terça-feira, 22 de julho de 2014

TRE rejeita 1º registro de candidato no Piauí por nao ter se afastado do cargo

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí cassou nesta terça-feira (22) o primeiro registro de candidatura nas eleições deste ano. Afrânio Gomes de Sena, do PSC, teve o nome rejeitado para ser candidato a deputado federal por não ter se afastado do cargo de professor no período determinado pela lei eleitoral. 

Fotos: Raoni Barbosa 



É obrigação do candidato se desincompatibilizar do cargo até o dia 5 de julho deste ano, três meses antes do início da campanha de rua. O procurador eleitoral Kelston Lages pediu a impugnação da candidatura.
O pleno do Tribunal, por sua maioria, indefiniu o registro de Afrânio Sena. Ele é professor da rede estadual de ensino. Segundo a investigação do MPF, o candidato se afastou do cargo no dia 7 de julho deste ano, com dois dias de atraso. 

Dos 398 pedidos de candidaturas no Piauí, 68 já foram homologadas e uma rejeitada. 

Segundo a assessoria do TRE apenas a candidatura majoritária do Mão Santa, do PSC, foi homologada. O tribunal tem até o dia 5 de agosto para julgar os pedidos de registro de candidatura. 

O procurador pediu a impugnação dos registros dos candidatos majoritários Daniel Solon, do PSTU, Neto Sambaíba, do PPL, e do vice-governador Sílvio Mendes (PSDB). 


Não atingiu idade mínima 

A Procuradoria Eleitoral pediu também a cassação dos registros dos candidatos Tamires Stefane Quieroz Barbosa, do PTC, e Francisco Fabrício da Conceição, PSC, por não terem a idade mínima. Tamires terá 19 anos se for eleita e a legislação determina idade mínima de 21 anos. Já Francisco Fabrício só terá 20 anos na data da posse. 


Flash Yala Sena

SUS MPF/PI expede recomendações sobre procedimentos que devem ser adotados na Saúde

Recomendação é um documento enviado a órgãos públicos para que cumpram determinados dispositivos constitucionais ou legais. É uma das formas de atuação extrajudicial e preventiva do Ministério Público

O Ministério Público Federal no Estado do Piauí (MPF/PI), através dos procuradores da República, está expedindo recomendações aos prefeitos e secretários municipais dos 224 municípios do estado do Piauí e ao secretário estadual de Saúde sobre os procedimentos que devem ser adotados na área, relacionados ao Sistema Único de Saúde (SUS). As recomendações têm como base a atuação nacional do MPF, decorrente de ação prioritária definida pela 5ª CCR no âmbito do planejamento estratégico da instituição. 

Na primeira recomendação, os procuradores orientam que no prazo de 60 dias, os gestores garantam a todos os usuários do Sistema SUS não atendidos no serviço de saúde solicitado o fornecimento de certidão ou documento equivalente, no qual conste o nome do usuário, unidade de saúde, data, hora e motivo da recusa de atendimento, sempre que assim solicitarem; determinem ao servidor público da unidade o dever de fornecer certidão ou documento equivalente, ainda que os serviços de recepção sejam terceirizados, e estabeleçam rotinas destinadas a fiscalizar o cumprimento do disposto na recomendação, sob pena de responsabilidade pelas ilegalidades que vierem a ocorrer.

Na segunda recomendação, os procuradores orientam os gestores a providenciar no prazo de 60 dias, a partir da data da entrega do documento, a instalação e o regular funcionamento de registro eletrônico de frequência dos servidores públicos vinculados ao Sistema Único de Saúde e, de modo especial, dos médicos e odontólogos; que determinem a instalação em local visível das salas de recepção de todas as unidades públicas de saúde - inclusive hospitais públicos, unidades de pronto atendimento, postos de saúde, postos do programa “Saúde da Família” e outras eventualmente existentes - de quadros que informem ao usuário, de forma clara e objetiva, do nome de todos os médicos e odontólogos em exercício na unidade naquele dia, sua especialidade e o horário de início e término da jornada de trabalho de cada um deles.O quadro deverá informar também que o registro de frequência dos profissionais estará disponível para consulta de qualquer cidadão.

A recomendação orienta também que os gestores determinem às unidades públicas de saúde que seja disponibilizado para consulta de qualquer cidadão o registro de frequência dos profissionais que ocupam cargos públicos vinculados, de qualquer modo, ao Sistema Único de Saúde; providenciem a disponibilização na internet, do local e horário de atendimento dos médicos e odontólogos que ocupem cargos públicos vinculados, de qualquer modo, ao Sistema Único de Saúde e estabeleçam rotinas destinadas a fiscalizar o cumprimento do disposto na recomendação, sob pena de responsabilidade pelas ilegalidades que vierem ocorrer.

