sábado, 30 de agosto de 2014

Campanha de Marina divulga erratas sobre capítulo LGBT em programa de governo

Nova versão é mais genérica do que a original; referência a energia nuclear também mudou


Há dois erros no programa de governo, segundo a campanha Reprodução 

A coordenação da campanha da candidata do PSB à Presidência da República Marina Silva informou que há dois erros no programa de governo divulgado nesta sexta-feira, dia 31. Uma modificação substancial foi feita no capítulo "LGBT" e a nova versão é mais genérica do que a original. Outro objeto de mudança foi uma referência ao desenvolvimento da energia nuclear. 

Na página 216 do capítulo LGBT do programa de governo divulgado na sexta consta que a candidata propõe "apoiar propostas em defesa do casamento civil igualitário", uma referência à "aprovação dos projetos de lei e da emenda constitucional em tramitação, que garantem o direito ao casamento igualitário na Constituição e no Código Civil." A correção da coordenação da campanha é mais genérica: "Garantir os direitos oriundos da união civil entre pessoas do mesmo sexo." 

Na página 215 do programa anunciado por Marina em São Paulo há uma linguagem mais incisiva do que nova versão. 

— Ainda que tenhamos dificuldade para admitir, vivemos em uma sociedade sexista, heteronormativa e excludente em relação às diferenças.   

O texto destaca em seguida que "os direitos humanos e a dignidade das pessoas são constantemente violados e guiados, sobretudo, pela cultura hegemônica de grupos majoritários (brancos, heterossexuais, homens, etc.) 

E ainda ressalta que "uma sociedade em que somente a maioria — seus valores, tabus e interesses — é atendida pelo poder político, enquanto minorias sociais e sexuais silenciam, não pode ser considerada democrática." 

A nova redação do tema ficou assim: "Ainda que tenhamos dificuldade para admitir, vivemos em uma sociedade que tem muita dificuldade de lidar com as diferenças de visão de mundo, de forma de viver e de escolhas feitas em cada área da vida. Essa dificuldade chega a assumir formas agressivas e sem amparo em qualquer princípio que remeta a relações pacíficas, democráticas e fraternas entre as pessoas." 

Além disso, o texto que deve prevalecer ressalta que "nossa cultura tem traços que refletem interesses de grupos que acumularam poder enquanto os que são considerados minoria não encontram espaços de expressão de seus interesses." 

A nova versão aponta ainda que, "a democracia só avança se superar a forma tradicional de supremacia da maioria sobre a minoria e passar a buscar que todos tenham formas dignas de se expressar e ter atendidos seus interesses. Os grupos LGBT estão entre essas minorias que têm direitos civis que precisam ser respeitados, defendidos e reconhecidos, pois a Constituição Federal diz que todos são iguais perante a lei. 

A segunda correção foi a exclusão da energia nuclear como fonte importante de geração de energia para o País. Na página 144, o programa de energia nuclear foi apontado como um dos que merecem atenção para aperfeiçoamento e aumento de sua participação na matriz energética do País. 

Contudo, foi informado que sobre o tema o que deve ser seguido está na página 65, no item 3: "Realinhamento da política energética para focar nas fontes renováveis e sustentáveis, tanto no setor elétrico como na política de combustíveis, com especial ênfase nas fontes renováveis modernas (solar, eólica, de biomassa, geotermal, das marés, dos biocombustíveis de segunda geração."

Tragédia - Avião monomotor cai em cima de casa e mata três pessoas em Curitiba


A aeronave tinha acabado de decolar do aeroporto e seguia para Londrina, no norte do estado, segundo a Infraero. 

Um avião monomotor modelo Cessna 177 caiu e atingiu uma casa na Rua Nicarágua, em Curitiba, nas proximidades do Aeroporto do Bacacheri por volta das 13h30 deste sábado (30), segundo o Corpo de Bombeiros. A aeronave tinha acabado de decolar do aeroporto e seguia para Londrina, no norte do estado, segundo a Infraero. Após a queda, o avião explodiu.

Imagem: Caroline Mafra/ RPC TV
Aeronave pegou fogo após cair em cima de casa Pelo menos quatro pessoas estavam a bordo - duas morreram na hora e uma no hospital. O outro ocupante da aeronave ficou ferido e foi encaminhado para o Hospital do Trabalhador. Ainda segundo os bombeiros, entre as vítimas mortas estão o piloto e o copiloto do avião.
Na casa estavam duas mulheres e uma criança. Elas não se feriram.

