terça-feira, 14 de janeiro de 2020

Bolsonaro admite que pode reajustar mínimo e repor inflação

No último dia de 2019, o presidente assinou medida provisória estabelecendo o salário mínimo em R$ 1.039,00 para 2020, um reajuste de 4,1%
Bolsonaro tem reunião com ministro Paulo GuedesDiego Vara/Reuters
O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (14) que há espaço para reajustar o salário mínimo de forma a recompor a inflação do ano passado. O presidente, que irá se reunir com o ministro da Economia, Paulo Guedes, na tarde desta terça, defendeu que o reajuste leve em conta a variação dos preços no ano passado, apesar do impacto nas contas públicas.

“Eu vou encontrar com o Paulo Guedes agora à tarde. Eu acho que tem brecha para a gente atender”, disse Bolsonaro a jornalistas ao deixar o Palácio da Alvorada, argumentando que dezembro registrou inflação “atípica” por conta da alta da carne.

Questionado se a ideia seria ao menos recompor a inflação, Bolsonaro confirmou: “A ideia é no mínimo isso aí... apesar de ser pouco o aumento, 4,5 reais, tem que recompor”.

No último dia de 2019, o presidente assinou medida provisória estabelecendo o salário mínimo em R$ 1.039,00 para 2020, um reajuste de 4,1%. No entanto, a inflação do ano passado medida pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) foi de 4,48%, segundo divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) no início de janeiro.

O governo estima que para cada aumento de 1 real no salário mínimo as despesas com benefícios da Previdência, abono e seguro desemprego e benefícios de prestação continuada da Lei Orgânica de Assistência Social e da Renda Mensal Vitalícia se elevam em 2020 em aproximadamente 355,5 milhões de reais.

Portaria do Ministério da Economia publicada no Diário Oficial nesta terça-feira já estabeleceu aumento de 4,48% nos benefícios do INSS Instituto Nacional do Seguro Social.

Bolsonaro também disse na entrevista concedida no Alvorada que deve tratar, na conversa com Guedes, das reformas tributária e administrativa, e acrescentou que a intenção é construir propostas que possam ser aprovada pelo Congresso “sem muito atrito”.

“O Congresso, no meu entender, está bastante consciente disso. Acredito que não teremos dificuldade se apresentarmos uma boa proposta”, afirmou.

Sobre a sanção do Orçamento para 2020, que tem sido cercada de polêmica por conta dos recursos destinados a fundo para financiamento de campanhas eleitorais, o presidente afirmou que irá assiná-lo “no limite” do prazo de 15 dias úteis.

Copyright © Thomson Reuters.

“Para fazer parte tem que matar dois por semana”, diz membro de facção preso no Piauí


Foram pelo menos 26 pessoas pessoas nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (14/01) na “Operação Codinomes”
Ellyo Teixeira - 14 de janeiro de 2020 às 15:17

Em uma das conversas, um dos presos pergunta se um iniciante na facção “mata bem” e que para fazer parte tem que matar dois por semana.

OitoMeia divulga diálogos entre os criminosos da facção PCC que foram interceptadas com autorização judicial.

Foram pelo menos 26 pessoas pessoas nas primeiras horas da manhã desta terça-feira (14/01) na “Operação Codinomes”

A Secretaria Estadual de Segurança Pública do Piauí divulgou, no início da tarde desta terça-feira (14/01), diálogos entre presos na “Operação Codinome”, que foi deflagrada nas primeiras horas desta manhã com o objetivo de prender criminososque fazem parte das facções criminosas Primeiro Comando da Capital (PCC) e do Bonde dos 40; e que culminou na prisão de 26 pessoas em Teresina, Maranhão e São Paulo.
Tocador de vídeo
Em uma das conversas, um dos presos pergunta se um iniciante na facção “mata bem” e que para fazer parte do grupo criminoso tem que matar pelo menos dois por semana.

“Mas tu mata bem irmão? Para entrar no quadro da restrita (facção) tem que pelo menos matar dois por semana, irmão”, diz um dos criminosos. O outro, que pretende fazer parte do bando logo diz que já matou alguns. “Rapaz, irmão, tá ligado né? Nós desenrola. Eu já derrubei (matou) uns dois já. Rapaz, meu irmão, missão dada, missão cumprida”, fala o outro que parece está preso.

Advogado amarra braços e pernas da filha de 16 anos e comete estupro

A adolescente revelou a um amigo que foi estuprada pelo próprio pai
Uma adolescente de 16 anos revelou a um amigo que foi estuprada pelo próprio pai, um advogado de 37 anos, dentro de sua residência em Várzea Grande.