A terceira recomendação orienta os gestores a providenciarem, no prazo de 60 dias a partir da data da entrega do documento, a inserção dos dados de todas as aquisições de produtos e serviços no Banco de Preços do Sistema Único de Saúde (SUS), disponível no portal eletrônico do Ministério da Saúde. No documento, o MPF destaca que além da publicidade e transparência das aquisições, o registro aumenta o poder de negociação dos agentes públicos e permite a aplicação de sanções pelo órgãos regulatórios aos abusos cometidos no mercado. 

Os gestores devem atualizar os dados em periodicidade mínima bimestral; consultar o Banco de Preços em Saúde para orientar seus processos de aquisição de insumos, verificando se os preços praticados na licitação para aquisição de medicamentos estão de acordo com aqueles que constam nesse registro e representar à Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos (CMED) sempre que em uma aquisição de medicamentos houver a prática de preços abusivos por fornecedores. 

O procurador-chefe do Ministério Público Federal no Piauí (MPF/PI), Antônio Cavalcante de Oliveira Júnior, participou de reunião do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (COSEMS-PI) com os secretários municipais de saúde na última quinta-feira, 17, no Auditório da Associação dos Municípios Piauienses (APPM), para tratar das três recomendações expedidas pelos procuradores da República. Na ocasião o procurador-chefe explanou aos presentes sobre as orientações quanto aos procedimentos que devem ser adotados na área da Saúde. Durante o evento o procurador da República ouviu os questionamentos dos gestores de Saúde e orientou que encaminhem formalmente ao MPF essas dúvidas, para que sejam analisadas.

Recomendação é um documento enviado a órgãos públicos para que cumpram determinados dispositivos constitucionais ou legais. É uma das formas de atuação extrajudicial e preventiva do Ministério Público.

Fonte: JL/Assessoria

Rejane Dias diz que Wellington fez um governo sem atrasar salários

A parlamentar disse que "Wellington fez um governo que não atrasou salários dos servidores, honrou com os compromissos e criou infraestrutura de desenvolvimento para o Estado".

“Não tem isso de já ganhou. Seguiremos com humildade”. Essa foi a análise da deputada estadual e candidata a Câmara dos Deputados, Rejane Dias (PT), sobre as pesquisas de intenção de votos que apontam o senador Wellington Dias (PT) na dianteira pela disputa do governo do Piauí.
Rejane Dias em caminhada no bairro Itaperu(Imagem:Danilo Rodrigues/GP1)
Rejane Dias em caminhada no bairro Itaperu
Rejane destacou alguns pontos que, para ela, gabaritam o esposo Wellington na concorrência governamental. A parlamentar disse que "Wellington fez um governo que não atrasou salários dos servidores, honrou com os compromissos e criou infraestrutura de desenvolvimento para o Estado".

“São coisas que a população não esquece. Tanto que as pesquisas mostram uma posição boa de Wellington, mas não tem isso de já ganhou, seguiremos com humildade e boas propostas. Esses resultados servem como motivação”, esclareceu a deputada. 

Proposta Wellington Dias quer descentralizar o ensino

Wellington Dias destaca que descentralizar a educação, oferecendo desde o ensino infantil, passando pelo ensino médio, superior e até a pós-gradução é essencial para o desenvolvimento do Estado. 

Oferecer condições para que os moradores façam o ciclo completo da educação no município em que vivem faz parte do programa de governo da coligação a Vitória com a Força do Povo, encabeçada por Wellington Dias. O candidato a governador enfatiza que espalhar o ensino é essencial para odesenvolvimento do Estado.

Wellington Dias(Imagem:Divulgação)
Wellington Dias
Wellington Dias destaca que descentralizar a educação, oferecendo desde o ensino infantil, passando pelo ensino médio, superior e até a pós-gradução é essencial para o desenvolvimento do Estado. “A nossa meta é espalhar o ensino, garantindo condições para os moradores se formarem no próprio município.” E destaca que tendo condições de estudar na cidade em que mora, os jovens não precisam se deslocar para outras cidades em busca de qualificação professional. “E essa realidade já existe”, conta Wellington Dias.

E um exemplo é o professor Jurandir Alves de Sousa, morador de Gilbués. Ele se formou em Biologia no município em que vive pela Universidade Federal do Piauí, através da Universidade Aberta. E atualmente é concursado da Prefeitura de Gilbués. Wellington o reencontrou durante visita ao município e ficou satisfeito por o mesmo ter seguido a recomendação do então governador do Piauí. Jurandir se formou há dois anos e preferiu ficar na cidade em que nasceu.

Faz parte do programa de governo a valorização dos profissionais da educação através da formação inicial e continuada, da melhoria salarial e da garantia do concurso público. Outra meta é a implantação da Escola de Formação de Gestores, assim como universalizar o atendimento escolar para atender a todas as faixas etárias. O atendimento aos estudantes com deficiência e a expansão da Universidade Aberta garantindo 15 mil matrículas por ano também é meta do governo de Wellington dias a partir de 2015. 