Imagem: Danaê Bubalo-Banda B
Monomotor cai e mata 3 pessoas "Acredito que ele tentou levantar, mas não deu certo. Ele bateu no poste e, acho que foi por isso que ele não entrou dentro de casa, não quebrou a parede. Logo depois ouvimos a explosão. Estávamos na cozinha e ouvimos o barulho. Pensei que tivesse sido um acidente com um carro, mas na hora que cheguei na sala vi uma parte da asa e só pensei em pegar a minha mãe e a minha filha para sairmos de casa. A hora que pegou fogo já tínhamos saído", disse uma das moradoras da casa Elisabete Pascoal do Rosário.

Imagem: Danaê Bubalo-Banda B
Monomotor cai emata 3 pessoas 
Imagem: Danaê Bubalo-Banda B
Monomotor cai e mata 3 pessoas 
Imagem: Danaê Bubalo-Banda B
Ferido é atendido

*Com informações do G1 Paraná

Adolescente de 18 anos confessa ser autor dos tiros que matou taxista no PI

Grupo de taxistas chegaram a conversar com os suspeitos na cela do Greco.
Motorista Carlos Alberto de Sousa, foi morto durante assalto em Teresina. 

Um grupo de três taxistas convidados pelo delegado Menandro Pedro entraram nesta sexta-feira (29) na cela do Grupo de Repreensão ao Crime Organizado (Greco) e conversaram com os dois suspeitos de assassinarem o taxista Carlos Alberto de Sousa, 42 anos, no Centro de Teresina. Durante o encontro, o adolescente de 18 anos confessou ser autor dos disparos que matou o motorista e livrou o comparsa de 17 anos de participação no crime. 
Suspeito declarou ser autor de disparo que matou
taxista (Foto: Antônio Moura Fé)
Amigo de taxista morto chegou a conversar com
suspeitos em cela (Foto: Ellyo Teixeira/G1)

Segundo o taxista Antônio Moura Fé, que este com os suspeitos, a conversa foi rápida e o adolescente assumiu toda a autoria no homicídio. "Ele relatou não ter dito a intenção de matar o nosso amigo, pois só queria o dinheiro. No entanto o Carlos correu e por impulso ele disse que atirou contra o taxista", contou.

Para o delegado Menandro Pedro, o suspeito de 18 anos tem quatro passagens pelo Centro Educacional Masculino (CEM) e o menor de 17 esteve três vezes internado no local.

"A digital do adolescente bateu com a encontrada no veículo da vítima. Ele também teria uma ficha extensa por outros crimes, incluindo um homicídio contra mototaxista quando ele era menor de idade", revelou o coordenador do Greco ao G1.

Ainda segundo o delegado, os dois suspeitos continuarão presos no Greco até o fim das investigações. Já o velório do taxista Carlos Alberto de Sousa acontece na casa da vítima no bairro Aeroporto, Zona Norte da cidade.




Ellyo Teixeira Do G1 PI 

Biquíni é proibido em parque aquático na Coreia do Norte

Munsu Water Park, locais pagam o dobro que estrangeiros para entrar.
Complexo foi inaugurado em outubro de 2013 com desfile militar.

Mulheres de maiô são vistas no Munsu Water Park em 8 de agosto. Ninguém usa biquíni no parque aquático norte coreano (Foto: REUTERS/KCNA ) 

Piscinas com ondas e dezenas de tobogãs coloridos atraem centenas de banhistas ao Munsu Water Park, um espetacular parque aquático em Pyongyang onde o biquíni está completamente vetado e a entrada custa quatro vezes o salário de um norte-coreano médio.

Inaugurado em outubro de 2013 com um desfile militar em grande estilo, este monumental complexo ocupa 15 hectares ao leste de Pyongyang e à primeira vista não tem nada de diferente com relação aos similares de outras capitais do mundo.

No entanto, uma bizarra imagem dá as boas-vindas a todos os visitantes no amplo hall principal de Munsu. É a estátua colorida do falecido líder Kim Jong-il que, sorridente e vestido com seu clássico terno caqui, "decora" o palco com a gigantesca fotografia de uma praia atrás.

O parque conta com cafeteria, cervejaria, restaurante, várias piscinas para adultos e para crianças, além de trampolim e rios que fluem até a mais extensa parte exterior.

Ao ar livre, norte-coreanos de todas as idades sacolejam no simulador de ondas e usam com visível entusiasmo outras tantas piscinas e grandes tobogãs, pequenos, retos, ondulados, enroscados, de todos os tipos imagináveis.