Após ficar sabendo do abuso sexual na última sexta-feira (10), o amigo da menor relatou o fato à coordenadora da escola estadual onde os dois estudam. A polícia foi acionada imediatamente.

A coordenadora procurou a garota e ela confirmou que foi estuprada na madrugada do dia 8 de janeiro. Ela relatou que o agressor a manteve com os braços e pernas amarrados e fazia ameaças: “Você já sabe, né?”.A vítima e a coordenadora da escola foram até a delegacia, onde o caso foi registrado como estupro. O pai, no entanto, não foi encontrado e ainda não foi ouvido.

segunda-feira, 13 de janeiro de 2020

Kabral e cantor da Raio Musical se envolvem em confusão em bar de Campo Maior


Nesta segunda-feira começou a circular pelo menos dois vídeos que mostram um bate-boca entre o cantor Kabral “O Rei da Seresta” e o vocalista da Banda Raio Musical de Campo Maior, Reginaldo Carvalho.
O desentendimento entre os dois aconteceu em um bar às margens da BR-343 no Bairro São Luís em Campo Maior na última quinta-feira, dia 09 de janeiro. Nos vídeos, Reginaldo aparece se dirigindo para o seu carro falando que Kabral não é nada “aqui dentro” se referindo a Campo Maior.
“Cadê teu show no Iate? Tu se f... lá. P.. não vem afrescar comigo, não. Pelo amor de Deus. Tu pensa que é o que p... Tu ta numa p.. daquela ali e vem querer ser o tal, c.... Vou dizer bem aqui uma coisa pra tu” diz Reginaldo. Enquanto isso, Kabral pergunta cadê a Raio?
O vídeo termina com Reginaldo entrando no seu carro e Kabral dizendo “deixa ele vir”.
O segundo vídeo é gravado por uma mulher e ela mostra o carro de Kabral com um dos pneus dianteiro supostamente furado.
“Confusão aqui no caminho de casa com o Reginaldo [...] furou o pneu dele com uma faca, ameaçou de morte e é isso aí” diz a mulher.

domingo, 12 de janeiro de 2020

Colação de grau: Dep. Ribeiro Magalhães Encerra o ano de 2019 com festa


Colação de grau: Dep. Ribeiro Magalhães Encerra o ano de 2019 com festa 
A conclusão de três etapas muito importantes marcou sexta–feira, 10/01/2020: a cerimônia de colação de grau dos alunos do Recursos Humano. Famílias e convidados se reuniram na Quadra do Ginásio Poliesportivo de Cocal para compartilhar esse momento tão especial juntamente com os formandos do CEEP Rural Deputado Ribeiro Magalhães, uma cerimônia formal para a entrega dos diplomas dos cursos técnicos em Recursos Humanos, Administração e Suporte em Informática com homenagens e discursos de professores, paraninfos, diretores da referida escola e oradores ou representantes de turma, além da realização do juramento com os deveres e responsabilidades do profissional junto à sociedade. 
A noite foi marcada por homenagens aos pais, mestres e aos colaboradores que vivem o dia a dia da escola e rotina escolar dos alunos, muitas recordações, muitos sorrisos e muitas lágrimas quando tocou em nome de Lucas Pereira, um aluno da turma de Recursos Humanos que Deus o levou e não chegou a concluir seus estudos. Foram momentos de emoção, gratidão e de muita alegria que certamente ficarão vivas na lembrança dos alunos, por muito tempo. 
Depois de anos de estudo e muita dedicação para conquistar o tão esperado diploma do ensino Técnico e abrir as portas para o futuro profissional, finalmente chegou o momento da colação de grau! E, para ajudá-lo a fazer bonito nesse evento tão importante, preparamos este post para homenagear os formando que subiram, mas um degrau de muitos que virão, para se preparar para os novos desafios, cheios de confiança e esperança de um Brasil melhor. 
Entre todos os formandos a Sra. Sabrina Kelly dos Santos Araújo ( Formanda do curso de RH), empresaria que trabalha diariamente fazendo bolos e salgados, por nenhum momento parou seus estudos enfrentou barreira e concluiu ensino médio, participou de todas as atividades, além do mais deu uma belíssima festa para seus amigos e convidados, um jantar e muitas bebidas para todos que foram lhe prestigiar em um ambiente muito aconchegante no Paraiso Tropical, ali se via a felicidade de Sabrina, em cada canto do Paraiso algo mais importante tudo feito por ela. 
Na solenidade: 