Com informações da assessoria de Wellington Dias

Corrupção Delegado pode pedir prisão do prefeito Lourival Bezerra flagrado recebendo propina de empresário

O inquérito contém 606 (seiscentas e seis) páginas e está na delegacia desde 21 de março de 2014 para que sejam ultimadas as investigações.


A Delegacia Especializada de Crimes Contra a Ordem Tributária, Econômica e Contra as Relações de Consumo - DECCORTEC está apurando o suposto pagamento de propina ao prefeito cassado de Esperantina, Lourival Bezerra Freitas (PSDB). O inquérito que tramita na 1ª Câmara Especializada Criminal do Tribunal de Justiça foi instaurado após a divulgação de vídeo que mostra o prefeito recebendo dentro da prefeitura, a quantia de R$ 10 mil do empresário Edmilson Portela, popularmente conhecido como “Didi do Açougue”, que teria aberto uma empresa em nome de um amigo para vender gêneros alimentícios perecíveis para a Rede Municipal de Ensino.
Prefeito cassado Lourival Bezerra(Imagem:Reprodução)
Prefeito cassado Lourival Bezerra
O inquérito foi autuado em 04 de fevereiro, contém 606 (seiscentas e seis) páginas e está na delegacia desde 21 de março de 2014 para que sejam ultimadas as investigações. A expectativa é que seja pedida a prisão do empresário e do prefeito acusados de corrupção ativa e passiva, respectivamente. O pedido deverá ser ratificado pela Procuradoria Geral de Justiça que tem a competência para denunciar o prefeito em crimes comuns. A pena para os crimes previsto no Código Penal é de 2 a 12 anos de cadeia e multa. 

Confira a tramitação do inquérito
Inquérito contra o prefeito de Esperantina(Imagem:Reprodução)
Inquérito contra o prefeito de Esperantina

Relembre o vídeo

Prefeito de Esperantina Lourival Bezerra é flagrado recebendo R$ 10 mil de empresário

Keywords:

TSE: Quase 25 mil candidatos disputarão as eleições de outubro


O NÚMERO de candidatos poderá ser atualizado até o dia da eleição




O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) publicou ontem (21) no sistema de registro de candidaturas das eleições os nomes de todas as pessoas que pediram registro para concorrer ao pleito. De acordo com o levantamento, 24,9 mil candidatos devem disputar vagas de deputado federal, estadual e distrital, senador, governador e presidente da República. O número inclui suplentes de senador e vices aos governos estaduais e à Presidência da República.
Segundo informações do DivulgaCand, sistema do TSE que centraliza as candidaturas, o número maior de candidatos é para o cargo de deputado estadual (16,2 mil). Para deputado federal, são 6,7 mil. No Distrito Federal foram registradas mil candidaturas ao cargo de deputado distrital e 181 candidaturas foram recebidas para senador, primeiro e segundo suplentes. Nos estados, são 171 candidatos a governador e vice. Onze candidatos vão disputar as vagas de presidente da República e 11, de vice-presidente.
Em outubro estarão em disputa 1.059 vagas para deputado estadual. Na Câmara dos Deputados serão eleitos 513. Vinte e sete (um terço) das 81 cadeiras no Senado estão em disputa. A Casa renova alternadamente a cada eleição um terço e dois terços dos parlamentares. Para deputado distrital, são 24 cadeiras.
O número poderá ser atualizado até o dia da eleição, pois os pedidos de registro ainda serão julgados pelos juízes eleitorais e novas informações devem ser recebidas nos tribunais regionais eleitorais.  Após a decisão da Justiça Eleitoral, os candidatos estão aptos a concorrer. Além disso, as coligações podem mudar os candidatos que escolheram.
A entrega do registro não garante a participação do político nas eleições. Após parecer do Ministério Público Eleitoral (MPE), os pedidos são julgados por um juiz eleitoral, que verifica se as formalidades foram cumpridas.
Até o momento, o MPE já impugnou 1.850 registros de candidaturas às eleições em todo o país. Cerca de 20% (367) foram com base na Lei da Ficha Limpa, que impede a candidatura de condenados em segunda instância pela Justiça. O número de impugnações deve aumentar até o levantamento final, previsto para o fim deste mês.
Para estar apto a concorrer às eleições de outubro e ter o registro deferido pela Justiça Eleitoral, além de não se enquadrar na Lei da Ficha Limpa, os candidatos devem apresentar declaração de bens, certidões criminais emitidas pela Justiça, certidão de quitação eleitoral que comprove inexistência de débito de multas aplicadas de forma definitiva, entre outros documentos, como previsto na Lei das Eleições (Lei 9.504/97).

O primeiro turno do pleito deste ano será em 5 de outubro. O segundo está marcado para o dia 26, nos casos de eleições para governador ou à Presidência da República em que o primeiro colocado não obtiver 51% dos votos válidos, excluídos os brancos e nulos.