Mas quem frequenta o parque aquático do país mais isolado do mundo? Uma funcionária garante à Agência Efe que a entrada para estrangeiros custa 11.655 wons norte-coreanos (R$ 29) e os locais pagam 20 mil wons norte-coreanos (R$ 49), um valor considerado alto se for levado em conta que um trabalhador local ganha, aproximadamente, 5 mil wons norte-coreanos (R$ 12) por mês.
Custo de entrada no parque equivale a quarto vezes o salário de um norte-coreano; muitos visitantes são levados em excursões pelo governo (Foto: REUTERS/KCNA) 

"Se as pessoas não pudessem pagar, como o parque estaria cheio?", afirma com ironia um funcionário enquanto aponta para as piscinas onde centenas, possivelmente mais de mil pessoas, entre crianças, adolescentes e famílias, brincam nas águas aproveitando o dia ensolarado.

Normalmente, os norte-coreanos recebem complementos salariais, o que unido à volatilidade da moeda local faz com que se refrescar um dia quente em Munsu não seja tão inacessível quanto parece, segundo a duvidosa explicação de um funcionário do governo.

Outra funcionária, que garante vir com frequência com sua família, comenta que parte dos banhistas faz parte de grupos escolares e militares enviados pelo governo com as despesas pagas, embora não seja a maioria.

Deste modo, o que parece mais factível é que as antigas e novas classes poderosas de Pyongyang, uma cidade onde, pouco a pouco, são observados sinais de ostentação, formem a clientela habitual de um de seus espaços de lazer mais exclusivos.

Tão exclusivo quanto o jovem líder Kim Jong-un acompanhar com especial interesse o processo de construção do parque, que levou apenas sete meses para ser erguido, e dizem que já o visitou pessoalmente em mais de 100 ocasiões desde a colocação da primeira pedra até hoje.

Apesar de Munsu representar a nova cara de uma Pyongyang, que começa a abraçar a modernidade neste país estagnado nos tempos da Guerra Fria, não ocorre o mesmo com as roupas dos banhistas, já que, para as mulheres, mostrar o umbigo ainda é algo impensável.

"Nunca colocaria um biquíni. Imagina o desgosto que eu daria ao meu marido", comenta entre risos Park, uma tradutora de 29 anos e um exemplo do profundo conservadorismo que impregna esta sociedade comunista na qual a retidão moral é tão sagrada quanto à revolução.

Mesmo assim, dos três maiôs femininos expostos nos manequins da loja de Munsu com um valor de 47.297 wons norte-coreanos (R$ 117) chama a atenção que um deles apresente um proeminente e incomum decote, um detalhe que poderia denunciar que algo está mudando na capital do país mais fechado do mundo.

Grupo é preso no ES após postar fotos de objetos roubados na web

Quadrilha é conhecida como 'Bonde do 157' e atuava na Serra.
Membros têm passagem por porte ilegal de armas e tentativa de homicídio.


Do G1 ES, com informações da TV Gazeta *


Uma quadrilha suspeita de praticar roubos no município da Serra, Grande Vitória, foi desarticulada pela polícia após cerca de quatro meses de investigação. Depois dos crimes, os envolvidos postaram fotos dos produtos roubados no Facebook. No total, três pessoas foram presas e um integrante continua foragido.

O grupo é conhecido como o "Bonde do 157", numeração que faz referência ao artigo do código penal que qualifica o crime de roubo. A quadrilha agia nos bairros Novo Horizonte, Jardim Limoeiro, São Diogo e José de Anchieta. De acordo com a Polícia Civil, o bonde começou a ser investigado após um assalto à casa de um policial.

A partir desse fato, foi iniciada a procura pelos demais integrantes. "É uma quadrilha especializada em roubos de residências, automóveis, pessoas que circulam pelas ruas, entre outras coisas", explicou o delegado Rodrigo Sandi Mori.

Segundo o delegado, além da extensa ficha criminal, que incluía porte ilegal de armas e até tentativa de homicídio, "o que mais chamou a atenção foi a audácia deles em divulgarem os produtos dos crimes, como dinheiro e automóveis, nas redes sociais".

Nas imagens postadas por um dos suspeitos, é possível ver um relógio, um cordão , tênis e dinheiro. Em um dos cometários, ele postou a expressão "Tipo Sheik", que traz a palavra de origem árabe que significa 'chefe', 'soberano'. Um amigo chega a questionar o rapaz. "Se você não trabalha, como tem essas coisas? Estranho".
Jovem aparece em post com dinheiro que teria sido roubado (Foto: Reprodução/ Facebook) 

O primeiro membro da quadrilha foi detido em junho de 2014, depois de assaltar a casa de uma advogado, também na Serra. Com ele, foi encontrado um relógio avaliado em R$ 3.500. Além dele, outros dois membros também foram detidos.

