainda tenho que aprender mais”, disse.

Todas essas histórias servem para enriquecer o universo da Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos e validar o trabalho de qualidade realizado por ela. Semanalmente acontecem os ensaios do grupo, que têm como casa o Palácio da Música de Teresina. Aos comandos do maestro Ivan Silva, a Orquestra preparou para a apresentação em homenagem ao aniversário de Teresina um repertório com canções de autores como Noca do Acordeom, Pedro Raimundo, Luiz Gonzaga e Dominguinhos, além de execuções da música clássica de Brahms, Strauss e o uruguaio Gerardo Matos Rodríguez.

A Orquestra Sanfônica Seu Dominguinhos é mantida pela Prefeitura Municipal de Teresina, através da Fundação Municipal de Cultura Monsenhor Chaves. Foi criada pelo então presidente da Fundação, Lázaro do Piauí, com o intuito de homenagear o sanfoneiro Dominguinhos, grande nome da música brasileira, que morreu no ano de criação da Orquestra.



Fonte: JL/Assessoria
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...