• Apresentação dos membros da mesa de honra por Monica Barreto 

• Abertura da solenidade, feita por Francisca das Chagas Oliveira 

• Entrada dos formandos 
• Hino Nacional 
• Juramento e Oratório 
• Entrega dos diplomas 
• Homenagem ao Lucas (in Memória) 
• Discurso do paraninfo e foto oficial 
• Encerramento















 























quinta-feira, 9 de janeiro de 2020

Governo vai fechar agências do INSS. Piauí está na lista

 
Os problemas são constantes no INSS do Piauí
O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) começa 2020 com mudanças. Após cortes orçamentários e medidas de reajustes no funcionamento da aposentadoria, diversas agências do INSS, contando com a do Piauí, poderão ser fechadas neste ano. Segundo o presidente do órgão, Renato Vieira, as medidas visam por fim as unidades consideradas ineficientes.

De acordo com o presidente, o governo tem objetivo de criar um novo modo de atendimento que vai ter objetivo de desobstruir as filas presenciais e resolver questões de atrasos na solicitação do benefício. Para isso, o órgão vai utilizar, principalmente, meios digitais, o que vai resultar em possíveis desligamentos das agências do INSS.

O INSS tem objetivo de atualizar informações da prova de vida, procedimento que se baseia em serviços realizados por meio da biometria e reconhecimento facial e deverá ser aplicado ainda no primeiro semestre de 2020. Para melhorar a qualidade do serviço e diminuir o número de reclamações, o órgão vai estar focado no atendimento digital por meio da atualização do sistema.

Segundo Renato, os atendimentos presenciais, em grande escala, com necessidade de agendamentos e os processos físicos, são os principais responsáveis pelos atrasos e ineficiência para com os assegurados.

Cursos On-line GRÁTIS! Clique e Confira!

Segundo o órgão, o tempo médio para aprovação de um benefício é de 59 dias, ultrapassando o prazo de 45 dias estipulado pela lei. Quando não se cumpre o calendário, o INSS precisa pagar correção pela inflação, já que a análise é considerada em atraso.

Pelo menos 2 milhões de brasileiros aguardam, em média, aprovação de sua solicitação há mais de 45 dias. Em agosto, segundo o boletim de estatístico de setembro, 1,1 milhão de requerimentos foram apresentados e 879 mil seguiam sem respostas.

Corte de agências do INSS

Segundo o presidente do INSS, Renato Rodrigues Vieira, o órgão vai cortar 50% da estrutura administrativa do instituto e, até junho de 2020, vai fechar quase metade das 1.200 agências por todo o país.

No seu quadro de funcionários em 2019, o INSS contava com cerca de 6 mil técnicos e analistas do serviço social. O número vem se mantendo desde 2015 e não tem previsão de acréscimo devido ao impedimento de um novo concurso público.

Para o presidente do INSS, a digitalização é fundamental para combater fraudes. Segundo ele, a transformação digital tem permitido que a autarquia trabalhe com quadro de pessoal mais reduzido. Por conta disso, contratações não estão no radar do órgão. “Não há perspectiva de concursos a curto prazo”, informou Renato Rodrigues Vieira.

Segundo o Presidente, a digitalização, que está sendo aprofundada no INSS e já alcança 90 dos 96 serviços fornecidos, é fundamental para o combate às fraudes na Previdência. Ainda de acordo com Renato, o Tribunal de Contas da União (TCU) estima que 11% da folha de pagamento do INSS, o que dá cerca de R$ 5 bilhões por mês, têm algum tipo de irregularidade.

“Nos assustamos com o número de servidores que estavam recebendo o BPC, pois isso mostra a fragilidade do processo de negociação”, disse o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Sem autorização de concurso do INSS

Sem a autorização para abertura de um novo concurso do Instituto Nacional do Seguro Social (Concurso INSS), a falta de pessoal no órgão poderá gerar um impacto de nada menos que R$9,7 bilhões aos cofres públicos no ano de 2020. Acontece que esta é a projeção dos gastos do Ministério da Economia para a regularização de benefícios que estavam represados, ainda aguardando em análise.

Déficit de servidores

A expectativa de abertura de um novo edital de concurso público do Instituto Nacional de Seguridade Social (Concurso INSS) é grande. Em nota, a Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Saúde, Trabalho, Previdência e Assistência Social (Fenasps) denunciou os problemas causados pela falta de preenchimento de servidores no INSS. O déficit de servidores, conforme informações da entidade, já chega a 16 mil.