As investigações foram conduzidas pela polícia da Serra e investigadores da Delegacia Patrimonial de Vitória. "A quadrilha não vai mais existir. Já são três presos e, com a divulgação das imagens, nós acreditamos que o único integrante da quadrilha que falta ser preso será detido em breve", concluiu o delegado Rodrigo.

* Com colaboração de Rodrigo Maia, da TV Gazeta.
Dinheiro que aparece em foto teria sido roubado (Foto: Reprodução/ Facebook)

Jovem manda fotos dela nua para o ex; namorada dele descobre e vaza na internet

A autora confessou ter publicado as imagens e vai responder por calúnia e difamação



Do R7, com Record Minas 
Fotos circularam pela internet Record Minas 

Uma tentativa de reatar um namoro terminou em crime virtual em Montes Claros, no norte de Minas. Uma jovem enviou fotos íntimas para o ex, mas a atual companheira do rapaz viu as imagens e publicou tudo na internet.

A garota foi alertada por amigas, que viram as fotos.

— Minhas amigas que viram e me ligaram, só que eu estava dormindo. Foi de madrugada que ela publicou. Meu namorado me procurou e me falou. Eu tomei um susto e fui na polícia e na casa dela tentar conversar para ela tirar a publicação.


A menina conta que já tinha terminado o namoro com o destinatário das fotos, mas os dois ainda "tinham contato", o que gerou ciúmes.

— Ele era um ex-namorado e a gente tinha contato. Como a gente tava tendo contato, ela não sabia, e veio a descobrir.

A jovem procurou a polícia. O inquérito do caso já está concluído. Como a mulher assumiu a autoria das postagens, o delegado Daniel Botelho Almondes não teve dificuldades durante a investigação.

— Nós conseguimos chegar nas pessoas envolvidas. Haverá o processamento normal do delito, que é uma injúria ou difamação, tendo em vista que a honra da pessoa foi abalada.

Suspeito de estuprar menores usava perfil falso no Facebook para atrair vítimas


 
Joilson foi preso por policiais da 39ª DP Foto: Urbano Erbiste 

Preso por policiais da 39ª DP (Pavuna), no início da manhã deste sábado, Joilson Rangel Estevão, de 45 anos, suspeito de estuprar meninas menores de idade, usava perfis falsos no Facebook para atrair as vítimas. De acordo com a polícia, o homem criou duas contas com nomes de garotas - Pamela e Mariana - pelas quais se passava. Fingindo ser as moças, Joilson se aproximava das vítimas. Após fazer amizade com elas, o homem convidava as meninas para serem acompanhantes de um amigo, que na verdade era ele próprio, em jantares. Pelos encontros, oferecia de R$ 300 a R$ 800.

 
Polícia suspeita que Joilson venda medicamentos de uso controlado Foto: Urbano Erbiste / Agência O Globo 

Já no carro de Joilson, as garotas eram dopadas, levadas para motéis e estupradas. As vítimas depois eram largadas nas ruas da Pavuna, bairro onde o suspeito morava. As meninas eram dopadas com remédios colocados pelo homem, com uma seringa, dentro de copos de guaraná natural que eram oferecidos para elas ao entrarem no veículo.

 
Um dos diálogos do suspeito (fingindo ser Mariana) com uma vítima Foto: Reprodução 


Segundo a polícia, três vítimas - de 13, 14 e 15 anos - já reconheceram Joilson.

 
Um dos diálogos do suspeito (fingindo ser Mariana) com uma vítima Foto: Reprodução 


Na casa do suspeito, onde ele foi preso, os policiais encontraram grande quantidade de remédios de uso controlado, como o o abortivo Cytotec, Pramil (genérico do Viagra) e anabolizantes, além de seringas. A polícia suspeita que ele venda esses medicamentos. Na casa, foi encontrada ainda uma lista com os valores de remédios.

 
A lista dos preços de remédios, encontrada na casa de suspeito, na Pavuna Foto: Urbano Erbiste 


Na chegada da polícia à residência do suspeito, além da mulher, com quem ele morava, estavam seus sogros. Em depoimento, a esposa disse que não sabia do envolvimento do marido com as jovens.

 
Na casa do suspeito, foi encontrada grande quantidade de remédios de uso controlado, como o o abortivo Cytotec, Pramil (genérico do Viagra) e anabolizantes, além de seringas Foto: Urbano Erbiste 

Numa das conversa, no Facebook, entre Joilson - na ocasião se fazendo passar por Mariana Sisva -, com uma das vítimas, o homem marca onde elas encontrarão o seu “amigo”, com o qual almoçariam.