Secretário de fazenda afirma que estado não vive crise financeira.

Veja na íntegra entrevista do secretário Mário Lacerda a um canal de TV da capital. 

A possibilidade da administração estadual esteja vivendo uma crise financeira foi descartada pelo secretário de Fazenda, Mário Lacerda. Apesar das garantias de que não haverão atrasos nos pagamentos de salários nem de fornecedores, o secretário reafirma que o Estado ultrapassou o limite prudencial estabelecido pela Lei de Responsabilidade Fiscal. 
Porém, uma comissão está analisando a folha de pagamento e as previsões de receita e apresentarão um relatório informando ao Tribunal de Contas do Estado as medidas que deverão ser tomadas.
Leia mais no Cidade Verde

Ataque de inseto que causa queimaduras aumenta em Teresina

Proliferação de potó é registrado no fim do período chuvoso e início do calor.

Besouro gosta de ambientes claros e lugares quentes do corpo humano.

Pequeno e muitas vezes confundido com uma formiga, o potó pode causar queimaduras de até terceiro grau na pele humana. Da família dos besouros e com o nome científico paederus irritans, o inseto é o mais temido pelos teresinenses no fim do período chuvoso e início do calor.
taques de potó aumenta no período quente (Foto: Catarina Costa/G1) 

Para a dermatologista Kamila Denise Santos, ao contrário do que se pensa, os potós não urinam nas pessoas e sim liberam uma substância tóxica armazenada no pelo do abdômen ao se sentirem ameaçados. "Estes insetos têm hábitos noturnos e gostam de lugares quentes do corpo humano, especialmente dobras como pescoço, antebraço e perna. Locais em que ele pode se acomodar e ao ser amassado liberar o líquido", explicou.
Especialista diz que é preciso ter cuidado para
evitar infecção (Foto: Reprodução/TV Clube)
Vítima do besouro diz sentir ardência e coceira com
queimadura (Foto: Gil Oliveira/G1)

A especialista destacou ter triplicado o número de atendimentos por conta do potó e alertou os cuidados especiais para quem foi vítima do inseto. "Primeiro passo é não tocar na parte atingida para evitar que a substância espalhe para outras partes do corpo. Caso a pessoa perceba a queimadura na hora, que ela lave com água para tentar diluir a toxina. O ideal é procurar um médico para começar a usar uma pomada anti-inflamatória, evitando que o ferimento infeccione", relatou.

De acordo com Kamila Denise, em alguns casos a queimadura de potó pode gerar até uma infecção secundária, com secreção de pus. Neste caso é recomendado compressa para ajudar a secar as bolhas, evitar sol e uso de antibiótico. O uso de protetor solar também é proibido durante a cicatrização do ferimento, que pode demorar meses.

O motorista Gilmar Rodrigues, 51 anos, foi queimado na perna e já diz está acostumado ser atacado todo ano pelo inseto. "Não é a primeira vez, sempre quando chega esta época sou vítima do potó. Como viajo muito, acabo sendo presa fácil", contou.

Gilmar comentou que a queimadura incomoda nos primeiros dias, principalmente quando tem contato com a roupa. "Coça e arde, fica um pouco inflamado também. Uso pomada para queimaduras, mas já considero algo comum e com o tempo vai cicatrizar", disse

A dermatologista Kamila Denise informou ainda que os potós gostam de lugares claros e uma medida bem útil para evitar a chegada dos besouros em casa é trocar a luz branca pela luz amarela, pois eles são atraídos por esse tipo de iluminação para sua reprodução.

Aos 97 anos, universitária mais velha do país se forma em direito em Minas Gerais