“Como o governo se recusa a realizar concurso público para repor o quadro de servidores, o INSS tem hoje uma defasagem de aproximadamente dezesseis mil servidores. Em poucos meses, a direção do Instituto teve que lidar com um problema de extrema grandeza: o acúmulo superior a três milhões de processos represados, aguardando análise na “nuvem digital”, elevando o tempo de espera na concessão de alguns benefícios, em várias gerências, para mais de um ano.” disse a Federação em nota.

Concurso para 7,8 mil vagas

O pedido de abertura do edital de concurso público do Instituto Nacional do Seguro Social (Edital Concurso INSS) com 7.888 vagas continua em análise, conforme informou o Ministério de Desenvolvimento Social (MDS), através de sua Assessoria de Imprensa. “A solicitação de concurso para o INSS continua em análise no Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão”, informou a pasta.

Está em análise no Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão (MPOG), o novo pedido de concurso para nada menos que 7.888 vagas, distribuídas entre as funções de Técnico do Seguro Social (nível médio – 3.984 vagas), Analista – diversas especialidades (nível superior – 1.692 vagas) e Perito Médico (nível superior – 2.212 vagas).

Além dos avanços, uma outra boa notícia veio do Ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra. De acordo com ele, existe a prioridade de realização de concurso do INSS. A carência no quadro de servidores do Instituto foi reconhecida pelo titular do Ministério a qual, inclusive, o órgão pertence.

Ainda segundo Osmar, a expectativa é que novas vagas sejam autorizadas a partir do momento que o país registrar uma melhoria na arrecadação financeira. Além disso, ele afirmou que o concurso anterior, realizado entre 2015 e 2016, deverá ser concluído, antes que um novo certame seja autorizado. Lembrando que o último concurso tem validade até agosto deste ano. Nomeações dos cargos já estão acontecendo.

A expectativa pelo edital de concurso INSS é grande. No mês de janeiro, o pedido teve avanços significativos no Ministério do Planejamento. Agora, a solicitação já está sendo analisada pela Assessoria Técnica e Administrativa do gabinete do ministro Dyogo Oliveira. O avanço ocorreu logo após o presidente do Instituto Nacional do Seguro Social, Francisco Lopes, informar que reiterou ao Ministério do Planejamento a necessidade de que os pedidos de novo edital e de chamada de excedentes da seleção de 2015 sejam autorizados.

Eleições 2020: PSD admite que abre mão da pré-candidatura de Georgiano por Sílvio Mendes

O presidente estadual do PSD, Júlio César, admitiu nesta quarta-feira (8) que seu partido está disposto a abrir mão da pré-candidatura de Georgiano Neto a prefeito de Teresina, caso o ex-prefeito Sílvio Mendes se filie a legenda e aceite disputar o Palácio da Cidade. Se a estratégia se confirmar, Sílvio - que está sem partido - seria um nome de oposição ao prefeito Firmino Filho. 

"O Georgiano é pré candidato há algum tempo, o Silvio Mendes é uma referência da política de Teresina e tem um grande apelo popular. Não vamos nos enganar. O nosso partido quer crescer. A pré-candidatura que nós temos hoje é a do Georgiano. O Sílvio é uma possibilidade. Nós tivemos uma conversa que durou mais de hora onde discutimos vários assuntos. Estamos trabalhando para ter uma alternativa", afirmou o parlamentar durante entrevista à TV Cidade Verde.

Júlio Cesar ressaltou que Sílvio não tem interesse mais de disputar eleições, no entanto, não descarta um retorno à política.

"Ele mesmo disse que não tem interesse em concorrer, mas admite uma possibilidade e não descarta. Foi uma conversa muito boa. Eu ajudei muito na gestão do Sílvio. O Georgiano poderá abrir mão para Sílvio Mendes. Ele foi convidado, achou interessante o convite. Ele está conversando com outras lideranças. Não disse nem sim e nem não. Se ele disser que sim, eu acho que a gente abre mão. Será avaliado. Nos dias de hoje o Sílvio Mendes é bem mais avaliado do que o deputado Georgiano", afirmou.

Foto: Yasmim Cunha

Câmara Municipal

Sobre a Câmara Municipal da capital, Júlio César revelou que o PSD já possui 34 pré-candidatos a vereador. "Evidente que não são nomes de grande referência, mas a nossa expectativa era eleger 3 ou 4 vereadores", declarou. Cidadeverde.com

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...