Homem de 26 anos é executado com mais de 10 tiros no litoral do Piauí

Vítima estava na casa da namorada quando foi abordada pelos criminosos.
Maicon dos Santos era insvestigado por homicídio e roubo no litoral.
Vítima identificada como Maicon dos Santos Aragão. (Foto: Kairo Amaral/PortalCostaNorte)

Um homem de 26 anos foi executado a tiros dentro da casa da namorada a tiros na Rua São Francisco, Bairro Ceará, em Parnaíba, litoral do Piauí. De acordo com o capitão Freitas, da coordenação de policiamento, o crime aconteceu por volta das 10h deste sábado (30) quando dois homens que andavam em uma moto pararam no local e efetuaram os disparos contra a vítima identificada como Maicon dos Santos Aragão.

“A vítima foi abordada por dois homens no momento em que o mesmo estava entrando na casa. Foram disparados mais de 10 tiros e por isso acreditamos que o crime tenha sido execução” disse.

Após o crime, policiais militares da Força Tática de Parnaíba foram acionados e realizaram o isolamento do local. No chão foram encontradas cápsulas de pistola calibre 9 milímetros, que é conhecida pela capacidade de transfixação.

A vítima já tinha passagens por furtos, assaltos e era investigado por envolvimento por um homicídio. O corpo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). A polícia continua fazendo diligências no intuito de prender os suspeitos.


Do G1 PI 

Padrasto suspeito de pôr agulhas em criança de 3 anos diz que foi acidente

Ronaldo Oliveira diz que ela estava sozinha no quarto e encontrou agulhas.
G1 entrou na casa em que a família vivia e o entrevistou com exclusividade.
Ronaldo Apolinário nega que tenha colocado as
agulhas na enteada de três anos
(Foto: Michelle Farias/G1)

Após ser indiciado pela polícia por maus-tratos à enteada de apenas três anos, diagnosticada no início da semana com três agulhas dentro do corpo, Ronaldo Apolinário de Oliveira, 25, quebrou o silêncio. Em entevista exclusiva ao G1, na tarde da última sexta-feira (29), ele mostrou a casa onde vivia com a família, no Povoado Santo Antônio, no município de Atalaia, e negou as acusações. O padrasto da criança alega que tudo não passou de acidentes. A menina foi liberada do hospital e foi morar com a tia na cidade de Jacaré dos Homens, Sertão alagoano.

Segundo Oliveira, no momento em que a menina se feriu com as agulhas, ele escovava os dentes do lado de fora da casa, enquanto a mãe da menina, Quitéria dos Santos, tomava banho. Eles ouviram os gritos da criança e foram socorrê-la. "Foi um acidente, a menina encontrou as agulhas que estavam no quarto. Quando chegamos, vimos que ela estava com várias agulhas. Ela [a mãe da menina] retirou rapidamente as que estavam do lado de fora [do corpo], enquanto ela chorava. Sou inocente", afirma Oliveira.

O caso de maus-tratos à menina foi denunciado pelo Conselho Tutelar de Jacaré dos Homens, município do Sertão de Alagoas, onde ela passou a residir com a tia. De acordo com o conselheiro tutelar José Carlos Ferreira Barbosa, a tia da criança foi buscá-la na casa dos pais, em Atalaia, depois que soube que a menina vinha sendo maltratada e estava com marcas de agressão no rosto.
Exames revelam agulhas no corpo de criança
(Foto: Arquivo Pessoal/José Carlos Ferreira)

À época, a jovem Quitéria dos Santos, mãe da criança, disse que suspeita que o padrasto da menina seja o responsável pelas agressões. Segundo ela, o companheiro não gostava da criança e costumava espancá-la com frequência. Ela contou ainda acreditar que padrasto fazia algum tipo de ritual macabro com a criança.

"Ele costumava colocar ela de castigo e batia muito. As agulhas eu nunca vi ele colocando. Mas vi ele acendendo velas pela casa e escutei o amigo dele dizendo que se fosse preta ou de outra cor era melhor", relatou em entrevista à TV Gazeta na última quarta-feira (27).

Questionado sobre o hematoma no rosto da menina, o padrasto diz que nunca ficou sozinho com ela. "Ela é muito danada e sempre tive medo de ficar a sós com ela. O olho dela está assim porque ela caiu, quem viu a queda foi a mãe dela. Quando eu vi, chamei um vizinho e levei a menina ao médico. Nunca bati na menina e não entendo porquê ela [mãe da menina] não diz isso para a polícia", defende-se.

Já sobre as velas citadas pela sua mulher, ele disse que desconhece o fato e que nunca comprou nenhuma vela. "Quero que ela prove o que está falando. Não sei o motivo de ela não estar falando a verdade, mas acredito que a tia, com quem ela foi morar, está fazendo a cabeça dela. Espero que ela volte para a nossa casa porque quero cuidar dela e do nosso filho que ela espera ", diz.