                                  Dona Chames receberá o diploma no próximo dia 7 de agosto

A idade não foi um empecilho para que Chames Salles Rolim, uma jovem senhora de 97 anos, se gradue em direito no próximo dia 7 de agosto, em Minas Gerais. Carinhosamente chamada como Dona Chames, ela receberá o diploma pela Faculdade de Direito de Ipatinga (Fadipa), no Centro de Desenvolvimento de Pessoal da Usiminas (CDP). A família, amigos, e até mesmo desconhecidos, tem comemorado a colação de grau da universitária. Logo após a graduação, Dona Chames pretende auxiliar a sociedade com seus conhecimentos jurídicos. "Sei que a minha idade não me dá muito prazo. Por isso, o que eu quero é ser útil a quem me procurar, compartilhar o conhecimento. E se eu não souber responder algo, orientar a pessoa a buscar quem saiba", afirma. A formanda é filha de libaneses e irmã do ex-prefeito de Ipatinga Jamill Selim de Salles. Para ela, a educação é uma ferramenta de transformação social, e que os estudos podem ajudar o ser humano a “aprender a distinguir entre o bem e o mal”, e que precisa de uma fonte esclarecedora. “Se eu puder ajudar nisso, ficarei muito feliz”, ressaltou. Dona Chames trabalhou a maior parte da vida na farmácia do marido José Maria Rolim, com quem foi casada por 63 anos e teve dez filhos. Atualmente, mora em Ipatinga com um filho. Ela sempre sonhou em fazer um curso universitário, mas que enquanto o marido estava vivo, era inviável devido ao ciúme. Com a morte dele, ela decidiu voltar a estudar. “No Direito, há sempre muito a aprender. Esses cinco anos foram maravilhosos”, diz. Aos 97 anos, ela ainda conserva hábitos saudáveis, como fazer hidroginástica todas as manhãs, escreve poesias, e prefere estudar nas madrugadas, por causa do silêncio. Ela diz que quem não estuda mais e diz que é por causa da idade, não o faz por preguiça. Para concluir a graduação, na última quarta-feira (16), ela esteve no fórum de Ipatinga para acompanhar audiências e produzir relatórios. Ela observou as audiências da 1ª Vara de Família, e ficou feliz ao ver casais chegando a um acordo durante uma sessão de divórcio e alimentos. Na área criminal, ela diz que pode entender mais a essência humana. “Nessas audiências, passamos a conhecer melhor o ser humano. Vemos além das aparências”, avaliou.

segunda-feira, 21 de julho de 2014

Os Festejos de São Gonçalo em Franco município de Cocal teve inicio dia de 19, encerramento dia 29 de julho

Fonte Tropical Noticias                              

21 de Julho segunda-feira de 2014, a segunda novena dos festejos de São Gonçalo da localidade Franco Município de Cocal, região norte do Piauí, a unica capela que a ficou de pé pela a destruição da barragem. Dia 19 foi abertura com uma caminhada com a imagem de São Gonçalo e a Cruz que foi doada pelo o Bispo Dom Alfredo da Diocese de Parnaíba lembrando as mortes do rompimento da Barragem Algodões, muitos católicos saíram das Agrovilas de Jacaré até o Franco, que fica cerca de 4 km de distancia; uma festa que já tem tradição há 79 anos, embora a capela tenha sido construída em 1931.

Os devotos de São Gonçalo saíram em caminhadas as 17:00 horas, homens levando uma grande e pesada cruz, outras pessoas pagando promessa também levando uma outra cruz e outros conduzia  a imagem que foram chegar por volta das 19:00 horas e que logo em seguida o pároco da cidade de Cocal Padre Roberto Francelino, deu inicio a celebração da Santa Missa, em seus sermão frisou bastante a tragédia da Barragem Algodões que certamente já fez 5 anos, que até agora os governantes nada fizeram pelas as vitimas e lembrou muito das casas destruídas, plantações devastadas, milhares de animais mortos, o desastre considerado o pior da historia do Estado. Pequenos agricultores e criadores perderam praticamente tudo; casas, móveis, propriedades rurais, plantações, animais foram destruídas pela enxurrada. Mais de três mil pessoas nos municípios de Cocal e Buriti dos Lopes ficaram desabrigados e assim cinco anos já se foram, mas, muitos ainda clamam por justiça.









Confira a Programação Religiosa e Festiva Oficial do Tradicional Festejos de Cocal-PI 2014

Os tradicionais Festejos de N.S. Perpetuo Socorro, Padroeira da cidade de Cocal, já têm atrações definidas com extensa programação. Os festejos que acontece de 05 a 15 de Agosto movimenta o município incrementando a economia e lazer local com a chegada de conterrâneos e visitantes.



Confira a programação com festa dançante na Nova Praça de Eventos 

Para a programação festiva, a Prefeitura de Cocal através da Secretaria de Cultura investiu na organização de atrações que prometem agradar o público durante os dias 11, 12, 13 e 14 de Agosto. 

Dia 11|08- Forró Superid e Gasparzinho da Bahia;
Dia 12|08- Banda Encantus e Waldo e Felipe;
Dia 13|08- Bonde do Brasil e Thiaguinho e Mala Mansa;
Dia 14|08- Furacão do Forró e Banda Painel de Controle.
Por medida de segurança, a equipe organizadora avisa que durante as festas não será permitido a entrada de bebidas em garrafas de vidro.

Deputados estaduais do PI têm dinheiro debaixo do colchão como patrimônio

Apesar dos riscos, muitos dos deputados do Piauí apresentaram suas declarações de bens no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informando que têm dinheiro em espécie como patrimônio

Ter dinheiro em espécie como patrimônio e não aplicá-lo em fundos de investimentos, poupança, Bolsa de Valores ou em outra forma de investimento e deixá-lo debaixo do colchão ou em cofres caseiros é uma forma pouco usual.