Oliveira abriu as portas da casa em que vivia com a família para o G1. De acordo com o suspeito, eles moravam na casa de um primo dele, mas estavam de mudança após o proprietário pedir o imóvel de volta. Ele conta que havia acertado com a companheira, antes do caso vir à tona, que iriam morar em uma casa que está sendo construída no terreno do pai dele na região.
Ronaldo mostra objetos reunidos para a mudança na casa em que vivia com a família (Foto: Michelle Farias/G1) 

Vizinhos desconhecem perfil violento
A reportagem também entrevistou vizinhos do suspeito. Eles disseram que Ronaldo gostava de "farra" e de sair com os amigos, mas desconhecem que ele seja uma pessoa violenta. "Conheço ele desde pequeno e nunca ouvi que ele era violento e nem soube de nada. A única coisa que sei é que ele gosta muito de farra, mas ele é tranquilo", afirma o aposentado José Cícero da Silva.

A dona de casa Sônia Freire diz que só soube do caso das agulhas pela imprensa. "Nunca ouvi falar nada sobre ele, mas ninguém conhece ninguém. O que eu sei, é que ele gosta de beber com os amigos. Mais nada", afirma.

Oliveira conta ainda que, após a divulgação do caso na imprensa, ele foi ostilizado pelos vizinhos. "Todo mundo me olhou de cara feia. Mas eles sabem que eu sou inocente, nunca fiz mal a ninguém, principalmente a uma criança", reforça.




A Polícia Civil de Atalaia entrou no caso após uma denúncia anônima feita ao Conselho Tutelar do município de Jacaré dos Homens, no Sertão do estado. A TV Gazeta acompanhou a visita dos conselheiros tutelares à casa de uma tia da criança, com quem ela foi morar após as supostas agressões. Perguntada pelos conselheiros quem a agrediu, a menina deu detalhes da agressão (assista no vídeo ao lado).

O delegado responsável concluiu o inquérito sobre o caso e indiciou Ronaldo Apolinário de Oliveira, 25, pelas agressões à enteada. De acordo com o agente Henrique Viana, o inquérito já foi encaminhado à Justiça com o pedido de prisão do suspeito.




Michelle Farias Do G1 AL 

Porco de mais de meia tonelada vence competição nos EUA

Peabody alcançou 577,4 quilos durante pesagem.
'Ele adora marshmallows', disse a dona Lori Dvorak.


Pesando mais de meia tonelada, o porco chamado Peabody foi o campeão de uma competição realizada na feira agrícola do estado de Iowa, em Des Moines. Peabody, que pertence à americana Lori Dvorak, alcançou 577,4 quilos durante pesagem.
Pesando mais de meia tonelada, porco chamado Peabody venceu competição em Iowa (Foto: Charlie Neibergall/AP) 

O porco de Lori superou com facilidades o segundo colocado, Big Mac, que pesou 518 quilos.

Lori Dvorak, de 17 anos, criou o enorme porco com apoio de Craig Rowles e Tom Dittmer. "Ele adora marshmallows", disse a adolescente.





Do G1, em São Paulo

Ceará : Inspetor que agrediu advogada no interior é expulso da Polícia Civil

Advogada Elisângela dos Santos defendia cliente em Canindé, no Ceará.
Policial se irritou e deu uma cabeçada na advogada, que quebrou o nariz.
Advogada teve que passar por cirurgia após agressão
(Foto: TV Diário/Reprodução)


João Batista Félix, acusado de agredir uma advogada com uma cabeçada no Ceará, foi expulso da Polícia Civil em julgamento nesta semana. Segundo a denúncia contra o ex-policial, ele se irritou e deu uma cabeçada no nariz da advogada Elisângela dos Santos, em janeiro deste ano, quando ela defendia um cliente na Delegacia de Canindé, no interior do Ceará. A decisão da demissão foi publicada no Diário Oficial do Estado do Ceará de terça-feira (26).

Na época, ele havia dito que a agressão foi acidental. “Evitei ao máximo esse problema e fui em direção à delegacia. Quando eu fui entrando, subindo os degraus da delegacia, avançaram em cima de minha pessoa; quando eu me virei, aconteceu realmente o fato”, disse ao G1, em janeiro.


A advogada Elisângela dos Santos foi chamada por um cliente para comparecer à delegacia para providenciar a liberação de um caminhão que havia sido apreendido. De acordo com a advogada, o veículo havia sido comprado pelo cliente, mas, na hora da abordagem, ele estava sem a documentação da transação.


Elizângela conta que, mesmo após a delegada Giselle Oliveira Martins constatar que não havia irregularidades com o veículo, o inspetor suspeito de agressão tentou impedir a liberação. “Ao retornar para o local onde estava ocorrendo a discussão, o inspetor cruzou os braços, veio em minha direção e deu uma cabeçada de cima para baixo, atingindo em cheio o meu nariz, que começou a sangrar. Voltei, pedi ajuda na delegacia e fui socorrida pela delegada”, conta. Advogada vai passar por cirurgia.


João Batista já responde a três processos por abuso de autoridade, segundo a OAB. Um dos processos aponta João Batista e outros três policiais de tentar extorquir dinheiro do irmão de um suspeito de tráfico de drogas; eles exigiram R$ 10 mil para que os irmãos e a mãe do suspeito não fossem presos, segundo a OAB.


Fonte: G1 CE

sexta-feira, 29 de agosto de 2014

Motéis de São Paulo fazem concurso de selfie na suíte

Participantes têm que enviar fotos tiradas no quarto dos estabelecimentos.
Ganhador terá direito a 25 convites para motéis até o fim do ano.
Foto enviada para o concurso (Foto: Divulgação/Dia do Sexo no Motel) 

A moda do “selfie pós-sexo” virou concurso em São Paulo. Um grupo de motéis da cidade criou uma promoção para que os clientes enviem fotos tiradas nos estabelecimentos.

O concurso, voltado para maiores de 18 anos, pede que os candidatos enviem uma foto “individual ou com o parceiro” dentro da suíte de um dos motéis participantes. Também são aceitos registros de parte do corpo ou da decoração da suíte.

Segundo o regulamento, não são aceitas fotos pornográficas, com nudez explícita ou que não tenham sido autorizadas pelos participantes do retrato.

O concurso foi batizado de “Dia do Sexo no Motel”, em alusão ao dia 6/9, quando se comemora o “Dia do Sexo”. Os fotos têm que ser enviadas até o dia 7 de setembro.

O prêmio para a foto mais “bela e criativa” é “motel grátis até o fim do ano” – na verdade, são 25 convites VIP para serem usados nos estabelecimentos participantes. Veja mais fotos enviadas para o concurso.

Muito amor&sexo no Harmony Motel ♥♥♥ #diadosexonomotel
Dia do sexo e #point final. �� #diadosexonomotel

Datafolha mostra Dilma e Marina empatadas com 34%; Aécio tem 15%

Na pesquisa anterior, divulgada dia 18, Dilma tinha 36% e Marina, 21%.
Na simulação de segundo turno, Marina atinge 50% e Dilma, 40%.

Pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial, divulgada nesta sexta-feira (29), indica uma situação de empate entre a presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, e a ex-senadora Marina Silva, candidata do PSB. Cada uma aparece com 34% das intenções de voto. A seguir, vem o senador Aécio Neves (PSDB), com 15%. Na pesquisa anterior do Datafolha, divulgada no último dia 18, Dilma tinha 36%, Marina, 21% e Aécio, 20%.

Na simulação de segundo turno entre Dilma e Marina, a ex-senadora alcançou 50% contra 40% da presidente. Na pesquisa anterior, Marina tinha 47% e Dilma, 43%.
No levantamento desta sexta, Pastor Everaldo (PSC) obteve 2%. Os outros sete candidatos somados têm 1%. Segundo o levantamento, os que disseram votar branco ou nulo são 7%, mesmo percentual dos que não sabem em quem votar.

Veja os números do Datafolha para a pesquisa estimulada (em que uma cartela com a relação dos candidatos é apresentada ao entrevistado):

- Dilma Rousseff (PT): 34%
- Marina Silva (PSB): 34%
- Aécio Neves (PSDB): 15%
- Pastor Everaldo (PSC): 2%
- José Maria (PSTU): 0% *
- Eduardo Jorge (PV): 0% *
- Luciana Genro (PSOL): 0% *
- Rui Costa Pimenta (PCO): 0% *
- Eymael (PSDC): 0% *
- Levy Fidelix (PRTB): 0% *
- Mauro Iasi (PCB): 0% *
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 7%

(*) Os candidatos indicados com 0% são os que não atingiram 1% das intenções de voto; somados, os sete têm 1%.

A pesquisa foi encomendada pela TV Globo e pelo jornal "Folha de S.Paulo". O Datafolha fez 2.874 entrevistas em 178 municípios nestas quinta (28) e sexta (29). A margem de erro é de dois pontos percentuais para mais ou para menos. O nível de confiança é de 95%. Isso significa que, se forem realizados 100 levantamentos, em 95 deles os resultados estariam dentro da margem de erro de dois pontos prevista.

A pesquisa está registrada no Tribunal Superior Eleitoral (TSE) sob o número BR-00438/2014.