Apesar dos riscos, muitos dos deputados do Piauí apresentaram suas declarações de bens no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) informando que têm dinheiro em espécie como patrimônio.
O deputado estadual Gustavo Neiva (PSB), candidato à reeleição declarou patrimônio de R$ 698,223 mil, sendo que R$ 370 mil de dinheiro em espécie.
Gustavo Neiva tem um apartamento no hotel Arrey, no valor de R$ 105 mil.
O deputado estadual Ismar Marques (PSB) tem patrimônio de R$ 1,086 milhão, sendo que R$ 120 mil é em dinheiro em espécie.
Ele tem dois apartamentos do hotel do Grupo Arrey, cada um calculado em R$ 62,581 mil.
A deputada estadual Liziê Coelho (PTB) tem um patrimônio declarado no TRE de R$ 171,0805 mil, sendo que R$ 100 mil é dinheiro em espécie.
O candidato a deputado estadual Luciano Paes Landim (PT) tem patrimônio de R$ 451,317 mil e uma parte dele é de criação de cavalos, carneiros e gado.
O deputado estadual Luciano Nunes (PSDB) tem o patrimônio de R$ 1,378 milhão, sendo que R$ 589 mil é de sua participação acionária na empresa SDN Empreendimentos e R$ 102,588 mil aplicado em fundo de investimentos da Caixa Econômica Federal (CEF).

Fonte: JL/Efrém Ribeiro/MN

Em pesquisa, Mão Santa aparece como o candidato mais rejeitado

Atrás dele, o governador Zé Filho aparece com um índice e rejeição de 14,81%


O candidato do PSC, ex-senador Mão Santa, é o mais rejeitado entre os candidatos a governador: 18,76% dos eleitores consultados disseram que não votariam nele.

O segundo em rejeição é o governador Zé Filho, que tem 14,81% dos eleitores dizendo que não votariam nele, contra 13,15% de rejeição ao petista Wellington Dias.
A rejeição aos candidatos dos partidos mais à esquerda é tão baixa quanto suas intenções de voto: 4,77% para Maklandel Aquino, 4,69% para Daniel Solon e 2,57% para Lourdes Melo (PCO).
Não citado nem na pesquisa espontânea nem na estimulada, Neto Sambaíba teve uma rejeição de 2,28%. Os que dizem não rejeitar nenhum dos candidatos somam 18,71% e os indecisos quanto a quem não votar para governador chegam a 20,25%.
FICHA TÉCNICA DA PESQUISA
Área de cobertura geográfica – 22 cidades no Estado do Piauí, excluída a capital.
Municípios pesquisados: Parnaíba, Luís Correia, Cocal, Piracuruca, Piripiri, Pedro II, Campo Maior, Barras, Batalha, Esperantina, Luzilândia, Valença, Picos, Paulistana, Floriano, Oeiras, Uruçuí, Corrente, Bom Jesus, Canto do Buriti, São Raimundo Nonato e São João do Piauí.
Eleitorado dos municípios pesquisados – 612.495 votantes (TSE, maio de 2014).
Número de entrevistas – 2.410.
Data de realização – 12 a 17 de julho de 2014.
Margem de erro – 2,62% para mais ou para menos.
Registro no TSE – BR-00221/2014
Registro no TRE – PI-00071/2014
Realização: Data AZ
Contratante: Portal AZ

Fonte: JL/ODIA

Pesquisa em 22 maiores cidades do PI: W. Dias 53,44%, Zé Filho 16,02% e Mão Santa 12,86%

Os que dizem não rejeitar nenhum dos candidatos somam 18,71% e os indecisos quanto a quem não votar para governador chegam a 20,25%


Pesquisa do Instituto Data AZ realizada em 22 municípios do Piauí, mas excluindo a capital, Teresina, mostra que se as eleições fossem hoje o candidato do PT ao Governo do Estado, Wellington Dias, teria 53,44% dos votos, na sondagem estimulada. O governador Zé Filho (PMDB), candidato à reeleição, teria 16,02%. Mão Santa (PSC) aparece em terceiro, com 12,86%.

Os candidatos Daniel Solon (PSTU), Maklandel Aquino (PSOL) e Lourdes Melo (PCO) tiveram menos de 1% das intenções de voto. Neto Sambaíba (PPL) não foi mencionado.
Eleitores indecisos somaram 9,92% e os que declararam não votar em nenhum dos postulantes ao Governo do Estado chegaram a 9,89%.
Na sondagem espontânea – quando os nomes dos candidatos não são apresentados ao eleitor – Wellington Dias também lidera. Ele aparece com 32,28%, enquanto Zé Filho fica com 9,88% das intenções de voto.
Na pesquisa espontânea, o número de indecisos chega a quase metade dos eleitores: 49,25%. Quando o número de indecisos é somado aos 3,78% que dizem não votar em nenhum dos candidatos, chega-se a 53,03% do eleitorado consultado.
O candidato Mão Santa é citado na pesquisa espontânea por 4,44% dos eleitores e Daniel Solon por 0,08%.
Foram citados ainda os nomes de Silvio Mendes (0,12%), Wilson Martins (0,08%), Elmano Férrer e Hugo Napoleão (0,04%).
Também na pesquisa espontânea o candidato do PPL, Neto Sambaíba, não foi lembrado pelos eleitores.
Lula rende votos
O apoio do ex-presidente Lula pode render votos aos candidatos a governador: 70% dos eleitores ouvidos dizem que votam em um candidato a poiado pelo petista, contra 20,66% que disseram não votar em um candidato apoiado por Lula e 9,09% que se mostraram indiferentes.
Como o único candidato apoiado por Lula no Piauí é o correligionário dele, o senador Wellington Dias, somente o petista será beneficiado por essa vantagem competitiva.
Mão Santa é o mais rejeitado
O candidato do PSC, ex-senador Mão Santa, é o mais rejeitado entre os candidatos a governador: 18,76% dos eleitores consultados disseram que não votariam nele.
O segundo em rejeição é o governador Zé Filho, que tem 14,81% dos eleitores dizendo que não votariam nele, contra 13,15% de rejeição ao petista Wellington Dias.
A rejeição aos candidatos dos partidos mais à esquerda é tão baixa quanto suas intenções de voto: 4,77% para Maklandel Aquino, 4,69% para Daniel Solon e 2,57% para Lourdes Melo (PCO).
Não citado nem na pesquisa espontânea nem na estimulada, Neto Sambaíba teve uma rejeição de 2,28%.
Os que dizem não rejeitar nenhum dos candidatos somam 18,71% e os indecisos quanto a quem não votar para governador chegam a 20,25%.
 
Municípios pesquisados
 
A pesquisa foi realizada na área geográfica dos municípios de: PARNAÍBA: Centro e nos bairros, Nova Parnaíba, São José, Mendonça Clark, Santa Isabel, Do Carmo, De Fátima, Campos, São Francisco da Guarita, Bebedouro, Tabuleiro, Pindorama, São Vicente de Paula, Frei Higino e Piauí. PICOS: Centro e nos bairros: Trizidela, Malva, Paroquial, Bomba, Passagem das Pedras, Canto da Várgea, São José, Morada do Sol, Junco, Jardim Natal, Parque Industrial(Pantanal),Bela Vista e Parque de Exposição. PIRIPIRI: Centro e nos bairros: Caixa d'Água, Fonte dos Matos,Paciência,Germano,Estação,Matadouro,Floresta,Prado,Recreio e São João. FLORIANO: Centro e nos bairros: Ibiapaba, Sambaíba Nova, Cancela, Sambaíba Velha, Parque Santa Terezinha, Catumbi, Curador, Caixa d'Água, Alto da Cruz, Bom Lugar, Irapuã II, Tiberão e Tamburil. CAMPO MAIOR: Centro e nos bairros: Nossa Senhora de Lourdes, São João, Recreio, Cariri, Matadouro, Estação, Santa Cruz, Fripisa, Nossa Senhora de Fátima, Cidade Nova, São Luiz, Flores e Evereste. BARRAS: Centro e nos bairros: Boa Vista, Piquizeiro, Matadouro, Curujal, Xique-Xique, De Fátima, Pedrinha e Santinho. ESPERANTINA: Centro e nos bairros:Chapadinha Norte, Coheb, Chapadinha Sul, Cruzeiro, Fazendinha, Conjunto Mão Santa e Vila da Paz. PEDRO II: Centro e nos bairros: Boa Esperança, Alto da Cruz, Betel, Caixa d'Água, Cidade Nova, Cristo Rei, Conjunto Chico Café e Chapadinha. OEIRAS: Centro e nos bairros: Oeiras Nova, Jureminha, Alessandra I, Pedreiras, Conjunto Nogueira Tapety, Rodagem Floriano/Várgea, Uberaba,Verde Teto e Rodagem/Picos. São Raimundo Nonato: Centro e nos bairros: Milonga, Santa Fé, Umbelina, Santa Luz, Aldeia, Cipó e Gavião. LUÍS CORREIA: Centro e nos bairros: Triangulo, Cemitério, Santa Luzia, Cearazinho, Alto Bonito, Coqueiro, Atalaia, Dumas e Alto do Murici. PIRACURUCA: Centro e nos bairros: Colibri, Aquidabom, Esplanada, Barrocas, Guarani, Distrito Industrial. COCAL: Centro e nos bairros: Santa Luzia, Dos Ulisses, São Francisco, São Pedro, José da Cunha Frota e Santa Teresinha. BATALHA: Centro e nos bairros: Cruzinhas, Esperança I, Ponto Belo, Formigueiro, Coheb, Esperança II e Vila Kolping. CORRENTE: Centro e nos bairros: Vermelho, Morro do Pequí, Aeroporto, Sincerino, Vila Nova, Olaria e Nova Corrente. LUZILÂNDIA: Centro e nos bairros: Beira Rio, Caixa d'Água, Alto Formoso, Cohab, Igarapé, Ininga, Itararé II e Bola de Ouro. VALENÇA DO PIAUÍ: Centro e nos bairros: Amando Lima,Bela Flor, Lavanderia, Novo Horizonte, Valentin, Cohab e Morada Nova. URUÇUÍ: Centro e nos bairros: Aeroporto, Areia, Bela Vista, Vaquejada, Fogoso, Água Branca e Condomínio Nova Lana. BOM JESUS: Cento e nos bairros: Miramar, Rodoviária, Morro do Frei, São Pedro, Penitenciaria, Aeroporto, Hugo Paulino e Josué Parente. CANTO DO BURITI: Centro e nos bairros: Matadouro, Aeroporto, Santo Antônio,Santa Luzia, Santa Luz e Veneza. PAULISTA: Centro e nos bairros: Cohab, Lagoa, Correnteza, Arapiraca, Santo Antônio, São Francisco, Choró e Estação. SÃO JOÃO DO PIAUÍ: Centro e nos bairros: Vermelho I e II, Alto Sertanejo, Caixa d'Água, Beira Rio, Joaquim Paulo e Cinco de Julho.