Espontânea
Na modalidade espontânea da pesquisa (em que o pesquisador somente pergunta ao entrevistado em quem ele pretende votar, sem apresentar a lista de candidatos), os resultados são os seguintes:

- Dilma Rousseff: 27%
- Marina Silva: 22%
- Aécio Neves: 10%
- Outras respostas: 3%
- Em branco/nulo/nenhum: 3%
- Não sabe: 32%

Segundo turno
Nas simulações de segundo turno, o Datafolha avaliou os seguintes cenários:

- Marina Silva: 50%
- Dilma Rousseff: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 7%
- Não sabe: 3%

- Dilma Roussef: 48%
- Aécio Neves: 40%
- Brancos/nulos/nenhum: 9%
- Não sabe: 4%

O Datafolha não realizou simulação de segundo turno entre Marina e Aécio.

Rejeição
A presidente Dilma tem a maior taxa de rejeição (percentual dos que disseram que não votam em um candidato de jeito nenhum). Nesse item da pesquisa, os entrevistados puderam escolher mais de um nome.

- Dilma Roussef: 35%
- Pastor Everaldo: 23%
- Aécio Neves: 22%
- Zé Maria: 18%
- Eymael: 17%
- Levy Fidelix: 17%
- Rui Costa Pimenta: 16%
- Luciana Genro: 15%
- Marina Silva: 15%
- Eduardo Jorge: 14%
- Mauro Iasi: 14%

Avaliação da presidente
A pesquisa mostra que a administração da presidente Dilma Rousseff tem a aprovação de 35% dos entrevistados – no levantamento anterior, eram 38%. O índice se refere aos entrevistados que classificaram o governo como "ótimo" ou "bom".

Os que julgam o governo "ruim" ou "péssimo" eram eram 23% e agora são 26%, segundo o Datafolha. Para 39%, o governo é "regular" – 38% no levantamento anterior.

- Ótimo/bom: 35%
- Regular: 39%
- Ruim/péssimo: 26%
- Não sabe: 1%

A nota média atribuída pelos entrevistados ao governo foi 5,9 – na pesquisa anterior, foi 6,0.



Do G1, em São Paulo 

Homem reclama de racismo em shopping e abaixa calça para provar que não roubou

Um homem negro abaixou as calças num corredor do Salvador Shopping, na Bahia, depois de entrar numa discussão com um segurança de uma loja, nesta quinta-feira. A cena foi gravada por pessoas que estavam no local e o vídeo está sendo compartilhado em redes sociais. Na imagem, é possível ver o desconhecido colocando a mochila no chão, abrindo a calça para abaixá-la e também levantando a camisa. Enquanto faz isso, ele grita: “Sou trabalhador, rapaz! Aqui ó! Cadê o roubo? Mostra o roubo!”

 
O desconhecido foi aplaudido Foto: 

Dezenas de pessoas que pararam para assistir à cena começaram a aplaudir o homem. É possível ouvir comentários feitos por uma mulher, que acusa o segurança de racismo e apoia a atitude: “É isso mesmo. Está certo. Só porque ele é negro, rapaz”.

Logo em seguida, um segurança do shopping se aproxima do homem, que reage indignado: “Não roubei nada, não. Veio de lá do shopping me seguindo”. Ele, então, coloca novamente a mochila e continua gritando: “Saio do shopping e o cara me seguindo. Só porque é negro, é negão, vai roubar. Vá se f...”.

A assessoria de imprensa do shopping foi procurada e informou que quem se pronunciará sobre o o episódio será a loja Centauro, onde trabalha o segurança com quem o homem se desentendeu. Até as 11h20m, não havia um posicionamento.

Dupla é presa por arrombar casa do subgerente do BB de Buriti dos Lopes


Geovane Alves de Paiva e Francisco Júnior Silva

Um arrombamento seguido de furto na residência do subgerente do Banco do Brasil de Buriti dos Lopes, localizada no centro da cidade, distante 35 km de Parnaíba, ocorrido na madrugada dessa quinta-feira (28), resultou nas prisões dos nacionais Francisco Júnior Silva, e Geovane Alves de Paiva, o conhecido Racha Pedal.

A prisão dos acusados aconteceu após diligência comandada pelo sargento J. Arimatéia nessa manhã de quinta-feira. Da residência do bancário foi levado um cofre com cerca de R$ 300 reais em moedas.

A dupla foi encaminhada a Central de Flagrantes em Parnaíba por volta das 21hs onde seriam autuados por furto qualificado pelo delegado Rodrigo Mello.




Da redação do Jornal da Parnaíba
Com informações do Portal do Catita
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...