FICHA TÉCNICA DA PESQUISA
Área de cobertura geográfica – 22 cidades no Estado do Piauí, excluída a capital.
Eleitorado dos municípios pesquisados – 612.495 votantes (TSE, maio de 2014).
Número de entrevistas – 2.410.
Data de realização – 12 a 17 de julho de 2014.
Margem de erro – 2,62% para mais ou para menos.
Registro no TSE – BR-00221/2014
Registro no TRE – PI-00071/2014
Realização: Data AZ
Contratante: Portal AZ

Médicos alertam para uso abusivo da pílula




São muitos os métodos anticoncepcionais que estão ao alcance da mulheres em postos e farmácias


A pílula do dia seguinte tem sido um contraceptivo muito utilizado entre jovens. Uma pesquisa realizada pela USP (Universidade de São Paulo) com 800 jovens mostrou que quase 60% delas já usaram a pílula pelo menos uma vez na vida. Apesar de ser um medicamento de fácil acesso nas farmácias, médicos alertam para o uso abusivo deste contraceptivo.
Segundo o ginecologista Anatole Borges, a pílula do dia seguinte é um contraceptivo de emergência que deve ser usado em caso de falha em outro método, como rompimento de preservativo, ou em casos em que houve abuso sexual. Seu uso indiscriminado pode trazer malefícios ao corpo da mulher. "Este uso abusivo representa uma exposição a grande quantidade de hormônios, além de diminuir seu efeito contraceptivo", explica.
O ginecologista David Batista também explica que para as jovens que já iniciaram uma vida sexual ativa o ideal é procurar um ginecologista que irá orientar qual o contraceptivo adequado e como deve ser usado para evitar uma gravidez indesejada.
A pesquisa também mostrou que muitas jovens preferem usar este método ao uso da camisinha. A maioria das jovens adquiriu o produto em farmácias (74,6%) e apenas 6,8% obtiveram os contraceptivos em postos de saúde. O valor comercializado nas drogarias custa em torno de R$ 12,00.
Por estar informada a respeito de todos os métodos, a estudante Priscilla Cavalcante prefere optar pelos mais comuns hoje em dia como a camisinha e o anticoncepcional. Para ela, é importante estar bem prevenida e cuidar da saúde. "Costumo de seis em seis meses frequentar minha ginecologista e sou informada sobre todos os métodos e como usar cada um. O importante é prevenir doenças sexualmente transmissíveis e uma gravidez indesejada", declara.
Ainda que a pílula tenha adeptos, os métodos mais usados ainda são os contraceptivos orais e os preservativos devido a seu baixo custo e facilidade de uso. Os anticoncepcionais, por exemplo, podem trazer alguns benefícios no seu uso, no entanto, são desconfortáveis para algumas mulheres por conta dos efeitos colaterais.
A fotógrafa Dayne Dantas vê como única vantagem do contraceptivo o fato de não provocar gravidez, pois, para ela, o medicamento traz muitas tonturas, vômitos e inchaço. "Não me dou bem com anticoncepcional. Acho que a camisinha ainda é o melhor método", esclarece a fotógrafa.
No entanto, ao contrário do que se pensa, além de evitar a gravidez indesejada e doenças sexualmente transmissíveis, os anticoncepcionais hormonais podem ainda diminuir o fluxo e as cólicas menstruais, diminuir a seborréia e a acne e diminuir a chance de doenças como câncer de ovário.
Por fim, mesmo com um vasto cenário de métodos, o ideal é que qualquer mulher procure o ginecologista para a melhor escolha do método contraceptivo e que não inicie nenhum medicamento por conta própria, pois segundo Anatole Borges, nem todo anticoncepcional que é bom para uma pessoa também é indicado para outra.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...